Paraguaçu Paulista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estância Turística de Paraguaçu Paulista
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Estância Turística de Paraguaçu Paulista
Bandeira
Brasão de armas de Estância Turística de Paraguaçu Paulista
Brasão de armas
Hino
Lema Vis et labor
"Força e trabalho"
Apelido(s) "Paraguaçu"
"Princesinha da Alta Sorocabana"
"Cidade das Águas"
Gentílico paraguaçuense
Localização
Localização de Paraguaçu Paulista em São Paulo
Localização de Paraguaçu Paulista em São Paulo
Mapa de Paraguaçu Paulista
Coordenadas 22° 24' 46" S 50° 34' 33" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Região Geográfica Intermediária de Marília
Região imediata[1] Região Geográfica Imediata de Assis
Municípios limítrofes Quatá, Borá, Lutécia, Assis, Maracaí, Rancharia, João Ramalho
Distância até a capital 422 km
História
Fundação 1873
Emancipação 12 de março de 1925 (95 anos)
Aniversário 12 de março
Administração
Distritos
Prefeito(a) Almira Ribas Garms (PSDB, 2017 – 2020)
Vereadores 15
Características geográficas
Área total [2] 1 001,094 km²
População total (Estimativa IBGE/2019) 45 703 hab.
 • Posição 152º do estado de São Paulo
Densidade 45,7 hab./km²
Clima Tropical de Altitude (Cwa)
Altitude 506 m
Fuso horário UTC -3:00 (America/Sao_Paulo) Hora de Verão UTC -3:00 Hora de Inverno UTC -2:00 (UTC−3)
CEP 19700-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,762 alto
 • Posição 70º
PIB (IBGE/2011[4]) R$ 724,465 mil
 • Posição 165º do estado de São Paulo e 650º no país Brasil
PIB per capita (IBGE/2011[4]) R$ 16 349,92
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Paz
Sítio www.eparaguacu.sp.gov.br (Prefeitura)
http://www.camaraparaguacu.sp.gov.br/ (Câmara)

Paraguaçu Paulista é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º24'46" sul e a uma longitude 50º34'33" oeste, estando a uma altitude de 506 metros. Sua população estimada em 2018 era de 45.455 habitantes. O município é formado pela sede e pelos distritos de Conceição de Monte Alegre, Roseta e Sapezal[5][6].

História[editar | editar código-fonte]

A cidade tem suas raízes históricas no distrito de Conceição de Monte Alegre, fundado por José Teodoro de Sousa, que fez doação, em 1873, de uma área de 193 hectares para a fundação de um novo patrimônio. Na época, a região já era habitada por três etnias indígenas: caiouás, xavantes e caingangues. Estes últimos ofereceram grande resistência à invasão de seus territórios pelos novos colonizadores, em sua maioria mineiros que fugiam ao alistamento militar compulsório para a Guerra do Paraguai[7].

Em 1891, Conceição de Monte Alegre foi elevada à categoria de distrito, cujo território se estendia entre o rio Paranapanema e rio do Peixe, até as barrancas do rio Paraná. Os primeiros habitantes não índios da região foram José Teodoro Filho, Manuel Pereira Alvim e José Antônio de Paiva, os quais se instalaram nas margens do ribeirão Alegre e do rio São Mateus. A origem da atual cidade remonta ao núcleo urbano de Moita Bonita. A princípio, era apenas um ponto de referência ao longo do ribeirão Alegre, composto por um pequeno bosque a 400 metros abaixo da atual estação ferroviária.

Com a criação do ramal ferroviário pela Sorocabana, em 23 de março de 1916, a estação recebeu o nome de "Paraguaçu", denominação que a cidade, formada posteriormente, adotou. Em 1930, a companhia ferroviária Sorocabana mudou o nome da estação para "Presidente Washington", para distingui-la de outras cidades com o mesmo nome e para homenagear o então presidente brasileiro Washington Luís, porém o novo nome não foi aceito pela população e o antigo nome, Paraguaçu, retornou no ano seguinte[8].

Em 1941, o presidente brasileiro Getúlio Vargas determinou que, a partir de 1 de janeiro de 1945, não houvesse, no Brasil, cidades com nomes iguais. Como resultado, em 22 de setembro de 1943, o prefeito da época, Antenor Assunção, reuniu representantes do comércio, lavoura, indústria e profissionais liberais (vinte no total) com a finalidade de sugerir, à Comissão Estadual, um novo nome para Paraguaçu, de modo a diferenciá-la do município homônimo no estado de Minas Gerais. Assim, foram propostos, pela ordem de preferência, os seguintes nomes: Araguaçu, Caramuru, Atlanta, Pauliceia, Guaçupará, Guaçulândia, Paguaçu e Mirante.

