UFC 183

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC 183: Silva vs. Diaz
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02015-01-31 31 de janeiro de 2015
Local MGM Grand Garden Arena
Cidade Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Público 13 114
Arrecadado U$4 500 000
Cronologia
UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson UFC 183: Silva vs. Diaz UFC Fight Night: Henderson vs. Thatch

UFC 183: Silva vs. Diaz foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido em 02015-01-31 31 de janeiro de 2015 no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Nevada.[1]

Background[editar | editar código-fonte]

O evento era esperado por contar com a volta do ex-Campeão Peso-Médio do UFC Anderson Silva, após uma séria lesão sofrida no final de 2013, enfrentando Nick Diaz, que também retornava após uma rápida aposentadoria. Por tudo isso, o combate entre eles foi a luta principal do evento.[2]

Uma luta os pesos moscas Ian McCall e John Lineker aconteceria no UFC Fight Night: Shogun vs. St. Preux. No entanto, a luta teve que ser cancelada devido a um problema de saúde de McCall e foi remarcada para esse evento.[2][3]

A luta entre os peso-médios Ed Herman e Derek Brunson aconteceria no UFC on Fox: dos Santos vs. Miocic. Porém, a luta foi cancelada no dia do evento devido a um problema no estômago de Brunson e a luta foi remarcada para esse evento.[2][3]

A luta entre os peso-penas Diego Brandão e Jimy Hettes foi cancelada no dia do evento. Jimy Hettes passou mal nos vestiários e a organização retirou a luta do evento.[4] A luta entre Anderson Silva vs Nick Diaz ficou sem resultado, apos ambos serem flagrados no exame antidoping

Card Oficial[editar | editar código-fonte]

Card Principal
Categoria Método Round Tempo Notas
Médios Brasil Anderson Silva vs. Estados Unidos Nick Diaz Sem resultado (resultado alterado) 5 5:00 Nota 1
Meio-Médios Estados Unidos Tyron Woodley derrotou Estados Unidos Kelvin Gastelum Decisão dividida (29–28; 28–29 e 30–27) 3 5:00 Nota 2
Leves Estados Unidos Al Iaquinta derrotou Estados Unidos Joe Lauzon Nocaute técnico (socos) 2 3:34
Médios Brasil Thales Leites derrotou Estados Unidos Tim Boetsch Finalização (katagatame) 2 3:45
Meio-Médios Brasil Thiago Alves derrotou Canadá Jordan Mein Nocaute técnico (socos) 2 0:39
Card Preliminar (Fox Sports 1)
Galos Feminino Estados Unidos Miesha Tate derrotou Estados Unidos Sara McMann Decisão majoritária (29–28; 29–27 e 28–28) 3 5:00
Médios Estados Unidos Derek Brunson derrotou Estados Unidos Ed Herman Nocaute técnico (socos) 1 0:36
Moscas Brasil John Lineker derrotou Estados Unidos Ian McCall Decisão unânime (29–28; 29–28 e 29–28) 3 5:00 Nota 3
Médios Brasil Rafael Natal derrotou Inglaterra Tom Watson Decisão unânime (30–26, 30–27, 30–27) 3 5:00
Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Médios Brasil Ildemar Alcântara derrotou Brasil Richardson Moreira Decisão dividida (29–28; 28–29 e 29–28) 3 5:00
Médios Brasil Thiago de Lima Santos derrotou Estados Unidos Andy Enz Nocaute técnico (socos) 1 1:56

Nota 1 Originalmente, o combate terminou com a vitória de Anderson Silva por decisão unânime (49–46, 50–45, 50–45). Contudo, ambos os lutadores falharam no antidoping. Anderson testou positivo para drostanolona e androsterona. E Nick Diaz para cannabis.
Nota 2 Gastelum não bateu o peso.
Nota 3 Lineker não bateu o peso.

Bônus da Noite[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Anderson Silva tem licença aprovada para UFC 183; McCarthy será árbitro». combate.com. 12 de janeiro de 2015 
  2. a b c «No retorno, Anderson Silva promete fazer "melhor luta da história do UFC"». globo.com. Consultado em 31 de Janeiro de 2015 
  3. a b Staff (30 de janeiro de 2015). «UFC 183 official weigh-in results: Gastelum, Lineker ridiculously overweight». MMAJunkie.com. Consultado em 30 de janeiro de 2015 
  4. «Americano passa mal, e brasileiro é retirado do card da volta de Anderson ao UFC». Espn. Consultado em 1 de Fevereiro de 2015 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Website oficial (em inglês)