Microrregião do Alto Solimões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Microrregião do Alto Solimões
Divisão regional do Brasil
Localização da Microrregião do Alto Solimões
Características geográficas
Unidade federativa Amazonas
Mesorregião Mesorregião do Sudoeste Amazonense
Regiões limítrofes Rio Negro e Juruá.
Área 213 281,229 km²
População 250 657 hab. 2017/IBGE
Densidade 1,17 hab./km²
Indicadores
PIB R$ 597,858 2005
IDH 0,590 (médio) PNUD/2000[1]

A microrregião do Alto Solimões é uma das microrregiões do estado brasileiro do Amazonas pertencente à Mesorregião do Sudoeste Amazonense. Suas principais cidades são Tabatinga, Benjamin Constant e São Paulo de Olivença. Está dividida em 9 municípios.

Tabatinga, com 61 028 habitantes, é o município mais populoso. O município menos populoso é Amaturá, com 10 847 habitantes. A área média dos dez municípios que compõem a microrregião é de 23.697 km², sendo que Atalaia do Norte possui a maior área territorial entre estes, com 76.354,985 km², seguido por Jutaí, com 69.551,856 km². Os dois menores municípios em área territorial são Tabatinga e Amaturá, com 3.225 km² e 4.758 km², respectivamente. O município que apresenta o maior Produto interno bruto, de acordo com dados econômicos de 2013 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é Tabatinga, com R$ 266,069 milhões, sendo também o 14º município com maior economia no Estado do Amazonas. Já o município com menor Produto interno bruto é Amaturá, com R$ 53.695 milhões.[2]

A microrregião limita-se com outras duas microrregiões: Rio Negro e Juruá. Além destas, faz limites com dois países sul-americanos, a Colômbia e o Peru.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Município População (2015)[3] PIB (R$) (2013)[4] Área(km²) [5] IDH
(2010)|[6]
Amaturá 11 242 53.695 4.758 0,560
baixo
Atalaia do Norte 19 054 78.385 76.354 0,450
muito baixo
Benjamin Constant 41 329 166.435 8.793 0,574
baixo
Fonte Boa 19 669 138.039 12.110 0,530
baixo
Jutaí 15 824 106.376 69 551 0,516
baixo
Santo Antônio do Içá 23 075 118.289 12.307 0,496
muito baixo
São Paulo de Olivença 38 047 149.044 19.745 0,521
baixo
Tabatinga 63 635 266.069 3.225 0,616
médio
Tonantins 18 782 98.905 6.432 0,548
baixo

Referências

  1. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. @Cidades (1 de julho de 2013). «Comparação entre os municípios: Amazonas». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 20 de fevereiro de 2016. 
  3. «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2015» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2015. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  4. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». IBGE. Consultado em 14 de dezembro de 2014. 
  5. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de agosto de 2013. 

Ver também[editar | editar código-fonte]