UFC Fight Night: Bader vs. Nogueira 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC Fight Night: Bader vs. Nogueira
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02016-11-19 19 de novembro de 2016
Local Ginásio do Ibirapuera
Cidade Brasil São Paulo
Público 9 028[1]
Cronologia
UFC Fight Night: Mousasi vs. Hall 2 UFC Fight Night: Bader vs. Nogueira UFC Fight Night: Whittaker vs. Brunson

UFC Fight Night: Bader vs. Nogueira 2 (UFC Fight Night 100) foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, que ocorreu no dia 02016-11-19 19 de novembro de 2016 no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no Brasil.[2]

Background[editar | editar código-fonte]

Era esperado que o evento contasse com Alexander Gustafsson e Antônio Rogério Nogueira na luta principal. Esse combate já havia sido marcado como luta principal em outras duas ocasiões. A primeira foi em abril de 2012, no UFC on Fuel TV: Gustafsson vs. Silva, e a outra em março de 2014, no UFC Fight Night: Gustafsson vs. Manuwa. Em ambas as situações, Rogério saiu do evento devido à lesão. Contudo, em 30 de setembro, Gustafsson abandonou um combate por causa de uma contusão, sendo substituído por Ryan Bader. Na ocasião, Nogueira foi derrotado por Bader por decisão unânime.

Estava marcado que Michael Graves enfrentasse Sérgio Moraes. Entretanto, Graves foi retirado do evento em 3 de outubro depois de ele ser preso por violência doméstica.[3] Ele foi substituído por Zak Ottow.

Matheus Nicolau enfrentaria Ulka Sasaki no evento. Todavia, em 3 de novembro, Nicolau foi impedido de lutar após a USADA revelar uma potencial violação do antidoping devido a uma amostra coletada em 13 de outubro.[4] Por sua vez, Sasaki foi removido do evento, esperando ser escalado para um combate em outro evento.

Card Oficial[editar | editar código-fonte]

Card Principal (Fox Sports 1)
Categoria Método Round Tempo Notas
Meio-Pesados Estados Unidos Ryan Bader derrotou Brasil Antônio Rogério Nogueira Nocaute Técnico (Socos) 3 3:51
Galos Brasil Thomas Almeida derrotou Belize Albert Morales Nocaute Técnico (Socos) 2 1:37
Palhas Feminino Brasil Cláudia Gadelha derrotou Estados Unidos Cortney Casey Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Médios Polónia Krzysztof Jotko derrotou Brasil Thales Leites Decisão Unânime (29-27, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Meio-Médios Nigéria Kamaru Usman derrotou Brasil Warlley Alves Decisão Unânime (30-27, 30-26 e 29-28) 3 5:00
Meio-Médios Brasil Sérgio Moraes derrotou Estados Unidos Zak Ottow Decisão Dividida (28-29, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Card Preliminar (Fox Sports 1)
Médios Brasil Cézar Ferreira derrotou Noruega Jack Hermansson Finalização (Katagatame) 2 2:11
Meio-Pesados Rússia Gadzhimurad Antigulov derrotou Brasil Marcos Rogério de Lima Finalização (Guilhotina) 1 1:07
Galos Brasil Johnny Eduardo derrotou Arménia Manvel Gamburyan Nocaute Técnico (Socos) 2 0:46
Pesados Brasil Luis Henrique derrotou Dinamarca Christian Colombo Finalização (Guilhotina) 3 2:12
Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Galos Brasil Pedro Munhoz derrotou Estados Unidos Justin Scoggins Finalização (Guilhotina) 2 1:54
Meio-Pesados Brasil Francimar Barroso e Inglaterra Darren Stewart Sem Resultado (Headbutt inadvertido) 1 1:34

Referências

  1. «UFC Fight Night 100 draws announced attendance of 9,028». MMAjunkie.com. 20 de novembro de 2016. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  2. Marcelo Barone e Marcelo Russio (20 de novembro de 2016). «Ryan Bader anula Minotouro, frustra brasileiros e vence no UFC São Paulo». Sportv.globo.com. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  3. Combate.com (4 de outubro de 2016). «Graves é preso nos EUA e Serginho Moraes fica sem adversário no UFC SP». sportv.globo.com. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  4. Combate.com (4 de novembro de 2016). «Matheus Nicolau é retirado do UFC São Paulo por suspeita de doping». sportv.globo.com. Consultado em 18 de dezembro de 2016 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]