SBT Mato Grosso do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Campo Grande)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde julho de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
SBT MS
Rede Centro Oeste de Rádio e Televisão Ltda.
SBT MS.png
Av. Calógeras, 315 - Vila Americana
Cidade de concessão Campo Grande, MS
Canais
8 VHF analógico
28 UHF e 8.1 virtual digital
Outros canais Lista de retransmissoras
Slogan Faz parte de você.
Rede SBT
Rede(s) anterior(es) REI (1980-1981)
Pertence a Fundação Internacional de Comunicação
Proprietário Rede Centro-Oeste de Rádio e Televisão
Fundação 11 de outubro de 1980 (37 anos)
Prefixo ZYA 944
Nome(s) anteriore(s) TV Campo Grande (1980-2011)
Cobertura 97,5% de Mato Grosso do Sul
Potência 100 Kw
Página oficial Página oficial

O SBT MS é um empreendimento da Fundação Internacional de Comunicação, do pastor evangélico e empresário R.R. Soares e pertencente a Rede Centro-Oeste de Rádio e Televisão.[1] É uma das primeiras e mais importantes afiliadas do SBT, uma emissora com forte identificação com os sul-mato-grossenses, com uma programação que faz parte de seu cotidiano, que tem a sua linguagem e seus hábitos.

Atualmente, está arrendada ao líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, R. R. Soares, por um período de 5 anos.[2] Foi inaugurada em 11 de outubro de 1980 e seu fundador foi José Maria Hugo Rodrigues proprietário do Grupo Correio do Estado da qual a emissora ainda faz parte.

História[editar | editar código-fonte]

A então TV Campo Grande entrou no ar no dia 11 de outubro de 1980,[1] uma emissora que nascia com o propósito de apresentar uma programação diversificada com muita produção regional, que a partir de 10 de agosto de 1981 deixa a REI, e passa a integrar o SBT, que nem havia sido inaugurado, como uma das primeiras emissoras afiliadas. Os programas locais da emissora marcaram uma época em que fazer televisão era um desafio e exigia muito mais dos profissionais, antigamente quando não havia recursos tecnológicos, os apresentadores tinham de fazer ao vivo.[1]

Em 11 de março de 2009, a Fundação Internacional de Comunicação arrenda a emissora do Grupo Correio do Estado por um período de 5 anos que vencerá em 2014.[3]

Em setembro de 2011, a emissora muda seu nome para SBT MS.[4]

Vice-líder em Campo Grande[editar | editar código-fonte]

O SBT MS possui a segunda maior audiência diária da televisão sul-mato-grossense segundo os dados do IBOPE de 2010, medidos na praça de Campo Grande, com uma programação local forte e de referência para todos os telespectadores do estado.[5]

Abrangência[editar | editar código-fonte]

No ano 2000 a televisão começa a investir em tecnologia para a interiorização do seu sinal que, a partir desta data, começa a transmitido via satélite através do BrasilSat B4. Esta tecnológia permitiu a instalação de repetidoras em quase todo Mato Grosso do Sul. Atualmente a televisão chega a 74 dos 79 municípios do Mato Grosso do Sul, praticamente 97,5% da população local. Em 2013 a emissora começa a migrar seu sinal para o satélite StarOne C3, assim os técnicos da emissora tiveram se ir em cada cidade com repetidora instalada fazer a migração da antena para o satélite C3. Em 2016, a emissora mais uma vez migra o seu sinal de satélite, desta vez para o satélite Eutelsat 65 West A, um satélite bem mais barato comparado com os da Embratel StarOne, novamente os técnicos foram em todas as cidades do estado com repetidora para mudar a antena para o então satélite Eutelsat 65 West A. [6]

Sinal[editar | editar código-fonte]

 Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
8.1 28 UHF 1080i Programação principal do SBT MS / SBT
Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, o SBT MS, bem como as outras emissoras de Campo Grande, irá cessar suas transmissões pelo canal 8 VHF em 28 de novembro de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[7]

Referências

  1. a b c «Nossa História». SBT MS. Consultado em 9 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  2. «Igreja da Graça, de R.R. Soares, arrenda TV Campo Grande». Campo Grande News. 22 de março de 2009. Consultado em 9 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2017 
  3. Institucional - Quem somos. Acessado em 28 de setembro de 2011
  4. R. R. Soares muda nome da TV Campo Grande para SBT MS. Acessado em 28 de setembro de 2011.
  5. SBT MS, Institucional. Acessado em 19 de dezembro de 2010.
  6. Abrangência do SBT MS Acessado em 19 de dezembro de 2010.
  7. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 4 de abril de 2017