UFC 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC 4: Revenge of the Warriors
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 16 de dezembro de 1994
Local Expo Square Pavilion
Cidade Estados Unidos Tulsa, Oklahoma
Público 5 857
Vendas (PPV) 120 000
Cronologia
UFC 3: The American Dream UFC 4: Revenge of the Warriors UFC 5: The Return of the Beast

UFC 4: The Revenge of the Warriors foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido em 01994-12-16 16 de dezembro de 1994 no Expo Center Pavilion em Tulsa, Oklahoma. O evento foi transmitido ao vivo em pay-per-view e mais tarde lançado em VHS.

Foi a partir deste UFC que o árbitro passou a ter o poder de encerrar a luta. Segundo O árbitro "Big" John McCarthy "Em muitas ocasiões os caras do córner eram estúpidos e não jogavam a toalha, mesmo eu pedindo. Então, fui até o Rorion e expliquei: "Não vou fazer isso de novo. Alguém vai sair daqui seriamente machucado, porque muitos não sabem se defender como seu irmão (Royce) e eu não posso parar a luta". Então, a partir do UFC 4, os árbitros passaram a ter o poder de interromper a luta, e isso levou o esporte a um nível maior de segurança".[1]

Background[editar | editar código-fonte]

O UFC 4 usou um formato de "torneio de oito", com uma premiação de US$64.000. O evento também teve 3 lutas reservas. As 7 lutas do evento foram transmitidas ao vivo no pay-per-view, além de uma das lutas reservas.

O torneio não possuía divisões ou limites de peso. Nenhuma luta tinha rounds ou limite de tempo, então jurados não eram necessários. O árbitro para o evento foi "Big" John McCarthy. Royce Gracie foi o campeão ao derrotar Dan Severn com um triângulo. O evento também teve a famosa luta entre Keith Hackney e Joe Son, Hackney ganhou por finalização ao acertar socos sem resposta em Son.

Os comentaristas esportivos Bruce Beck e Jeff Blatnick foram colocados juntos pela primeira vez para transmitir o evento no pay-per-view, e virou o time de comentaristas regular do UFC até o UFC 15, juntos com o contribuinte Jim Brown.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Final do Torneio
Método Tempo Notas
Brasil Royce Gracie derrotou Estados Unidos Dan Severn Finalização (triângulo) 15:49
Semifinal do Torneio
Estados Unidos Dan Severn derrotou Estados Unidos Marcus Bossett Finalização (mata-leão) 0:52
Brasil Royce Gracie derrotou Estados Unidos Keith Hackney Finalização (chave de braço) 5:32
Quartas de Final do Torneio
Estados Unidos Dan Severn derrotou Estados Unidos Anthony Macias Finalização (mata-leão) 1:45
Estados Unidos Steve Jennum derrotou Estados Unidos Melton Bowen Finalização (chave de braço) 4:47
Estados Unidos Keith Hackney derrotou Estados Unidos Joe Son Finalização (estrangulamento) 2:44
Brasil Royce Gracie derrotou Estados Unidos Ron van Clief Finalização (mata-leão) 3:59
Lutas reservas
Estados Unidos Guy Mezger derrotou Canadá Jason Fairn Nocaute técnico (interrupção do córner) 2:13
Estados Unidos Marcus Bossett derrotou Brasil Eldo Dias Xavier Nocaute 4:55
Estados Unidos Joe Charles derrotou Estados Unidos Kevin Rosier Finalização (chave de braço) 0:14

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  Quartas de Final Semifinal Final
                           
  Brasil  Royce Gracie FIN  
Estados Unidos  Ron van Clief 3:59  
  Brasil  Royce Gracie FIN  
  Estados Unidos  Keith Hackney 5:32  
Estados Unidos  Keith Hackney FIN
  Estados Unidos  Joe Son 2:44  
    Brasil  Royce Gracie FIN
  Estados Unidos  Dan Severn 15:49
  Estados Unidos  Steve Jennum FIN  
Estados Unidos  Melton Bowen 4:47  
  Estados Unidos  Marcus Bossett[a] 0:52
  Estados Unidos  Dan Severn FIN  
Estados Unidos  Dan Severn FIN
  Estados Unidos  Anthony Macias 1:45  


  • a. ^ Steve Jennum teve que desistir devido a ferimento. Ele foi substituído por Marcus Bossett.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

  1. esporte.uol.com.br/ Lenda do MMA, árbitro lembra bizarrices no octógono e luta polêmica com Aldo