UFC 210

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
UFC 210: Cormier vs Johnson 2
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02017-04-08 8 de abril de 2017
Local KeyBank Center
Cidade Estados Unidos Buffalo, Nova Iorque
Público 17.110
Arrecadado US$ 2.000.000
Cronologia
UFC Fight Night: Manuwa vs. Anderson UFC 210: Cormier vs Johnson 2 UFC on Fox: Johnson vs. Reis

UFC 210: Cormier vs. Johnson 2 foi um evento de artes marciais mistas (MMA) produzido pelo Ultimate Fighting Championship, realizado no dia 8 de abril de 2017, no KeyBank Center, em Buffalo, Nova Iorque.[1]

Background[editar | editar código-fonte]

KeyBank Center marcou o primeiro retorno do UFC para Buffalo em quase 22 anos.

O evento foi o segundo que o UFC recebe em Buffalo, com o primeiro sendo o UFC 7, em 1995. O evento foi o primeiro a ser realizado em Buffalo desde o fim da proibição da realização de eventos de MMA no estado de Nova Iorque, no início de 2016.[1]

Uma revanche pelo Cinturão Meio Pesado do UFC entre o atual campeão, Daniel Cormier, e Anthony Johnson, foi a luta principal do evento.[2] A luta aconteceu anteriormente em maio de 2015, no UFC 187, com Cormier vencendo a luta (e ganhando o cinturão vago) por finalização no terceiro round.[3] Esta revanche estava originalmente programada para acontecer no UFC 206, mas Cormier retirou-se devido a uma lesão na virilha, e a luta foi adiada.[4]

Uma controvérsia surgiu na pesagem, quando Cormier, que tinha inicialmente pesado 1,2 libras (0,5 kg) acima do limite de 205 libras (93 kg), minutos depois, pesou exatamente 205 libras. Um vídeo foi gravado mostrando Cormier apoiando-se em uma toalha mantida por um colega de equipe, mas os oficiais da Comissão Atlética do Estado de Nova Iorque (NYSAC) negaram tais alegações.[5]

A estreante na organização, Pearl Gonzalez, enfrentaria Cynthia Calvillo no evento. Ela foi removida da luta depois que autoridades da NYSAC confirmaram que ela não poderia lutar no estado por causa de seus implantes nos seios, que são proibidos entre os competidores de esportes de combate.[6] Mais tarde, a decisão foi revertida, e a luta foi autorizada para ocorrer como programada.[7]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Card Principal
Categoria Método Round Tempo Notas
Meio-Pesados

Estados Unidos Daniel Cormier (c)

derrotou

Estados Unidos Anthony Johnson

Finalização (Mata Leão)

2

2:37

Nota 1

|

Médios

Países Baixos Gegard Mousasi

derrotou

Estados Unidos Chris Weidman

Nocaute Técnico (Joelhadas)

2

3:13

|

Palhas Feminino

Estados Unidos Cynthia Calvillo

derrotou

Estados Unidos Pearl Gonzalez

Finalização (Mata Leão)

3

3:45

|

Meio-Médios

Brasil Thiago Alves

derrotou

Canadá Patrick Côté

Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27)

3

5:00

|

Leves

Brasil Charles Oliveira

derrotou

Estados Unidos Will Brooks

Finalização (Mata Leão em Pé)

1

2:30

|

Card Preliminar (Fox Sports 1)
Penas

Estados Unidos Myles Jury

derrotou

Estados Unidos Mike De La Torre

Nocaute Técnico (Socos)

1

3:30

|

Meio-Médios

Nigéria Kamaru Usman

derrotou

Estados Unidos Sean Strickland

Decisão Unânime (30-27, 30-26 e 30-26)

3

5:00

|

Penas

Estados Unidos Shane Burgos

derrotou

Estados Unidos Charles Rosa

Nocaute Técnico (Socos)

3

1:59

|

Meio-Pesados

Estados Unidos Patrick Cummins

derrotou

Polónia Jan Błachowicz

Decisão Majoritária (29-28, 29-28 e 28-28)

3

5:00

|

Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Leves

Estados Unidos Gregor Gillespie

derrotou

Estados Unidos Andrew Holbrook

Nocaute (Socos)

1

0:21

|

Leves

Estados Unidos Desmond Green

derrotou

Estados Unidos Josh Emmett

Decisão Dividida (28-29, 29-28 e 30-27)

3

5:00

|

Galos Feminino

Estados Unidos Katlyn Chookagian

derrotou

México Irene Aldana

Decisão Dividida (28-29, 29-28 e 29-28)

3

5:00

|

Moscas

Rússia Magomed Bibulatov

derrotou

Filipinas Jenel Lausa

Decisão Unânime (29-26, 29-26 e 29-26)

3

5:00

Nota 2

|

Nota 1 Pelo Cinturão Meio Pesado do UFC.
Nota 2 Bibulatov teve um ponto descontado no segundo round devido a golpes baixos.

Bônus da Noite[editar | editar código-fonte]

Os lutadores receberam $50.000 de bônus

  • Luta da Noite: Estados Unidos Shane Burgos vs. Estados Unidos Charles Rosa
  • Performance da Noite: Estados Unidos Gregor Gillespie e Brasil Charles Oliveira

Referências

  1. a b Staff (15 de janeiro de 2017). «UFC returns to Buffalo for first time since 1995 with UFC 210 on April 8». mmajunkie.com. Consultado em 15 de janeiro de 2017 
  2. Ariel Helwani (25 de janeiro de 2017). «Daniel Cormier vs. Anthony Johnson 2 set for UFC 210». mmafighting.com. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  3. Steven Marrocco (24 de maio de 2015). «UFC 187 results: Daniel Cormier wears down Anthony Johnson for third-round tap». mmajunkie.com. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  4. Staff (25 de novembro de 2016). «Report: Daniel Cormier injured, forced out of UFC 206 headliner vs. Anthony Johnson». mmajunkie.com. Consultado em 25 de novembro de 2016 
  5. Brett Okamoto (7 de abril de 2017). «Daniel Cormier needs two attempts to make weight for light heavyweight title fight». espn.com. Consultado em 7 de abril de 2017 
  6. Staff (7 de abril de 2017). «Breast implants rule Pearl Gonzalez out of Saturday's UFC 210 event». mmajunkie.com. Consultado em 7 de abril de 2017 
  7. Marc Raimondi (7 de abril de 2017). «Pearl Gonzalez vs. Cynthia Calvillo fight back on for UFC 210». mmafighting.com. Consultado em 7 de abril de 2017