Juan Manuel Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Manuel Santos
57º Presidente da Colômbia Colômbia
Mandato 7 de agosto de 2010
a -
Antecessor(a) Álvaro Uribe
Vida
Nascimento 10 de Agosto de 1951 (62 anos)
Bogotá, Colômbia
Dados pessoais
Cônjuge María Clemencia Rodríguez
Partido Partido Social de Unidade Nacional (De la U)
Profissão Economista
Assinatura Assinatura de Juan Manuel Santos

Juan Manuel Santos Calderón GColIH (Bogotá, 10 de agosto de 1951) é um político colombiano e atual presidente do seu país. É membro do partido De la U (Partido Social de Unidad Nacional). Antes de ser eleito, também foi Ministro da Defesa no governo de Álvaro Uribe.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Juan Manuel Santos passou a maior parte de sua infância em Bogotá e frequentou a escola média e uma parte de seus anos no Colégio São Carlos. Seus últimos anos do ensino médio foram gastos como cadete na Escola Naval de Cartagena , onde se formou. Ele continuou seus estudos na Universidade de Kansas a obtenção de uma licenciatura em Economia e Administração. Enquanto frequentava a Universidade de Kansas juntou-se à Delta Upsilon Fraternidade. Mais tarde, adquiriu mestrado em Economia, Desenvolvimento Econômico e Administração Pública na London School of Economics, no mundo dos negócios e do jornalismo a partir de Harvard.[2]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Em 1994, Juan Manuel Santos fundou a Fundação Bom Governo[3] com o objetivo principal de ajudar e melhorar a governabilidade e a eficiência do governo colombiano.[4]

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de maio de 2010, Juan Manuel Santos liderou o primeiro turno das eleições presidenciais com 46,57% dos votos. No dia 20 de junho, ele disputou o segundo turno das eleições contra Antanas Mockus, que havia recebebido 21,5% dos votos. Juan acabou sendo então eleito com 68,9% dos votos (pouco mais de 9 milhões de votos), tornando-se o novo Presidente da Colômbia.[5]

A 14 de Novembro de 2012 foi agraciado com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique. A sua mulher María Clemencia Rodríguez foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito.[carece de fontes?]

Em 15 de junho de 2014, foi eleito para um segundo mandato pela Coalizão Unidade Nacional  (dos partidos De la U, parte dos conservadores, Colômbia Democrática e Movimento Colômbia Viva)[6] . Ele ganhou do candidato Óscar Iván Zuluaga ao conquistar 7,8 milhões (50,94%) de votos.[7]

Familiares[editar | editar código-fonte]

Santos faz parte de uma das famílias mais tradicionais da Colômbia. O irmão de seu avô Eduardo Santos foi Presidente da Colômbia 1938-1942 e proprietário do jornal El Tiempo. Seu pai, Enrique Santos Castillo, foi editor deste jornal por, pelo menos, 50 anos. Seu irmão, Enrique Santos Calderón, foi diretor do mesmo jornal durante 10 anos até que ele foi vendido ao Grupo Planeta da Espanha. Seu primo, Francisco Santos foi vice-presidente de Álvaro Uribe.[8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Juan Manuel Santos