Wikipédia:Assédio moral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Atalho:
WP:ASSÉDIO
Crystal Clear mimetype txt.png Este ensaio contém conselhos ou opiniões de um ou mais contribuidores da Wikipédia. Ensaios não são políticas nem recomendações, mas podem representar práticas já bem difundidas na comunidade ou ainda pontos de vista de minorias. Sinta-se livre e até encorajado para melhorar a página ou discutir na página de discussão, mas tenha prudência ao considerar esses pontos de vista já previamente trabalhados.

Assédio moral define-se como um padrão repetitivo de comportamento ofensivo que, aos olhos de um observador razoável, aparenta ter o propósito de atingir uma pessoa em específico ou um grupo de pessoas específico. Geralmente, embora nem sempre, o propósito é fazer com que o alvo se sinta ameaçado ou intimidado, com a intenção de tornar as tarefas de edição desagradáveis, de o amedrontar ou de o desencorajar a editar de todo.

O assédio pode também incluir ações que, embora não incluam comunicação direta com o alvo, sejam calculadas de forma a serem por ele observadas e que claramente sugiram atingi-lo de forma específica.

Assédio moral e incivilidade[editar | editar código-fonte]

Assédio moral, ameaças, intimidação, contato repetitivo indesejado e irritante, e repetidos ataques pessoais podem reduzir o prazer de um editor em editar a Wikipédia, causando assim a desestabilização ao projeto.

Wikiencalço[editar | editar código-fonte]

Atalhos:
WP:PERSEGUIÇÃO
WP:WIKIPERSEGUIÇÃO
WP:WIKIENCALÇO
WP:WIKIHOUNDING

O termo "wiki-encalço", "wiki-perseguição", "wikihounding" ou "wikistalking" é o ato de isolar e perseguir especificamente um ou vários editores, entrando nas discussões de múltiplas páginas ou tópicos onde edita ou em múltiplos debates para os quais contribui, com o propósito de repetidamente confrontar ou inibir seu trabalho. Isto é, com o objetivo aparente de criar irritação, frustração ou aflição a determinado editor sem uma justificação válida. O wiki-encalço geralmente envolve perseguir um alvo de local em local dentro da wikipédia.

Muitos editores vigiam as edições dos outros, mas isso ocorre geralmente por coleguismo ou com fins administrativos. Isto deve ser feito sempre de forma discreta e em função de um motivo claro, de modo a evitar criar a sensação de que as contribuições de um editor estão a ser perseguidas apenas com o propósito de o irritar, ou que sejam vigiadas apenas por vingança e sem algum motivo coerente. Entre os usos corretos da verificação do histórico de contribuições de um editor estão (não se limitando a) correções de erros claros, reversão de vandalismo ou violações das regras, ou a correção de problemas semelhantes em diversos artigos. De facto, tais práticas são até recomendadas. Os registros de contribuições podem ser usados em procedimentos de resolução de disputas para capturar evidências que serão apresentadas em Pedidos de opinião. O próprio recurso à resolução de disputas pode constituir wiki-encalço quando envolve a apresentação de forma continuada de acusações frívolas ou com justificação insuficiente em relação a outro editor.

O principal componente do wiki-encalço é a perturbação do direito de outro editor ao prazer de editar, ou ao projeto de forma genérica, quando não há nenhuma razão aparente para tal. Quando a perseguição a um editor em específico é acompanhada de edições tendenciosas, ataques pessoais ou comportamento desestabilizador, pode tornar-se um assunto sério e levar a que sejam aplicados bloqueios ou outras restrições de edição.

Ameaças[editar | editar código-fonte]

Ameaçar outra pessoa é considerado assédio moral. Isso inclui ameaças de prejudicar outra pessoa, de desestabilizar seu trabalho na Wikipédia ou ameaças físicas. No entanto, declarações que demonstrem a intenção de usar os processos normais de resolução de disputas não constituem ameaças. Ameaças legais são consideradas um caso especial, com regras próprias. Editores que recorram a ameaças legais podem ser bloqueados indefinidamente.

Ameaças legais[editar | editar código-fonte]

A wikipédia tem uma política para bloquear editores que intimidem outros editores com ameaças legais, uma vez que a própria noção de ameaça legal é incompatível com o ser um editor colaborativo. Os utilizadores são incentivados a seguir o processo normal de resolução de disputas ou a procurar ajuda de editores experientes. Assuntos que envolvam informação pessoal de qualquer pessoa, devem ser expostos por e-mail aos administradores.

É importante abster-se de fazer comentários que os outros possam de forma razoável interpretar ou perceber como ameaças de uma ação legal, ou usar termos conotados, como "libelo" ou "difamatório", de uma maneira que sugiram a intenção de levar a cabo uma ação legal.

Como lidar com a questão: em caso de dúvida ou falta de clareza na ameaça, os editores devem procurar esclarecer qual é a intenção do acusador, apontar esta página e perguntar se estão dispostos a retirar a ameaça. Isto permite ter a certeza que não se deve a um simples mal entendido. No entanto, mesmo se os comentários não representam uma ameaça legal, podem mesmo assim violar outras políticas relacionadas com comportamento desestabilziador ou civismo.

