UFC 212

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC 212: Aldo vs. Holloway
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02017-06-03 3 de junho de 2017
Local Jeunesse Arena
Cidade Brasil Rio de Janeiro
Público 15.412
Cronologia
UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira UFC 212: Aldo vs. Holloway UFC Fight Night: Lewis vs. Hunt

UFC: 212 Aldo vs. Holloway foi um evento de artes marciais mistas (MMA) produzido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido no dia 3 de junho de 2017, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.[1]

Background[editar | editar código-fonte]

A unificação do Cinturão Peso Pena do UFC entre o atual campeão, José Aldo, e o atual campeão interino, Max Holloway, foi o combate principal do evento.[1][2]

O vencedor do The Ultimate Fighter: Team Jones vs. Team Sonnen, no peso-médio, Kelvin Gastelum, enfrentaria neste evento o ex-Campeão Peso-Médio do UFC, Anderson Silva. No entanto, em 6 de abril, ele foi retirado da luta depois de ser notificado por uma possível violação na política antidoping pela USADA, decorrente de sua luta mais recente, contra Vitor Belfort. Gastelum testou positivo para Carboxy-Tetrahydrocannabinol (Carboxy-THC), que é um metabólito da maconha e/ou do haxixe, acima da tolerância de 180 ng/mL permitidos pelo padrão da Agência Mundial Antidoping (WADA). A amostra no período de competição foi coletada na noite em que Gastelum lutou, em 11 de março, no Brasil. Ele recebeu uma suspensão provisória como resultado do teste de drogas positivo, e teve um processo completo de adjudicação.[3] A partir de 10 de abril, foi confirmado que o ex-Campeão Peso-Médio do Strikeforce e ex-Campeão Peso-Médio do UFC, Luke Rockhold, aceitou ser o substituto de Gastelum.[4] Por sua vez, Silva descartou a ideia um dia depois, citando que Rockhold está vindo de derrota e, por isso, não faria sentido. Em vez disso, Silva alçou um combate contra Uriah Hall, ou uma revanche contra o semi-aposentado Nick Diaz.[5] Em 1 de maio, Silva deu ao UFC um ultimato: ou ele lutaria contra o Medalhista de Prata nos Jogos Olímpicos de 2000 e ex-campeão mundial em freestyle wrestling, Yoel Romero, pelo título interino do peso-médio, ou ele se aposentaria.[6] Porém, apesar de ter dois meses para garantir um oponente, Silva e os funcionários da promoção confirmaram, no dia 11 de maio, que ele não competiria mais neste evento.[7][8]

Felipe Arantes enfrentaria Iuri Alcântara neste evento. Contudo, em 11 de maio, Arantes foi retirado da luta por motivos não revelados, e foi substituído pelo recém-chegado na organização, Brian Kelleher.[9]

Uma luta no peso-leve entre o vencedor do The Ultimate Fighter: Brasil 2 no peso-meio-médio, Leonardo Santos, e Olivier Aubin-Mercier, foi agendada para este evento, mas foi desfeita no dia 18 de maio, após Aubin-Mercier lesionar-se. Com isso, Santos decidiu que não lutaria mais neste card.[10]

Card Oficial[editar | editar código-fonte]

Card Principal
Categoria Método Round Tempo Notas
Penas Estados Unidos Max Holloway (ci) derrotou Brasil José Aldo (c) Nocaute Técnico (Socos) 3 4:13 Nota 1
Palhas Feminino Brasil Cláudia Gadelha derrotou Polónia Karolina Kowalkiewicz Finalização (Mata-Leão) 1 3:03
Médios Brasil Vitor Belfort derrotou Estados Unidos Nate Marquardt Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28) 3 5:00
Médios Brasil Paulo Borrachinha derrotou Nigéria Oluwale Bamgbose Nocaute Técnico (Socos) 2 1:06
Meio-Médios Estados Unidos Yancy Medeiros derrotou Brasil Erick Silva Nocaute Técnico (Socos) 2 2:01
Card Preliminar (Fox Sports 1)
Galos Brasil Raphael Assunção derrotou Brasil Marlon Moraes Decisão Dividida (28-29, 29-28 e 30-27) 3 5:00
Médios Brasil Antônio Carlos Júnior derrotou Estados Unidos Eric Spicely Finalização (Mata-Leão) 2 3:49
Galos Estados Unidos Matthew Lopez derrotou Brasil Johnny Eduardo Nocaute Técnico (Socos) 1 2:57
Galos Estados Unidos Brian Kelleher derrotou Brasil Iuri Alcântara Finalização (Guilhotina) 1 1:48
Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Palhas Feminino Brasil Viviane Pereira derrotou Estados Unidos Jamie Moyle Decisão Unânime (29-28, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Meio-Médios Brasil Luan Chagas derrotou Inglaterra Jim Wallhead Finalização (Mata-Leão) 2 4:48
Moscas Brasil Deiveson Alcântara Figueiredo derrotou México Marco Beltrán Nocaute Técnico (Interrupção do Córner) 2 5:00

Nota 1 Unificação do Cinturão Peso Pena do UFC.

Bônus da Noite[editar | editar código-fonte]

Os lutadores receberam $50.000 de bônus

Referências

  1. a b Iolando Neto (10 de fevereiro de 2017). «UFC 212: José Aldo and Max Holloway set to unify title». foxsports.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2017 
  2. Jim Edwards (10 de fevereiro de 2017). «José Aldo vs. Max Holloway set for UFC 212 in Brazil». flocombat.com. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  3. Damon Martin (6 de abril de 2017). «Kelvin Gastelum pulled from fight with Anderson Silva after testing positive for marijuana». foxsports.com. Consultado em 6 de abril de 2017 
  4. Mike Bohn and Ken Hathaway (10 de abril de 2017). «Luke Rockhold offered to fight Anderson Silva at UFC 212; Dana White says it's 'a process'». mmajunkie.com. Consultado em 10 de abril de 2017 
  5. Mike Bohn (11 de abril de 2017). «Anderson Silva dismisses potential Rockhold, Belfort matchups at UFC 212, open to Romero or Diaz rematch». mmajunkie.com. Consultado em 11 de abril de 2017 
  6. Marc Raimondi (1 de maio de 2017). «Fired-up Anderson Silva says he'll retire if UFC doesn't book interim title fight against Yoel Romero». mmafighting.com. Consultado em 3 de maio de 2017 
  7. Gabriel Carvalho (8 de maio de 2017). «Anderson Silva announces he will not fight at UFC 212». olimpomma.com. Consultado em 8 de maio de 2017  (português)
  8. Staff (11 de maio de 2017). «Yup, it's official: No Anderson Silva at UFC 212». mmajunkie.com. Consultado em 11 de maio de 2017 
  9. Marcelo Barone and Marcelo Russio (11 de maio de 2017). «Sertanejo out, Iuri Marajó will face newcomer Brian Kelleher at UFC Rio 8». sportv.globo.com. Consultado em 11 de maio de 2017  (português)
  10. Staff (18 de maio de 2017). «Olivier Aubin-Mercier vs. Leonardo Santos pulled from UFC 212 in Rio de Janeiro». mmajunkie.com. Consultado em 18 de maio de 2017