Muhammad Ali

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Muhammad Ali (desambiguação).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Muhammad Ali
Campeão mundial dos pesos pesados
Boxing pictogram.svg
Informações pessoais
Apelido The Greatest
Categoria Peso-Pesado
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Data de nascimento 17 de janeiro de 1942
Cidade natal Louisville, Kentucky
 Estados Unidos
Data de falecimento 3 de junho de 2016 (74 anos)[1]
Local de falecimento Scottsdale, Arizona
 Estados Unidos
Estilo Ortodoxo
Cartel
Lutas 62
Vitórias 57
Vitórias por nocaute 37
Derrotas 5
Empates 0
Medalhas
Olimpíadas
Ouro Jogos Olímpicos de Roma-60 Peso meio-pesado

Muhammad Ali-Haj, nascido Cassius Marcellus Clay Jr. (Louisville, 17 de janeiro de 1942Scottsdale, 3 de junho de 2016)[2] , foi um pugilista norte-americano, considerado um dos maiores ​​da história do esporte. Foi eleito "O Desportista do Século" pela revista americana Sports Illustrated em 1999.[carece de fontes?]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e carreira amadora[editar | editar código-fonte]

Cassius Marcellus Clay, Jr., nasceu em 17 de janeiro de 1942 em Louisville, Kentucky. O mais velho de dois meninos, tinha o mesmo nome do pai, Cassius Marcellus Clay, Sr., que fora nomeado em homenagem ao político abolicionista homônimo e era pintor de outdoors. Sua mãe, Odessa O'Grady Clay, era empregada doméstica. Cassius Sr. era metodista mas aceitou que Odessa convertesse Cassius Jr. e seu irmão Rudolph "Rudy" Clay (depois renomeado Rahman Ali) à Igreja Batista. Ele era descendente de escravos afro-americanos do sul e também de irlandeses e ingleses.

Clay teve seu primeiro contato com o boxe por meio do chefe de polícia e técnico de boxe Joe E. Martin em Louisville, que o encontrou com 12 anos batendo em um ladrão que estava roubando sua bicicleta. Ele disse ao oficial que ele estava fazendo "whup" no ladrão. O oficial lhe disse para aprender boxe. Nos seus últimos quatro anos de carreira amadora Clay tinha treinado com Chuck Bodak.

Clay ganhou seis títulos Golden Gloves de Kentucky, dois títulos Golden Gloves nacionais, e o título nacional do Amateur Athletic Union, e a medalha de ouro do Meio-Pesado nas Olimpíadas de Verão de 1960 em Roma. O recorde amador de Clay foi 100 vitórias com apenas cinco derrotas. Começou vencendo os Jogos Olímpicos de 1960[3] . Conquistou o título de campeão dos pesos pesados ao derrotar Sonny Liston em 1964. Perdeu o título em 1967 e foi proibido de atuar por três anos e meio por ter se recusado a lutar no Vietnã. Recuperou o posto ao ser reabilitado, mas logo perdeu para Joe Frazier. Ganhou de novo o título em 1974 ao vencer George Foreman em luta realizada no Zaire (retratada no documentário "Quando éramos Reis"), perdeu-o em 1978 para Leon Spinks e em seguida retomou-o de Spinks. Retirou-se do boxe quando ainda era campeão.

Foi o único boxeador que até hoje suportou 12 assaltos com o maxilar quebrado (luta com Ken Norton, em 1973).[carece de fontes?]

Convicções religiosas e posições políticas[editar | editar código-fonte]

Converteu-se ao Islamismo (mudando de nome para Muhammad Ali-Haj) e lutou contra o racismo.