Exposição de informações pessoais[editar | editar código-fonte]

Atalhos:
WP:DADOSPESSOAIS
WP:REVELAR

Postar informações pessoais de outra pessoa é assédio moral, a não ser que o editor tenha voluntariamente revelado essas informações, ou links para essa informação, através da própria Wikipédia. Entre as informações pessoais estão o nome, data de nascimento, identidade, endereço de casa ou trabalho, sua profissão, fotos, telefone, endereço de e-mail, entre outras, independentemente de estarem ou não corretas. Expor tais informações sobre outro editor não tem justificativa e é invasão de privacidade, podendo vir a prejudicar o editor sob exposição no "mundo real". Isto aplica-se também a informações pessoais de alguém que não seja sequer editor. Edições prejudiciais do gênero devem ser imediatamente revertidas e um oversight deve ser contatado para remover permanentemente essas informações comprometedoras da Wikipédia. Reintroduzir as informações removidas por um oversight é considerado como revelação. Caso um editor tenha anteriormente revelado informações pessoais, mas mais tarde as removeu, tal não deve ser repetido na wikipédia. No entanto, referências a informações ainda existentes e reveladas pelo próprio não são consideradas uma violação desta política.

O facto de uma pessoa ter revelado informação pessoal ou editar com o nome verdadeiro, tornando-a facilmente identificável em pesquisas online, não é uma desculpa para o assédio com base em pesquisas de opiniões passadas. Usar as suas opiniões off-wiki como base para repetidamente perseguir e disputar as suas edições pode constituir um método de assédio. No entanto, caso o editor tenha revelado informações pessoais, isto pode ser usado em discussões de conflito de interesses nos locais apropriados. Se o editor removeu ou essas informações foram removidas por oversight, não devem ser repetidas; em vez disso os editores devem enviá-las de forma privada aos administradores, sendo suficiente referir que o editor em questão tem um conflito de interesse caso isso seja relevante para a discussão.

Se vir um editor afixar informação pessoal sobre outra pessoa, não a confirme nem desminta a veracidade da informação. Ao fazer isso, estaria a fornecer a quem colocou a informação e a toda a gente que visualiza a página uma resposta quanto à precisão do conteúdo. Pela mesma razão, nunca trate de maneira diferente tentativas corretas ou incorretas de revelar dados pessoais. A revelação deve ser sempre tratada como "tentativa de revelação de dados" ou similar, de modo a ser claro que a informação pode ou não ser verdadeira, e deve ser tornado claro no log do registo de bloqueio por revelação que esse bloqueio de forma alguma confirma a informação.

A menos que não tenha sido intencional nem malicioso (por exemplo, quando wikipedistas se conhecem fora da wiki e acidentalmente postam informação pessoal, como referir-se ao outro pelo nome real), a exposição de informações privadas é motivo para bloqueio imediato, sendo tratadas da mesma forma que um ataque pessoal.

Correspondência privada[editar | editar código-fonte]

Ainda não há consenso sobre a revelação de correspondência privada fora da wiki. Na ausência de permissão do autor, o conteúdo de correspondência privada, inclusive e-mails, não deve ser postado na wiki e qualquer administrador ou burocrata pode remover tais postagens se não houver o consentimento dos autores da mensagem privada.

Assédio moral nas páginas do usuário[editar | editar código-fonte]

Atalho:
WP:ASSÉDIOPDU

Colocar diversos "avisos" falsos ou questionáveis na página de discussão de um usuário, restaurar tais comentários após o usuário tê-los removido, colocar a tag de "sockpuppet suspeito" ou tags similares na página de usuário de editores ativos, ou qualquer outra forma de usar a página desse usuário para inserir material que ele considere constrangedor ou irritante é uma forma comum de assédio moral.

As páginas de usuário são espaços onde os editores podem disponibilizar informações gerais sobre si próprios, e as páginas de discussão servem para facilitar a comunicação entre editores. Nenhuma delas é suposto ser um "muro da vergonha" e não devem ser usadas como montra de supostos problemas do utilizador, a não ser que a conta tenha sido bloqueada em consequência desses problemas. Qualquer tipo de conteúdo que seja necessário mostrar, ou remover, deve ser comunicado aos administradores, em vez de forçar o seu ponto de vista no espaço pessoal de alguém através de guerras de edição.