A comissão então criada oficializou o nome "Araguaçu", que vigorou de 1 de janeiro de 1945 a 31 de dezembro de 1949. Em 1 de janeiro de 1950, ocorreu nova mudança e o nome da cidade passou a ser o atual: Paraguaçu Paulista. O tráfego ferroviário foi aberto em 1916, possibilitando maior desenvolvimento na agricultura, com expansão de novas áreas agrícolas, o que provocou aumento demográfico. Em 18 de dezembro de 1923, foi criada a Vila Paraguaçu, elevada a categoria de distrito de Conceição de Monte Alegre.

Em 30 de dezembro de 1924, tornou-se município (unidade político-administrativa independente), tendo sido instalado em 12 de março de 1925. Em 1948, teve a sua organização político-administrativa definida com a criação do distrito-sede de Paraguaçu Paulista. Em 5 de março de 1997, Paraguaçu Paulista foi transformada em estância turística.[9]

Topônimo

De acordo com o dicionário de tupi-guarani de Gumercindo Saraiva Rodrigues Alves Pereira de Carvalho, "Paraguaçu" significa "mar grande", "rio grande". O nome é formado pela junção de pará (mar, rio grande) e gûasu (grande)[10]. O termo "Paulista" serve para distinguir o município do município homônimo no estado de Minas Gerais.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 1 001,094 quilômetros quadrados.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Distritos[editar | editar código-fonte]

Municípios limitrofes[11][editar | editar código-fonte]

Município confinante de Paraguaçu Paulista
Quatá Borá
Maracaí Assis
Municípios vizinhos de Paraguaçu Paulista
Borá 18.1 km Quatá 21.5 km Lutécia 22.3 km
Maracaí 23.1 km João Ramalho 26.1 km Assis 33.4 km
Oscar Bressane 33.9 km Rancharia 36.1 km Tarumã 36.9 km
Echaporã 40.2 km Cruzália 41.4 km Cândido Mota 42 km
Platina 47.1 km Pedrinhas Paulista 48.4 km Quintana 49 km

Relevo[editar | editar código-fonte]

Apresenta relevo suave ondulado, com altitude média de 490 m acima do nível do mar.[12]

Solo[editar | editar código-fonte]

Latossolo Vermelho Distrófico.

Pesquisas no solo[editar | editar código-fonte]

Em 12 de Junho de 2016 foi realizada pela empresa Global Geophysical Services em serviço a Petrobrás um estudo do subsolo em busca de minérios, gás natural, petróleo e água.[13] Todavia, desde 1961 já era conhecida tal possibilidade, o geólogo José Reynaldo Bastos da Silva em uma matéria para o AssisCity detalha que o estudo da empresa tinha como objetivo a prospecção no local fazendo uso de ondas sismicas e segundo o portal, o estudo poderia levar até 5 anos para ser publicado[14].

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação natural predominante no município de Paraguaçu Paulista é do tipo "cerrado". O cerrado é caracterizado pela presença de árvores e arbustos dispersos, com o piso coberto, principalmente por gramíneas, parcialmente exposto à luz solar direta.[15]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Paraguaçu Paulista é quente e temperado[16] (Cfa), com temperatura média anual de 20,9 °C.

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
Temperatura média (°C) 23.9 24.1 23.1 21.1 18 16.7 16.9 18.8 20.4 21.7 23 23.3
Temperatura mínima (°C) 18.3 18.6 17.3 15 11.6 10.1 9.9 11.6 13.7 15.4 16.8 17.3
Temperatura máxima (°C) 29.6 29.6 28.9 27.3 24.5 23.4 24 26.1 27.1 28 29.2 29.4
Chuva (mm) 192 179 134 69 61 68 38 28 68 136 127 168

A diferença entre a precipitação do mês mais seco e do mês mais chuvoso é de 164 mm. As temperaturas médias variam 7.4 °C durante o ano.[16]

Demografia[editar | editar código-fonte]

[17]
POPULAÇÃO
População estimada [2019] 45.703 pessoas  
Dados do Censo - 2010
  • População total - 42 278
    • Urbana: 39 285
    • Rural: 2 993
    • Homens: 22 300
    • Mulheres: 19 978
  • Densidade demográfica - (hab./km²) - 42,28
  • Mortalidade infantil - até 1 ano (por mil) - 19,83
  • Expectativa de vida (anos) - 69,24
  • Taxa de fecundidade - (filhos por mulher) - 2,01
  • Alfabetização - (Percentual de Alfabetização) - 88,11%
  • Índice de Desenvolvimento Humano - (IDH-M) - 0,773
    • IDH-M Renda - 0,707
    • IDH-M Longevidade - 0,737
    • IDH-M Educação - 0,876