Fevereiro de 1964: Malcolm X fotografa Ali, que acabara de derrotar Sonny Liston e se tornar campeão mundial dos pesos-pesados

Ali dizia que a primeira vez em que ouviu falar da Nation of Islam foi quando estava competindo pelas Golden Gloves em Chicago, 1959. Foi a sua primeira reunião da Nation of Islam em 1961. Continuou a frequentar as reuniões mas manteve esse envolvimento fora do conhecimento do público. Em 1962, encontrou-se com Malcolm X, que viria a se tornar seu mentor espiritual e político.[4] Na época de sua primeira luta com Liston, membros da Nation of Islam, incluindo Malcolm X, eram vistos em seu entourage. Isso levou a uma reportagem do Miami Herald, publicada pouco antes da luta, revelando que ele havia aderido à Nation of Islam, o que quase levou a luta a ser cancelada.

Muhammad Ali pode ser considerado o primeiro esportista a aliar esporte e política. Exemplo disso foi seu desempenho antes da luta com George Foreman no Zaire. Ali utilizou todo seu conhecimento do pan-africanismo para se colocar como o lutador da África, enquanto Foreman ficou como símbolo da alienação negra americana, episódio este retratado no filme "Quando Éramos Reis", de 1974. Ali entrou para história da década de 1960, quando se negou a lutar na Guerra do Vietnã. "Nenhum vietcongue me chamou de crioulo, porque eu lutaria contra ele?". Em 1967, quando, juntamente com Martin Luther King, (de quem era amigo) esteve em Louisville para apoiar a luta da população local por moradia, declarou: [5]

"Por que me pedem para vestir um uniforme e me deslocar 10.000 milhas para lançar bombas e balas no povo marrom do Vietnam, enquanto os negros de Louisville são tratados como cachorros, sendo-lhes negados os mais elementares direitos humanos? Não, não vou viajar 10.000 milhas para ajudar a assassinar e queimar outra nação pobre para que simplesmente continue a dominação dos senhores brancos sobre os povos de cor mais escura mundo afora. É hora de tais males chegarem ao fim.

Fui avisado de que essa atitude me custaria milhões de dólares. Mas eu já disse isso uma vez e vou dizer de novo. O inimigo real do meu povo está aqui. Não vou desgraçar minha religião, meu povo ou a mim mesmo tornando-me um instrumento para escravizar aqueles que estão lutando por justiça, liberdade e igualdade…

Se eu pensasse que a guerra traria liberdade e igualdade a 22 milhões de pessoas do meu povo, eles não precisariam me obrigar, eu me juntaria a eles amanhã mesmo. Não tenho nada a perder por sustentar minhas crenças. Então, vou para a prisão, e daí? Nós estivemos na prisão por 400 anos."

Monitoramento pela NSA[editar | editar código-fonte]

Em uma operação secreta denominada "Projeto MINARET", a National Security Agency (NSA) monitorou as comunicações de várias personalidades americanas, incluindo Ali, os senadores Frank Church e Howard Baker, Dr. Martin Luther King, Jr., além de jornalistas proeminentes e outros que criticavam as ações dos Estados Unidos no Vietnã.[5] [6] A falta de supervisão judicial do programa de espionagem levou até mesmo a própria NSA a concluir que Minarete era "desonroso se não totalmente ilegal."[6]

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Muhammad Ali

Nos últimos anos de vida Muhammad Ali teve a doença de Parkinson, diagnosticada no início da década de 1980. Em 2010, Ali foi a Israel para tratar a doença. O trabalho foi feito com células tronco adultas. Os testes até então realizados com ratos tiveram sucesso, mas sua eficácia em seres humanos ainda será testada.

Em 2001, Will Smith interpretou Muhammad Ali no filme Ali.

Por diversas vezes anunciou-se a luta entre Ali, o campeão mundial dos profissionais, contra o cubano Teófilo Stevenson, campeão mundial dos amadores e campeão olímpico, mas devido a problemas técnicos e políticos essa luta jamais ocorreu.

Em 2010, Muhammad junto com a cantora Christina Aguilera fizeram a propaganda em prol das vítimas do terremoto que destruiu o Haiti.