Assédio moral fora da wiki[editar | editar código-fonte]

O assédio a outros wikipedistas em fóruns que não sejam controlados pela Wikimedia Foundation deixa dúvidas sobre se as ações de um editor na wikipédia são motivadas boa fé. O assédio moral fora da Wikipédia pode ser tratado como agravante por parte dos administradores e pode ser aceite enquanto evidência nos procedimentos de resolução de disputas. Em alguns casos, a evidência pode ser submetida via e-mail, caso seja desejado. Da mesma forma que assédio moral na wiki, assédio moral fora da wiki pode justificar um bloqueio, em casos extremos por tempo indeterminado. A invasão de privacidade em espaços fora da wiki serão tratadas muito severamente. As pessoas têm a liberdade de fazer o que bem entendem fora da Wikipédia, mas nós não temos a obrigação de compactuar com as atitudes que visem prejudicar outros wikipedistas ou a própria Wikipédia, por mais que ocorram em outros espaços. O assédio de outros wikipedistas através o uso de links externos é considerado equivalente à colocação de ataques pessoas na wikipédia.

Lidar com assédio[editar | editar código-fonte]

Se você acredita estar sendo vítima de assédio moral, antes de tudo, fique calmo. Se for necessário, conte até mil antes de salvar uma mensagem. Acredite, isso é a melhor opção em vez de continuar algum ciclo vicioso.

Em casos graves ou onde a privacidade e questões fora da wiki estão sendo tratadas (por exemplo: onde informações privadas pessoais são parte do problema ou quando questões na wiki transbordam para o assédio moral por e-mail e no 'mundo real'), você pode entrar em contato os administradores por e-mail, confidencialmente, os quais podem prontamente remover a informação confidencial.

Para simples questões dentro da wiki, como um usuário com o qual você tem discussões, veja Wikipedia:Resolução de disputas como primeiro passo. É mais fácil identificar o problema que está a ocorrer quando indica diffs específicos. Para casos mais sérios que você deseje tratar na própria wiki, você pode requisitar a assistência de administradores. (Não abra uma discussão em nome de alguém sem a permissão da vítima, e não ser que as edições em causa já tenham sido removidas. É importante não agravar ainda mais o problema.).

Nota: Se há preocupações quanto a suas próprias edições, então você provavelmente chamará a atenção de administradores e outros usuários. Desde que isso seja tratado de forma apropriada, com civilidade e com propósito válido, não será considerado 'assédio moral'.

Acusar os outros de assédio[editar | editar código-fonte]

Fazer acusações de assédio pode ser inflamatório, daí que estas acusações possam não ser úteis em disputas. Fazer acusações vãs sem evidências claras que a ação de outro editor constitui realmente assédio, pode ser visto como ataque pessoal. As acusações sem demonstração podem elas próprias constituir assédio quando feitas de forma repetida. A consequência de acusar alguém injustificadamente é, na maior parte das vezes, ser você próprio acusado de assédio e dar origem a um ciclo vicioso. Ao mesmo tempo, qualquer acusação credível de assédio deve ser encarada de forma séria e também não ser imediatamente descartada sem se tornar claro que as acusações são infundadas.

Conselhos a administradores[editar | editar código-fonte]

As ações administrativas podem deixar os administradores da Wikipédia em conflito direto com usuários difíceis de se lidar, sendo eles próprios vítimas de assédio. Geralmente, isso ocorre quando um administrador decide intervir numa disputa e vê a necessidade de avisar ou bloquear as partes conflituosas ou prevenir a continuação do comportamento problemático incessante.

Os administradores são voluntários como qualquer outro editor. Não têm mais obrigações do que qualquer outro usuário em relação a se colocar em situações desconfortáveis ou que os coloquem em risco o prazer que têm em editar a wikipédia. Aos administradores que se vejam envolvidos nesta situação recomenda-se que procurem aconselhamento e discutam a questão em privado com outros administradores e editores experientes, ou que passem a questão para administradores dispostos a exercer bloqueios considerados problemáticos.

Reações ao assédio[editar | editar código-fonte]

Os editores que sejam, ou que sintam estar a ser vítimas de assédio, podem tornar-se facilmente irritáveis e perder a confiança noutros editores. É necessário ter este contexto sempre presente quando se analisa alegações de conduta imprópria das vítimas. Embora nem sempre ser vítima de assédio desculpe por completo o comportamento, é necessária uma abordagem delicada nestas situações.

O que não é assédio moral[editar | editar código-fonte]

Este texto destina-se a proteger vítimas de assédio genuíno, o qual é feito com o propósito de enervar o utilizador, tal como correspondência ou comentários repetitivos e indesejados. Tal como stalking, o assédio tem conotações com a vida real – desde o simples comportamento impróprio até a uma conduta criminosa – e deve ser usado com prudência e respeito para com estas conotações. No entanto, há um problema endémico na wikipédia em dar a "assédio" um sentido muito mais amplo e impreciso que envolve, nalguns casos, simplesmente editar a mesma página que outro utilizador. Portanto, deve ser enfatizado que um editor que avise outro por comportamento abusivo ou falta de civismo não é considerado assédio se as alegações são feitas de boa fé e com o intuito de resolver uma disputa em vez de inflamar uma. Da mesma forma, não se considera assédio o rastreio das contribuições de um utilizador para verificar violações das políticas; os logs de contribuições existem para supervisão editorial e comportamental. Acusações infundadas de assédio podem ser consideradas ataques pessoais.

Ver também[editar | editar código-fonte]