(Fonte: IPEADATA)

Etnias[17][editar | editar código-fonte]

Cor ou raça
AMARELA 519 pessoas
BRANCA 27.126 pessoas
INDÍGENA 35 pessoas
PARDA 12.615 pessoas
PRETA 1.973 pessoas
SEM DECLARAÇÃO 10 pessoas

Religião[17][editar | editar código-fonte]

Religião
SEM RELIGIÃO 3.138 pessoas
CANDOMBLÉ 32 pessoas
CATÓLICA APOSTÓLICA BRASILEIRA 35 pessoas
CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA 25.942 pessoas
ESPÍRITA 540 pessoas
EVANGÉLICA 11.592 pessoas
NÃO DETERMINADA E MULTIPLO PERTENCIMENTO 238 pessoas
NOVAS RELIGIÕES ORIENTAIS 19 pessoas
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 288 pessoas
TRADIÇÕES ESOTÉRICAS 23 pessoas
UMBANDA 19 pessoas
UMBANDA E CANDOMBLÉ 52 pessoas
OUTRAS RELIGIOSIDADES CRISTÃS 351 pessoas
NÃO SABE 49 pessoas

Paróquias[editar | editar código-fonte]

A paróquia Católica da cidade é a Paróquia Nossa Senhora da Paz. A diocese é a Diocese de Assis.

Bairros[18][editar | editar código-fonte]

Água do Can Can

Água do Sape

Aldo Paes Leme

Bairro Barra Funda

Bairro Comercial

Bairro Roseta

Barra Funda

Brejão

Conjunto Habitacional Governador Mário Covas

Campinho

Centro

Chaparral

Cidade

Conceição do Monte Alegre

Conjunto Antônio Pertines

Conjunto Habitacional Doutor Aldo M Leme

Conjunto Habitacional Antônio Pertinhez

Conjunto Humberto Soncine

Distrito Industrial

Fercon

Humberto Soncini

Industrial

Jardim Aeroporto

Jardim Alvorada

Jardim América

Jardim Bela Vista

Jardim das Oliveiras

Jardim Murilo Macedo

Jardim Panambi

Jardim Paulista

Jardim Primavera

Jardim Tênis Clube

Lina Leuzzi

Mário Covas

Murilo Macedo

Parque das Nações

Rancho Alegre

Residencial Viena

Roseta

Rural

São Matheus

Sape

Sapezal

Sem Bairro

Três Barras

Vila Affini

Vila Antônio Pertinhe

Vila Athaide

Vila Brumado

Vila Frco Roberto

Vila Galdino

Vila Gammon

Vila Marim

Vila Nova

Vila Priante

Zona Rural

Economia[editar | editar código-fonte]

Dados econômicos de paraguaçu paulista[editar | editar código-fonte]

Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, da Agropecuária R$ 63 328 932
Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, da Indústria R$ 89 183 536
Valor Adicionado Bruto, a preços correntes, dos Serviços R$ 501 788 422
R$ 89 336 854
Impostos, líquidos de subsídios, sobre produtos, a preços correntes R$ 69 609 296
Produto Interno Bruto a preços correntes R$ 723 910 186
[19]


Infraestrutura Urbana[editar | editar código-fonte]

Educação[20][editar | editar código-fonte]

Institutos Superiores[editar | editar código-fonte]

  • Faculdades Gammon[21]
  • Unip de Paraguaçu Paulista (EAD)
  • Universidade Anhanguera (EAD)
  • Unicesumar (EAD)
  • Faculdade Católica de Letras (EAD)
  • Univesp (EAD)
  • CIT - Centro de Iniciação Teatral

Segurança e Criminalidade[editar | editar código-fonte]

A 2ª Companhia de Polícia Militar de Paraguaçu Paulista, que abrange os municípios de Paraguaçu Paulista, Maracaí, Lutécia, Pedrinhas Paulista e Cruzália, divulgou nesta quarta-feira, dia 13, os indicadores criminais referente ao 1º Semestre de 2011.

Nos indicadores, homicídio, roubo de veículos e latrocínio tiveram uma redução de 100% em comparação ao mesmo período de 2010, já o crime de estupro teve uma alta de 600%, sendo registrado no primeiro semestre deste ano 07 casos.