Morte[editar | editar código-fonte]

Muhammad Ali morreu nos Estados Unidos, aos 74 anos, no dia 3 de junho de 2016, vítima de uma doença degenerativa. [1] Estava internado com graves problemas respiratórios em um hospital de Phoenix, cidade onde vivia, quando sua morte foi declarada. A família divulgou nota à imprensa que dizia que "depois de uma batalha de 32 anos contra o mal de Parkinson, Muhammad Ali se foi aos 74 anos".[7]

Em 4 de junho de 2016, um porta-voz da família informou em entrevista coletiva, que Muhammad Ali morreu por conta de um choque séptico devido a causas naturais não especificadas.[8]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, Dave Zirin, autor de um livro sobre Ali - "What’s My Name, Fool? Sports and Resistance in the United States" - e editor de esportes da revista The Nation, acompanhou o funeral de Ali em Louisville, ocasião em que declarou: [9]

"Este funeral é, em vários aspectos, o último ato de resistência de Muhammad Ali, porque faz o país se juntar para honrar o mais famoso muçulmano do mundo, no momento em que um candidato presidencial concorre com um programa marcado por um bigotismo abjeto contra o povo muçulmano, e o outro candidato é alguém que orgulhosamente tem apoiado as guerras no Oriente Médio."

No mesmo dia 4 de junho, Zirin também publicou um artigo em The Nation - "'I Just Wanted to Be Free': The Radical Reverberations of Muhammad Ali."

Funeral[editar | editar código-fonte]

O funeral do boxeador foi dividido em duas partes. Em 9 de junho de 2016, uma cerimônia islâmica tradicional foi realizada, com orações em árabe e marcada por discursos que destacaram a trajetória política e social de Ali. Cerca de 15 mil pessoas participaram do Jenazah (funeral, em árabe), realizado também em Louisville. [10] Em 10 de junho de 2016, na segunda parte de seu funeral, o atleta foi sepultado no Cave Hill Cemetery. Antes de seu sepultamento, foi realizado um cortejo fúnebre pelas ruas de Louisville, que terminou no cemitério, lá uma cerimônia privada para a família foi realizada. Entre os escolhidos para carregar o caixão estavam os lutadores Lennox Lewis, George Foreman e Mike Tyson, além do ator Will Smith. Um evento público, com a presença de cerca de 20 mil pessoas foi realizado à tarde, no centro de Louisville. [10]

O cortejo foi realizado por cerca de 90 minutos. O carro fúnebre, acompanhado por limusines com familiares e convidados, percorreram os locais mais importantes da cidade para a carreira do lutador. Foi um trajeto de cerca de 30 quilômetros acompanhado por milhares de pessoas. O único ponto de parada foi em frente ao Ali Center, centro de memória do atleta. Em todas as ruas, centenas de pessoas levaram cadeiras de praia e guarda-sóis para aguardar a passagem do cortejo.[10]

Um dos momentos mais marcantes do cortejo foi a passagem pela rua onde Ali cresceu. Uma multidão se formou nos dois lados da Grand Avenue e gritava “Ali, Ali, Ali”. Outros corriam atrás do carro apenas para tocá-lo ou beijá-lo. [10]

Cada carro que integrou o cortejo trazia desenhos de borboletas no vidro dianteiro em referência à maneira como o próprio Ali descrevia seu estilo de lutar: [10]

Cquote1.svg Flutuar como uma borboleta e picar como uma abelha. Cquote2.svg

Principais lutas[editar | editar código-fonte]

56 Vitórias (37 nocautes, 19 decisões), 5 Derrotas (4 decisões, 1 TKO), 0 Empates[11]
Resultado Oponente Método Round, Duração Data Idade 'Local Notas
Derrota Trevor Berbick Decisão (unânime) 10 (10) 01981-12-11 11 de dezembro de 1981 &0000000000000039.00000039 anos

