Big freeze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sendo o Big Bang a teoria mais aceita para o início do universo, o Big Freeze (ou Grande Congelamento) é considerado um dos dois fins possíveis. É um cenário no qual o universo tornaria-se demasiado frio para poder albergar vida devido à contínua expansão.

Esta hipótese pode vir a acontecer caso a geometria do universo seja plana ou hiperbólica, o que poderia indicar que o universo se expandiria para sempre.

Condições[editar | editar código-fonte]

Que a forma do universo seja hiperbólico ou plano, isto indica que continuará a sua expansão sem nunca ter fim, sendo assim, a partir de uma determinada altura, todas as galáxias além do grupo local delas, deixarão de ser visíveis no universo visível. Depois de mais tempo, todas as estrelas de todas as galáxias irão morrer e não ficará mais nada para haver novas galáxias e novas estrelas.

O universo passará a ser um lugar escuro e frio, com o espaço tornando-se cada vez mais esparso, e com a temperatura caindo cada vez mais em direção ao zero absoluto. Os grupos locais e galáxias possivelmente ficariam de afastados de tal forma que não seriam visíveis.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1] Future of the Universe and Possible Death
  • [2] Big Freeze Universe becomes too cold to sustain life