Segundo a companhia, houve uma relevante diminuição dos indicadores criminais em comparação ao 1º semestre de 2010. Tal diminuição pode ser atribuída ao expressivo aumento operacional, principalmente com as ações de busca pessoal, vistoria em veículos e operações conjunta com a Polícia Civil e Ministério Público, que resultaram na manutenção dos roubos e furtos e consequentemente no aumento das prisões em flagrante delito.[22]

Serviços e transportes[editar | editar código-fonte]

O serviço de abastecimento de água de toda o município, em caráter de monopólio, é feito pela SABESP. Já o abastecimento de energia elétrica, também feito em sistema de monopólio, é feito pela Empresa de Eletricidade Vale Paranapanema (VALE), hoje parte da Energisa, que atende ainda a alguns municípios do Médio Paranapanema. Ainda há serviços de internet discada e banda larga (ADSL) sendo oferecidos por diversos provedores de acesso gratuitos e pagos. O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras com a maioria tendo sinal estável de 3G pela cidade, sendo a cobertura da Vivo a maior de todas. O código de área (DDD) de Assis é 018 O único Código de Endereçamento Postal (CEP) do município é 19800-000. No dia 8 de janeiro de 2009 o município passou a ser servido pela portabilidade, juntamente com outras cidades de DDDs 018 e estados do Rio Grande do Sul (DDDs 51 e 55), Tocantins (63), Mato Grosso (65) e Amazonas (92 e 97).

Saúde[23][17][editar | editar código-fonte]

Mortalidade Infantil [2017] 13,49 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016] 1,6 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009] 21 estabelecimentos  

Transporte[editar | editar código-fonte]

  • Estação Rodoviária
  • Estação Ferroviária de Paraguaçu Paulista

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Ferrovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Telefonia[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Empresa Telefônica Paulista[26][27] até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[28], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi concedida e vendida para a Telefônica[29], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[30] para suas operações de telefonia fixa.

Jornais[editar | editar código-fonte]

  • I7 Notícias (online)[31]
  • Tv Paraguaçu (online)[32]
  • Em Paraguaçu (online)[33]
  • ParaguaCity (online)[34]
  • Eu Vih (online)[35]
  • Boonde (online)[36]

Rádios[editar | editar código-fonte]

  • Rádio Marconi AM [37]
  • Rádio Radiativa FM [38]

Canais de TV[editar | editar código-fonte]

Em Paraguaçu Paulista há diversas opções de canais de TV aberta e fechada, como Globo (digital), SBT (digital), Band (digital), Rede Vida (digital), Rede Record (digital), Mix TV (digital), TV Canção Nova (digital), TV Câmara (digital), TV Câmara Municipal Assis (Digital) e TV ALESP (digital)[39] Desde 29 de Novembro de 2018 o sinal aberto de televisão é feito apenas digitalmente, tendo sido o sinal analógico desativado desde então[40]

Estância turística[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Estância turística (São Paulo)

Paraguaçu Paulista é um dos 29 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar, junto a seu nome, o título de "estância turística", termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

Turismo[41][editar | editar código-fonte]

  • Trem Turístico Moita Bonita
  • Estação Ferroviária de Paraguaçu Paulista
  • Fonte Luminosa
  • Jardim das Cerejeiras
  • Concha Acústica
  • Teatro Municipal "Lucila Nascimento"
  • Parque Aquático Benedicto Benício (Balneário)
  • Centro de Convenções Mario Covas
  • Expo Paraguaçu - Centro de Convergência
  • Casa do Artesão
  • Centro Histórico e Cultural Isidoro Baptista
  • Museu e Arquivo Histórico Jornalista José Jorge Junior
  • Parque de aventura
  • Cachoeiras e Resort Águas das Araras

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Câmara de vereadores[editar | editar código-fonte]

Ver: Lista de vereadores de Paraguaçu Paulista

Feriados[editar | editar código-fonte]

Em Paraguaçu Paulista há três feriados municipais, oito feriados nacionais e três pontos facultativos. Os feriados municipais são: Sexta-feira Santa, Corpus Christi, dia 12 de Março - Aniversario de Paraguaçu Paulista e Finados. De acordo com a lei federal nº 9.093 de 12 de setembro de 1995, os municípios podem ter no máximo quatro feriados municipais, já incluída a Sexta-Feira Santa