, &0000000000000328.000000328 dias

Bahamas Nassau, Bahamas "Drama nas Bahamas"[12]
Derrota Larry Holmes TKO (Corner Stoppage) 10 (15) 01980-10-02 2 de outubro de 1980 &0000000000000038.00000038 anos

, &0000000000000259.000000259 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV Perdeu os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Leon Spinks Decisão (unânime) 15 (15) 01978-09-15 15 de setembro de 1978 &0000000000000036.00000036 anos

, &0000000000000241.000000241 dias

Estados Unidos Nova Orleans, LA Ganhou os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBA;
Vago o título da WBA em 06/09/1979.
Derrota Leon Spinks Decisão (ferimento) 15 (15) 01978-02-15 15 de fevereiro de 1978 &0000000000000036.00000036 anos

, &0000000000000029.00000029 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV Perdeu os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Earnie Shavers Decisão (unânime) 15 (15) 01977-09-29 29 de setembro de 1977 &0000000000000035.00000035 anos

, &0000000000000255.000000255 dias

Estados Unidos Nova Iorque, NY Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Alfredo Evangelista Decisão (unânime) 15 (15) 01977-05-16 16 de maio de 1977 &0000000000000035.00000035 anos

, &0000000000000119.000000119 dias

Estados Unidos Landover, MD Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Ken Norton Decisão (unânime) 15 (15) 01976-09-28 28 de setembro de 1976 &0000000000000034.00000034 anos

, &0000000000000255.000000255 dias

Estados Unidos Bronx, Nova Iorque Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Richard Dunn TKO 5 (15) 01976-05-24 24 de maio de 1976 &0000000000000034.00000034 anos

, &0000000000000128.000000128 dias

Alemanha Munique, Alemanha Ocidental Mantêm o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Jimmy Young Decisão (unânime) 15 (15) 01976-04-30 30 de abril de 1976 &0000000000000034.00000034 anos

, &0000000000000104.000000104 dias

Estados Unidos Landover, MD Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Jean-Pierre Coopman KO 5 (15) 01976-02-20 20 de fevereiro de 1976 &0000000000000034.00000034 anos

, &0000000000000034.00000034 dias

Porto Rico San Juan, Porto Rico Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Joe Frazier TKO 14 (15), 0:59 01975-10-01 1 de outubro de 1975 &0000000000000033.00000033 anos

, &0000000000000257.000000257 dias

Filipinas Quezon, Filipinas "The Thrilla in Manila";
Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Joe Bugner Decisão (unânime) 15 (15) 01975-06-30 30 de junho de 1975 &0000000000000033.00000033 anos

, &0000000000000164.000000164 dias

Malásia Kuala Lumpur, Malásia Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Ron Lyle TKO 11 (15) 01975-05-16 16 de maio de 1975 &0000000000000033.00000033 anos

, &0000000000000119.000000119 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e daWBA.
Vitória Chuck Wepner TKO 15 (15), 2:41 01975-03-24 24 de março de 1975 &0000000000000033.00000033 anos

, &0000000000000066.00000066 dias

Estados Unidos Richfield, OH Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória George Foreman KO 8 (15), 2:58 01974-10-30 30 de outubro de 1974 &0000000000000032.00000032 anos

, &0000000000000286.000000286 dias

Zaire Kinshasa, Zaire "The Rumble in the Jungle";
Ganhou os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA.
Vitória Joe Frazier Decisão (unânime) 12 (12) 01974-01-28 28 de janeiro de 1974 &0000000000000032.00000032 anos

, &0000000000000011.00000011 dias

Estados Unidos Nova Iorque, NY Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF;
Título vago mais tarde, em 1974.
Vitória Rudi Lubbers Decisão (unânime) 12 (12) 01973-10-20 20 de outubro de 1973 &0000000000000031.00000031 anos

