Príncipe Akishino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fumihito
Príncipe Akishino
秋篠宮文仁親王殿下
Akishino-no-miya Fumihito shinnō denka
Prince Akishino 20091223.jpg
O Príncipe Akishino.
Governo
Consorte Princesa Akishino
Vida
Nascimento 22 de novembro de 1965 (49 anos)
Japão Tóquio, Japão
Filhos Mako
Kako
Hisahito
Pai Imperador Akihito
Mãe Imperatriz Michiko

O príncipe Akishino (秋篠宮文仁親王殿下 Akishino-no-miya Fumihito shinnō denka; nascido em 22 de novembro de 1965, em Tóquio) é um membro da família imperial japonesa.

Ele é o segundo filho do Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko e, atualmente, o segundo na linha de sucessão ao Trono do Crisântemo, posição que ocupa desde a morte de seu avô paterno, o Imperador Showa.

Desde seu casamento, em junho de 1990, ele detém o título Akishino-no-miya, geralmente traduzido como Príncipe Akishino, em português.

Nascimento e educação[editar | editar código-fonte]

O Príncipe nasceu no Palácio Separado de Aoyama, em Tóquio. Seu nome é Fumihito, e seu título de infância foi Príncipe Aya (Aya-no-miya). Ele foi educado nos departamentos elementar e secundário de Gakushuin.

Em abril de 1984, Fumihito entrou para a Universidade de Gakushuin, onde estudou Direito. Depois de se graduar em Gakushuin, ele foi estudar Zoologia em St John's College, na Universidade de Oxford, Reino Unido, entre outubro de 1988 e junho de 1990. O Príncipe Fumihito completou seu doutorado em ornitologia em outubro de 1996[1] . Sua dissertação doutoral foi intitulada "A Filogenia Molecular das aves selvagens, gênero Gallus, e a Origem Monofilética das aves domésticas"[2] .

Ele conduziu uma pesquisa de campo na Indonésia entre 1993 e 1994.

Enquanto o seu pai era ainda o Príncipe Herdeiro, Akishino apresentou a tilápia para a Tailândia como uma importante fonte de proteína. A tilápia pode ser facilmente criada, e o Príncipe Fumihito, que é conhecido como "o especialista em peixe-gato", tem se organizado para manter e expandir os estudos da biologia marinha com o povo da Tailândia.

Ele é um grande fã de The Beatles e um ávido jogador de tênis. Como estudante, o Príncipe Fumihito foi um dos dez melhores jogadores em partidas de pares na região de Kanto.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Casa Imperial do Japão
Dinastia Yamato
Imperial Seal of Japan.svg


SAI o Príncipe Mikasa
SAI a Princesa Mikasa

Em 29 de junho de 1990, o Príncipe Fumihito casou-se com Kiko Kawashima, filha de Tatsuhiko Kawashima, professor de Geologia da Universidade de Gakushuin, e de sua esposa Kazuko. O casal se conheceu quando ambos eram estudantes de Gakushuin.

Assim como seu pai, o Príncipe Akishino não se casou com uma mulher da extinta nobreza japonesa ou de um dos ramos colaterais da família imperial.

Com o casamento, ele recebeu o título Príncipe Akishino e a autorização do Conselho de Finanças da Agência da Casa Imperial para estabelecer uma família.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Debate sobre sucessão imperial[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2005, um comitê governamental recomendou mudar a Lei de Sucessão Imperial de 1947 para garantir que o primogênito dos príncipes herdeiros, de qualquer sexo, se tornasse o herdeiro do Trono do Crisântemo. A opinião pública debatia uma reforma para possibilitar a ascensão da Princesa Aiko. O então primeiro-ministro, Junichiro Koizumi, comprometeu-se a levar a reforma ao Parlamento.

Entretanto, a gravidez da Princesa Kiko, esposa do Príncipe Akishino, anunciada oficialmente em fevereiro de 2006, mudou os planos. Em setembro daquele ano, nasceu um menino, o Príncipe Hisahito de Akishino, que é o terceiro na linha de sucessão sob a atual lei. O nascimento de Hisahito foi um alívio para membros partidários tradicionalistas e, de fato, desencorajou as propostas que sugeriam a sucessão feminina. Antes de seu nascimento, 84% da população mostrava-se favorável à mudança.

Acredita-se que o debate será continuado e finalizado em um momento apropriado no futuro.

Deveres como príncipe[editar | editar código-fonte]

Além de participar de eventos públicos e representar a Família Imperial do Japão no exterior, o Príncipe Akishino ocupa posições dentro de instituições, tais como:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]