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Índice de Desenvolvimento Humano». IBGE. IBGE. 2010. Consultado em 15 de julho de 2020 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 24 de setembro de 2013 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. Ampudia.com.br. História sobre Paraguaçu Paulista. Disponível em http://www.ampudia.com.br/paraguacu_historia.html. Acesso em 5 de fevereiro de 2013.
  8. Ampudia.com.br. História sobre Paraguaçu Paulista. Disponível em http://www.ampudia.com.br/paraguacu_historia.html. Acesso em 5 de fevereiro de 2013.
  9. «Paraguaçu Paulista São Paulo - SP Histórico» (PDF). IBGE. 29 de novembro de 2010. Consultado em 9 de abril de 2013 
  10. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
  11. «Paraguaçu Paulista - Informações sobres o município e a prefeitura». www.cidade-brasil.com.br. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  12. «Paraguaçu Paulista». Instituto Florestal. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  13. «Empresa estrangeira mapeia subsolo paraguaçuense em busca de gás, minério e petróleo». i7 Notícias. 22 de setembro de 2015. Consultado em 6 de abril de 2019 
  14. «Geólogo considera provável a existência de petróleo e gás natural na região - Assiscity | Últimas Notícias de Assis e região». www.assiscity.com. Consultado em 6 de abril de 2019 
  15. «A Cidade - Prefeitura de Paraguaçu Paulista». www.eparaguacu.sp.gov.br. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  16. a b «Clima Paraguaçu Paulista: Temperatura, Tempo e Dados climatológicos Paraguaçu Paulista - Climate-Data.org». pt.climate-data.org. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  17. a b c d «Panorama de Paraguaçu Paulista». cidades.ibge.gov.br. IBGE. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  18. «Todos os bairros de Paraguaçu Paulista - SP - Tudo Campinas». www.tudoaquisaude.com.br. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  19. «Paraguaçu Paulista - Informações sobres o município e a prefeitura». www.cidade-brasil.com.br. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  20. «Secretarias - Prefeitura de Paraguaçu Paulista». www.eparaguacu.sp.gov.br. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  21. «Faculdades Gammon». www.faculdadesgammon.edu.br. Consultado em 15 de julho de 2020 
  22. «PM divulga índices de criminalidade: homicídios caem 100% e estupro cresce 600%». i7 Notícias. 22 de setembro de 2015. Consultado em 5 de setembro de 2019 
  23. «Cerca de 75% dos criadouros do mosquito Aedes aegypti estão dentro das residências». i7 Notícias. 22 de setembro de 2015. Consultado em 27 de fevereiro de 2020 
  24. «Paraguaçu Paulista -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 10 de agosto de 2020 
  25. «Trens da linha-tronco da Sorocabana -- Trens de passageiros do Brasil». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 10 de agosto de 2020 
  26. «Relação do patrimônio da Empresa Telefônica Paulista incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  27. «Telesp assume controle da Cia. Telefônica Rio Preto e da Empresa Telefônica Paulista». Acervo O Estado de São Paulo 
  28. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  29. «Nossa História». Telefônica. Consultado em 15 de julho de 2020 
  30. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  31. «i7 Notícias». i7 Notícias. Consultado em 15 de julho de 2020 
  32. «TV Paraguaçu». TV Paraguaçu. Consultado em 15 de julho de 2020 
  33. «Em Paraguaçu - Professional control». Em Paraguaçu. Consultado em 15 de julho de 2020 
  34. «Paraguacity - Notícias de Paraguaçu Paulista SP e região hoje». www.paraguacity.com. Consultado em 15 de julho de 2020 
  35. «Euvih.com.br - O melhor conteúdo da região de Paraguaçu Paulista». www.euvih.com.br. Consultado em 15 de julho de 2020 
  36. «Boonde.com.br». boonde.com.br. Consultado em 15 de julho de 2020 
  37. «Marconi AM Paraguaçú Paulista/SP». Sistema Sucesso. Consultado em 16 de julho de 2020 
  38. «Home». Radiativa 99,5 FM. Consultado em 16 de julho de 2020 
  39. «Paraguaçu Paulista - PORTAL BSD». www.portalbsd.com.br. Consultado em 15 de julho de 2020 
  40. «Sinal analógico será desligado dia 29 de novembro em Assis e região» 
  41. «TURISMO E PASSEIO». eparaguacu.sp.gov.br. Prefeitura de Paraguaçu Paulista. Consultado em 15 de julho de 2020 
  42. Marília, Do G1 Bauru e (6 de fevereiro de 2015). «Novo presidente da Petrobras iniciou carreira em Paraguaçu Paulista». Bauru e Marília. Consultado em 15 de julho de 2020 
  43. «Sobre». Dante Mantovani. Consultado em 15 de julho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paraguaçu Paulista
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.