, &0000000000000276.000000276 dias

Indonésia Jacarta, Indonésia
Vitória Ken Norton Decisão (ferimento) 12 (12) 01973-09-10 10 de setembro de 1973 &0000000000000031.00000031 anos

, &0000000000000236.000000236 dias

Estados Unidos Inglewood, CA Ganhou o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Derrota Ken Norton Decisão (ferimento) 12 (12) 01973-03-31 31 de março de 1973 &0000000000000031.00000031 anos

, &0000000000000073.00000073 dias

Estados Unidos San Diego, CA Perdeu o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória Joe Bugner Decisão (unânime) 12 (12) 01973-02-14 14 de fevereiro de 1973 &0000000000000031.00000031 anos

, &0000000000000028.00000028 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória Bob Foster KO 8 (12), 0:40 01972-11-21 21 de novembro de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000309.000000309 dias

Estados Unidos Stateline, NV Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória Floyd Patterson TKO 7 (12) 01972-09-20 20 de setembro de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000247.000000247 dias

Estados Unidos New York City, NY Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória Alvin Lewis TKO 11 (12), 1:15 01972-07-19 19 de julho de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000184.000000184 dias

República da Irlanda Dublin, Irlanda
Vitória Jerry Quarry TKO 7 (12), 0:19 01972-06-27 27 de junho de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000162.000000162 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória George Chuvalo Decisão (unânime) 12 (12) 01972-05-01 1 de maio de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000105.000000105 dias

Canadá Vancouver, Canada Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória Mac Foster Decisão (unânime) 15 (15) 01972-04-01 1 de abril de 1972 &0000000000000030.00000030 anos

, &0000000000000075.00000075 dias

Japão Tóquio, Japão
Vitória Jürgen Blin KO 7 (12), 2:12 01971-12-26 26 de dezembro de 1971 &0000000000000029.00000029 anos

, &0000000000000343.000000343 dias

Flag of Switzerland.svg Zurique, Suíça
Vitória Buster Mathis Decisão (unânime) 12 (12) 01971-11-17 17 de novembro de 1971 &0000000000000029.00000029 anos

, &0000000000000304.000000304 dias

Estados Unidos Houston, TX Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Vitória Jimmy Ellis TKO 12 (12), 2:10 01971-07-26 26 de julho de 1971 &0000000000000029.00000029 anos

, &0000000000000190.000000190 dias

Estados Unidos Houston, TX Ganhou o título vago de Mundial dos Pesos-Pesados da NABF.
Derrota Joe Frazier Decisão (unânime) 15 (15) 01971-03-08 8 de março de 1971 &0000000000000029.00000029 anos

, &0000000000000050.00000050 dias

Estados Unidos New York City, NY "The Fight of the Century";
Perdeu o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring. Disputa pelos títulos Mundial dos Pesos-Pesados da WBA e da WBC World Heavyweight.
Vitória Oscar Bonavena TKO 15 (15), 2:03 01970-12-07 7 de dezembro de 1970 &0000000000000028.00000028 anos

, &0000000000000324.000000324 dias

Estados Unidos New York City, NY Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring.
Vitória Jerry Quarry TKO 3 (15) 01970-10-26 26 de outubro de 1970 &0000000000000028.00000028 anos

, &0000000000000282.000000282 dias

Estados Unidos Atlanta, GA Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring.
Vitória Zora Folley KO 7 (15), 1:48 01967-03-22 22 de março de 1967 &0000000000000025.00000025 anos

, &0000000000000064.00000064 dias

Estados Unidos Nova Iorque, NY Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e da WBA;
Despojado dos títulos em 28/04/1967.
Vitória Ernie Terrell Decisão (unânime) 15 (15) 01967-02-06 6 de fevereiro de 1967 &0000000000000025.00000025 anos

