UFC 173

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC 173: Barão vs. Dillashaw
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02014-05-24 24 de maio de 2014
Local MGM Grand Garden Arena
Cidade Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Cronologia
UFC Fight Night: Brown vs. Silva UFC 173: Barão vs. Dillashaw UFC Fight Night: Muñoz vs. Mousasi

UFC 173: Barão vs. Dillashaw foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido em 02014-05-24 24 de maio de 2014 no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Background[editar | editar código-fonte]

O evento principal iria ser a disputa pelo Cinturão Peso Médio do UFC entre o campeão Chris Weidman e o desafiante Vitor Belfort. Porém, cerca de três meses antes da luta, a Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) baniu o TRT (Tratamento de Reposição de Testosterona), do qual Belfort era adepto.[1] Como o tempo para a adaptação sem a TRT era longo, Belfort saiu da luta e em seu lugar foi colocado o ex-Campeão Meio Pesado do UFC Lyoto Machida.[2] Porém, Weidman se lesionou e a luta foi movida para o UFC 175.[3] Em 28 de Março de 2014, o presidente do UFC Dana White confirmou que o brasileiro Renan Barão irá defender o Cinturão Peso Galo do UFC contra o americano TJ Dillashaw na luta principal do evento.[4]

O co-evento principal seria entre os técnicos do The Ultimate Fighter: Brasil 3 Wanderlei Silva e Chael Sonnen.[5] Porém, a luta foi movida para 31 de maio de 2014 em um evento UFC Fight Night.[6] O co-evento principal então seria a luta entre os pesados Junior dos Santos e Stipe Miocic.[7] Porém, essa luta foi movida para ser o evento principal do UFC Fight Night: Dos Santos vs. Miocic.

Dillashaw enfrentaria Takeya Mizugaki no card, como foi movido para a luta pelo cinturão foi substituído por Francisco Rivera.

Era esperado que Yves Edwards e Piotr Hallmann se enfrentassem no evento, porém, a luta foi movida para o UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov.[8]

Kyung Ho Kang enfrentaria Chris Holdsworth no evento, porém, uma lesão o fez sair da luta e ser substituído por Chico Camus.

Danny Mitchell iria enfrentar Li Jingliang no evento, mas uma lesão o forçou a sair da luta, sendo substituído por David Michaud.

Card Oficial[editar | editar código-fonte]

Card Principal
Categoria Vencedor Perdedor Método Round Tempo Notas
Galos Estados Unidos T.J. Dillashaw derrotou Brasil Renan Barão Nocaute Técnico (chute na cabeça e socos) 5 2:26 Nota 1
Meio-Pesados Estados Unidos Daniel Cormier derrotou Estados Unidos Dan Henderson Finalização (Mata-Leão) 3 3:53
Meio Médios Estados Unidos Robbie Lawler derrotou Estados Unidos Jake Ellenberger Nocaute Técnico (Joelhada e Socos) 3 3:06
Galos Japão Takeya Mizugaki derrotou Estados Unidos Francisco Rivera Decisão Unânime (29-28, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Leves Estados Unidos James Krause derrotou Estados Unidos Jamie Varner Nocaute Técnico (Lesão) 1 5:00
Card Preliminar (Fox Sports 1)
Leves Estados Unidos Michael Chiesa derrotou Brasil Francisco Trinaldo Decisão Unânime (30-26, 30-26 e 30-27) 3 5:00
Leves Estados Unidos Tony Ferguson derrotou Japão Katsunori Kikuno Nocaute Técnico (Soco) 1 4:06
Galos Estados Unidos Chris Holdsworth derrotou Estados Unidos Chico Camus Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Leves Canadá Mitch Clarke derrotou Estados Unidos Al Iaquinta Finalização Técnica (D'arce Choke) 2 0:57
Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Leves Estados Unidos Vinc Pichel derrotou Nigéria Anthony Njokuani Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 29-28) 3 5:00
Penas Estados Unidos Sam Sicilia derrotou Estados Unidos Aaron Phillips Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 30-27) 3 5:00
Meio Médios China Li Jingliang derrotou Estados Unidos David Michaud Decisão Dividida (29-28, 28-29 e 30-27) 3 5:00

Nota 1 Pelo Cinturão Peso Galo do UFC.

Bônus da Noite[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]