Black Power

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo penteado que leva o mesmo nome, veja Afro.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Black Power (em português: "poder negro") foi um movimento entre pessoas negras no mundo ocidental, especialmente nos Estados Unidos. Mais proeminente no final dos anos 1960 e início dos anos 1970, o movimento enfatizou o orgulho racial e a criação de instituições culturais e políticas negras para cultivar e promover interesses coletivos, valores antecipadamente, e segura autonomia para os negros.

O mais antigo conhecimento do uso da expressão "Black Power" veio de um livro de Richard Wright, lançado em 1954 intitulado Black Power.[1]O primeiro uso da expressão com sentido político pode ter sido por Robert F. Williams, presidente da NAACP, escritor e editor ativo nas décadas de 1950 e 1960.

Robert F. Williams, notável proponente do Black Power.

No entanto, alguns estudiosos acreditam que o uso da expressão remonta ao século XIX, sendo encontrada no discurso de personagens como o político Adam Clayton Powell e o militante de direitos civis Willie Ricks.[2]

A expressão tornou-se mais conhecida quando foi usada por Stokely Carmichael, militante radical do movimento negro nos Estados Unidos, após sua vigésima sétima detenção, em 1966. Na ocasião, ele anunciou:

"Estamos gritando 'liberdade' há seis anos. O que vamos começar a dizer agora é 'poder negro' ", anunciou.

Nas décadas seguintes, a expressão ""Black Power"" foi gradativamente desvinculada do contexto histórico e político em que foi criada, passando a ser associada apenas a um estilo de cabelo.

Referências

  1. Black Power. Three Books from Exile: Black Power; The Color Curtain; and White Man, Listen! by Richard Wright
  2. Richard Wright on Black Power.Por E. Ethelbert Miller. Editado por John Feffer. Foreign Policy In Focus, 6 de junho de2008. No 100º aniversário de nascimento de Richard Wright’s birth, três acadêmicos scholars falam sobre a abordagem do escritor sobre a África e o colonialismo.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.