Ribeirão (Pernambuco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ribeirão
"Princesa Dos Canaviais [1] "
Bandeira de Ribeirão
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 11 De Setembro
Fundação 1928
Gentílico ribeirãoense
Lema "Avançando para o bem de todos"
Prefeito(a) Romeu Jacobina de Figueiredo (PR)
(2013–2016)
Localização
Localização de Ribeirão
Localização de Ribeirão em Pernambuco
Ribeirão está localizado em: Brasil
Ribeirão
Localização de Ribeirão no Brasil
-08° 30' 11" -35° 22' 26" -08° 30' 11" -35° 22' 26"
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Mata Pernambucana IBGE/2008 [2]
Microrregião Mata Meridional Pernambucana IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Água Preta, Amaraji, Cortês, Escada, Gameleira, Joaquim Nabuco, Primavera, Rio Formoso e Sirinhaém.
Distância até a capital 82 km
Características geográficas
Área 287,987 km² [3]
População 54,352 hab. estatísticas IBGE/2014[4]
Densidade 0,19 hab./km²
Altitude 97 m
Clima Tropical As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,602 médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 265 050 mil IBGE/2011[6]
PIB per capita R$ 5 925 81 IBGE/2011[6]
Página oficial

Ribeirão é um município brasileiro do estado de Pernambuco.É formado pelos distritos sede, Aripibu e José Mariano e pelos povoados de Aglomerado Rural de Extensão Urbana, Usina Estreliana e José Lopes de Souza.

O topônimo Ribeirão é originado de um ribeiro afluente do Rio Amaraji que banha a cidade.

História[editar | editar código-fonte]

Ribeirão originou-se em decorrência da existência do Engenho Ribeirão (depois Usina Pinto e, depois, Usina Ribeirão). Ao redor da capela sob invocação de Santana, no Século XVIII, foram sendo construídas casas.[7]

O Engenho Ribeirão pertencia politicamente ao município da Gameleira. Pela situação geográfica e terras mais apropriadas para o plantio da cana-de-açúcar, Ribeirão cresceu, evoluiu e tornou-se Vila, depois Distrito da cidade da Gameleira e, finalmente, cidade.

Em 25 de março de 1862 foi inaugurada a estação de linha férrea de Ribeirão, impulsionando seu desenvolvimento.

A cidade do Ribeirão é apelidada de Princesa dos Canaviais, por ser a cana-de-açúcar a base da sua economia, que por muito tempo foi uma das maiores fontes de riqueza de Pernambuco.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Princesa dos canaviais
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Estimativa Populacional 2014 Estimativa Populacional 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (agosto de 2014). Visitado em 29 de agosto de 2014.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 01 de outubro de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2011 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 18 dez. 2013.
  7. a b c d e f g *IBGE
  8. Lei Estadual 911 de 01/07/1909. Art. 3º parágrafo 4º:

    "Terão a categoria de cidade as sedes dos municípios e de villas as dos districtos municipais que constituírem povoações distinctas da sede do município."

    Leis do Estado de Pernambuco do ano de 1909. Recife, Tipografia do Diario de Pernambuco, 1909, p.92. in Fonte: CEHM - FIAM. Calendário Oficial de Datas Históricas dos Municípios do Interior de Pernambuco. Recife: Centro de Estudos de História Municipal, 1994.

  9. Lei Estadual 1931, de 11/09/1928:

    "Art. 6º: Serão criados no 2º distrito eleitoral do Estado... os seguintes novos municípios: ... VII - O município de Ribeirão, constituído pelos territórios dos distritos de Ribeirão e Caxangá, desmembrados do município de Gameleira. ..."

    Leis do Estado de Pernambuco e Decretos do Congresso Legislativo do ano de 1928. Recife, Imprensa Oficial, 1929, p.45. in Fonte: CEHM - FIAM. Calendário Oficial de Datas Históricas dos Municípios do Interior de Pernambuco. Recife: Centro de Estudos de História Municipal, 1994.

  10. Pela lei municipal de 29/11/1928, é criado o distrito de Caxangá e anexado ao município de Ribeirão.
  11. Até o dia 10 de setembro de 1928, Ribeirão era o 2º distrito da Gameleira na divisão política, mas na sócio-econômica, era à base da economia. Dentro do distrito funcionavam cinco (cinco) usinas de açúcar e três (três) engenhos de cana-de-açúcar, gerando impostos para os cofres do Município da Gameleira.
  12. Decreto-lei Estadual nº 235 de 09/12/1938, nota nº 20 do anexo 1:

    "Ribeirão passa a abranger o distrito de Aribipu, do município de Amaraji, sede e parte do território. "

    Legislação do Estado de Pernambuco. Recife, Imprensa Oficial, 1939, p. 25-26. in Fonte: CEHM - FIAM. Calendário Oficial de Datas Históricas dos Municípios do Interior de Pernambuco. Recife: Centro de Estudos de História Municipal, 1994.
  13. Decreto-lei 1116, art. 1º:

    "Ficam criadas as seguintes comarcas de 2ª entrância: ... Ribeirão..."

    Decretos e Atos da Interventoria Federal. Recife, Imprensa Oficial, 1945, p. 92-93. in Fonte: CEHM - FIAM. Calendário Oficial de Datas Históricas dos Municípios do Interior de Pernambuco. Recife: Centro de Estudos de História Municipal, 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Hino de Ribeirão
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

=== Mandatos === Ribeirao atualmente tem seu mandator Romeu jacobina que governa a 2 anos exatamente e que tem seus governadores como principal Juninho do Braz