, &0000000000000020.00000020 dias

Estados Unidos Houston, TX Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBC e ganhou o título Mundial dos Pesos-Pesados da WBA.
Vitória Cleveland Williams TKO 3 (15) 01966-11-14 14 de novembro de 1966 &0000000000000024.00000024 anos

, &0000000000000301.000000301 dias

Estados Unidos Houston, TX Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Karl Mildenberger TKO 12 (15) 01966-09-10 10 de setembro de 1966 &0000000000000024.00000024 anos

, &0000000000000236.000000236 dias

Alemanha Frankfurt, Alemanha Ocidental Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Brian London KO 3 (15) 01966-08-06 6 de agosto de 1966 &0000000000000024.00000024 anos

, &0000000000000201.000000201 dias

Reino Unido Londres, Inglaterra Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Henry Cooper TKO 6 (15), 1:38 01966-05-21 21 de maio de 1966 &0000000000000024.00000024 anos

, &0000000000000124.000000124 dias

Reino Unido Londres, Inglaterra Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória George Chuvalo Decisão (unânime) 15 (15) 01966-03-29 29 de março de 1966 &0000000000000024.00000024 anos

, &0000000000000071.00000071 dias

Canadá Toronto, Canada Mantém o título Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Floyd Patterson TKO 12 (15), 2:18 01965-11-22 22 de novembro de 1965 &0000000000000023.00000023 anos

, &0000000000000309.000000309 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Sonny Liston KO 1 (15), 2:12 01965-05-25 25 de maio de 1965 &0000000000000023.00000023 anos

, &0000000000000128.000000128 dias

Estados Unidos Lewiston, ME Mantém os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring e da WBC.
Vitória Sonny Liston TKO 7 (15) 01964-02-25 25 de fevereiro de 1964 &0000000000000022.00000022 anos

, &0000000000000039.00000039 dias

Estados Unidos Miami, FL Ganhou os títulos Mundial dos Pesos-Pesados da The Ring, da WBA e da WBC;
Despojado do título da WBA em 19/06/1964.
Vitória Henry Cooper TKO 5 (10), 2:15 01963-06-18 18 de junho de 1963 &0000000000000021.00000021 anos

, &0000000000000152.000000152 dias

Reino Unido Londres, Inglaterra
Vitória Doug Jones Decisão (unânime) 10 (10) 01963-03-13 13 de março de 1963 &0000000000000021.00000021 anos

, &0000000000000055.00000055 dias

Estados Unidos New York City, NY
Vitória Charley Powell KO 3, 2:04 01963-01-24 24 de janeiro de 1963 &0000000000000021.00000021 anos

, &0000000000000007.0000007 dias

Estados Unidos Pittsburgh, PA
Vitória Archie Moore TKO 4 (10), 1:35 01962-11-15 15 de novembro de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000302.000000302 dias

Estados Unidos Los Angeles, CA
Vitória Alejandro Lavorante KO 5 (10), 1:48 01962-07-20 20 de julho de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000184.000000184 dias

Estados Unidos Los Angeles, CA
Vitória Billy Daniels TKO 7 (10), 2:21 01962-05-19 19 de maio de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000122.000000122 dias

Estados Unidos New York City, NY
Vitória George Logan TKO 4 (10), 1:34 01962-04-23 23 de abril de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000096.00000096 dias

Estados Unidos New York City, NY
Vitória Don Warner TKO 4, 0:34 01962-03-28 28 de março de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000070.00000070 dias

Estados Unidos Miami Beach, FL
Vitória Sonny Banks TKO 4 (10), 0:26 01962-02-10 10 de fevereiro de 1962 &0000000000000020.00000020 anos

, &0000000000000024.00000024 dias

Estados Unidos New York City, NY
Vitória Willi Besmanoff TKO 7 (10), 1:55 01961-11-29 29 de novembro de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000316.000000316 dias

Estados Unidos Louisville, KY
Vitória Alex Miteff TKO 6 (10), 1:45 01961-10-07 7 de outubro de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000263.000000263 dias

Estados Unidos Louisville, KY
Vitória Alonzo Johnson Decisão (unânime) 10 (10) 01961-07-22 22 de julho de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000186.000000186 dias

Estados Unidos Louisville, KY
Vitória Duke Sabedong Decisão (unânime) 10 (10) 01961-06-26 26 de junho de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000160.000000160 dias

Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória LaMar Clark KO 2 (10), 1:27 01961-04-19 19 de abril de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000092.00000092 dias

Estados Unidos Louisville, KY
Vitória Donnie Fleeman TKO 7 (8) 01961-02-21 21 de fevereiro de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000035.00000035 dias

Estados Unidos Miami Beach, FL
Vitória Jim Robinson KO 1 (8), 1:34 01961-02-07 7 de fevereiro de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &0000000000000021.00000021 dias

Estados Unidos Miami Beach, FL
Vitória Tony Esperti TKO 3 (8), 1:30 01961-01-17 17 de janeiro de 1961 &0000000000000019.00000019 anos

, &-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1-1.0000000 dias

Estados Unidos Miami, FL
Vitória Herb Siler KO 4 (8) 01960-12-27 27 de dezembro de 1960 &0000000000000018.00000018 anos

, &0000000000000345.000000345 dias

Estados Unidos Miami, FL
Vitória Tunney Hunsaker Decisão (unânime) 6 (6) 01960-10-29 29 de outubro de 1960 &0000000000000018.00000018 anos

, &0000000000000286.000000286 dias

Estados Unidos Louisville, KY


Prêmios
Precedido por
Nenhum
United Press International
Atleta do Ano

1974
Sucedido por
João Carlos de Oliveira
Precedido por
O.J. Simpson
Ganhador do Hickok Belt
1974
Sucedido por
Pete Rose
Jogos Olímpicos de Verão
Precedido por
Antonio Rebollo
Acendedor da Pira Olímpica
Atlanta 1996
Sucedido por
Cathy Freeman

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Aos 74 anos, morre Muhammad Ali, lenda eternizada na história do boxe. O Globo, 4 de junho de 2016.
  2. Morreu Muhammad Ali, “O Maior”. Euronews, 4 de junho de 2006
  3. Grandes momentos olímpicos - 11° - Ali olímpico
  4. Mitchell, Kevin (4 de junho de 2016). «From the Vietnam war to Islam – the key chapters in Ali's life». The Guardian [S.l.: s.n.] 
  5. a b The Hidden History of Muhammad Ali. Muhammad Ali’s resistance to racism and war belongs not only to the 1960s, but the common future of humanity. Por Dave Zirin. Jacobin Magazin.
  6. a b Ed Pilkington, "Declassified NSA Files Show Agency Spied on Muhammad Ali and MLK Operation Minaret Set Up in 1960s to Monitor Anti-Vietnam Critics, Branded 'Disreputable If Not Outright Illegal' by NSA Itself", The Guardian, 26 de setembro de 2013.
  7. «Muhammad Ali morre nos EUA». G1. Globo. 4 de junho de 2016. Consultado em 5 de junho de 2016. 
  8. «Muhammad Ali morreu por conta de um choque séptico, diz porta-voz». G1. Globo. 4 de junho de 2016. Consultado em 5 de junho de 2016. 
  9. Dave Zirin on the Whitewashing of Muhammad Ali: He Wasn't Against Just War, But Empire. Democracy Now!, 10 de junho de 2016.
  10. a b c d e «Milhares de pessoas acompanham cortejo de Muhammad Ali até o cemitério». Site Isto É. 10/06/2016. Consultado em 11/06/2016. 
  11. «Muhammad Ali - Boxer». Boxrec.com. Consultado em September 5, 2011. 
  12. Steen, Rob (29 October 2006). «Obituary: Trevor Berbick». The Guardian. Consultado em 25 September 2011. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons