Adventure Time

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Hora de aventura)
Ir para: navegação, pesquisa
TV Future Icon.svg
Adventure Time é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 27 de novembro de 2016.
Adventure Time
Hora de Aventuras (PT)
Hora de Aventura (BR)
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Género Ação
Aventura
Comédia
Fantasia
Ficção científica
Duração 11 minutos
Criador(es) Pendleton Ward
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Diretor(es) Larry Leichliter
Diretor(es) de criação Patrick McHale
Cole Sanchez
Adam Muto
Nate Cash
Produtor(es) Kelly Crews
Pendleton Ward
Produtor(es) executivo(s) Pendleton Ward
Fred Seibert
Derek Drymon (1ª temporada)
Adam Muto (co-produtor executivo)
Elenco Jeremy Shada
John DiMaggio
Hynden Walch
Niki Yang
Tom Kenny
Olivia Olson
Martin Olson
Dee Bradley Baker
Pendleton Ward
Polly Lou Livingston
Jessica DiCicco
Maria Bamford
Tema de abertura "Adventure Time", de Pendleton Ward
Tema de encerramento "Island Song", de Ashley Eriksson
Compositor da música tema Casey James Basichis
Tim Kiefer
Exibição
Emissora de televisão original Cartoon Network 2010 logo.svg
Formato de exibição 1080i (16:9 HDTV)
Transmissão original Piloto: Janeiro de 2007
Oficial:

Estados Unidos 5 de abril de 2010 - 2018
Brasil 8 de agosto de 2010 - presente
Portugal 30 de maio de 2015 - presente

N.º de temporadas 7
N.º de episódios 238 (lista de episódios)
Cronologia
Último
Random! Cartoons
Próximo
Programas relacionados Bravest Warriors

Adventure Time (Hora de Aventura (título no Brasil) ou Hora de Aventuras (título em Portugal)) é uma série de desenho animado americana criada por Pendleton Ward para o Cartoon Network. A série segue as aventuras de Finn (dublado por Jeremy Shada), um garoto humano aventureiro, e o seu melhor amigo e irmão adotivo Jake (dublado por John DiMaggio), um cão com poderes que lhe permitem alterar a forma e tamanho consoante a sua vontade. Finn e Jake habitam a pós-apocalíptica Terra de Ooo, onde interagem com os outros personagens principais da série: Princesa Jujuba (dublada por Hynden Walch), o Rei Gelado (dublado por Tom Kenny) e Marceline, a Rainha dos Vampiros (dublada por Olivia Olson).

A série é baseada numa curta produzida para o Random! Cartoons, um programa incubador de séries animadas da Nicktoons e da Frederator Studios. Depois do curta se tornar um viral na Internet, o Cartoon Network selecionou-o para uma série completa, que estreou oficialmente em 5 de abril de 2010. A série, que é grandemente inspirada pelo RPG de fantasia Dungeons & Dragons assim como pelos jogos eletrônicos em geral, é produzida via animação desenhada à mão. Os episódios são desenvolvidos através do processo de storyboard, e um um único episódio demora aproximadamente entre oito a nove meses para ser terminado, apesar de vários episódios serem feitos simultaneamente. Os membros do elenco de Adventure Time gravam as suas falas em conjunto em sessões grupais, ao contrário da técnica tradicional com sessões diferentes para cada dublador. A série também frequentemente emprega atores convidados para personagens menores.

Cada episódio de Adventure Time tem em média onze minutos de duração; e é frequente que sejam transmitidos em pares, completando assim a meia hora necessária da grade horária do programa. A série já completou um total de seis temporadas, com contrato renovado até a oitava e um filme longa-metragem em produção.

Desde a sua estreia, Adventure Time alcançou um relativo sucesso de crítica; com uma grande quantidade de fãs entre adolescentes e adultos, apesar do inicial foco infantil. A série era vista por 2 a 3 milhões de espectadores por semana, aproximadamente, em março de 2013. Adventure Time também já foi galardoado uma dúzia de nomeações para o Annie Award, com duas vitórias, cinco para o Prêmio Emmy do Primetime, com uma vitória apenas, e duas nomeações para o Critics' Choice Television Award e para o Festival Sundance de Cinema, entre outros. Em 2013, a série ganhou um Motion Picture Sound Editors Award, o Emmy supramencionado, e um prêmio British Academy Children's Award. A sua adaptação spin-off para os quadrinhos ganhou um prêmio Eisner Award e dois Harvey Awards. Ainda, a série já inspirou várias coleções de roupas e merchandise relacionados, jogos eletrônicos e quadrinhos.

Premissa[editar | editar código-fonte]

A série segue as aventuras de Finn, o Humano e o seu melhor amigo e irmão adotivo Jake, o Cão; que se aventuram na Terra de Ooo, num futuro pós-apocalíptico por volta de mil anos após a "Grande Guerra dos Cogumelos", sendo Finn presumidamente o último humano existente. Finn foi abandonado pelos seus pais numa floresta até que o casal de cães Josué e Margaret (pais biológicos de Jake) o adotaram[1]. Jake e Finn são aventureiros profissionais, frequentemente desbravando masmorras ou resgatando as várias princesas da Terra de Ooo. A Princesa Jujuba, a soberana do Reino Doce, cujo qual Finn é o paladino jurado de Jujuba, com a missão de proteger a ela e ao reino de quaisquer ameaças.

O Rei Gelado, um mago com poderes de gelo que governa o Reino Gelado, é por vezes o principal antagonista da série. O Rei Gelado é o alter ego de Simon Petrikov, um historiador de antes da Guerra dos Cogumelos. Numa de suas expedições, Simon encontrou uma coroa mágica com um pescador do norte da Escandinávia. Usando-a, Simon obteve os poderes da neve e do gelo, além de imortalidade. No entanto, a coroa sugou a sua sanidade, causando o afastamento da sua amada noiva "princesa" Bersetty.[2] O Rei Gelado possui, então, uma grande obsessão com as princesas dos diversos reinos, capturando-as até que, geralmente, Finn e Jake as salvem.

A outra personagem principal é Marceline, a Rainha dos Vampiros, uma vampira roqueira meio-demônia de mil anos de idade.[3]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O criador da série Pendleton Ward, no Tomorrow Show em 2011.

Conceito e criação[editar | editar código-fonte]

De acordo com o criador da série Pendleton Ward, o estilo característico da série foi uma influência tanto de seus estudos na escola de artes California Institute of the Arts quanto do seu trabalho anterior como ilustrador de storyboards no desenho "As Trapalhadas de Flapjack" ("The Marvelous Misadventures of Flapjack", no original). Numa entrevista com Animation World Network, Ward declarou que ambicionava combinar o humor subversivo da série com momentos "graciosos", citando o filme using 's film Tonari no Totoro de Hayao Miyazaki como inspiração.

O desenho começou com um curta-metragem animado de sete minutos, que Ward criou quase inteiramente sozinho no começo de 2006.[4] Foi originalmente exibido na Nicktoons como um curta separado em janeiro de 2007.[4], e reexibido posteriormente no programa Random! Cartoons da Frederator Studios em 7 de dezembro de 2008.[5][6] Depois do seu lançamento, o curta rapidamente tornou-se um vídeo viral na internet.[7]A Frederator Studios então ofereceu a série para o Nicktoons Network, que o recusou duas vezes. O estúdio então abordou o Cartoon Network, que respondeu que estariam dispostos a produzi-lo, se Ward fosse capaz de expandir o curta para uma série completa, sem perder os elementos característicos do curta original.[8]

Ward rapidamente reformulou o conceito do piloto; ele queria que a potencial série fosse "completa", ao invés de ser caracterizada pela "sensação pré-escolar" que permeava o piloto original.[7] Uma das principais mudanças do piloto para a série caracteriza-se numa nova ênfase colocada na arte dos planos de fundo. A tarefa de fazer o design do novo mundo da série caiu sobre Dan "Camarão-Fantasma" James, artista de storyboards de Flapjack e amigo de Ward, e, de acordo com o relatado em seu website pessoal, Ward pediu-lhe que fizesse parecer que a série acontecia num "lugar em um "Mundo Camarão-Fantasma" ("Ghostshrimp World", no original em inglês).[9] Os principais locais da série, como a casa na árvore de Jake e Finn, o Reino Doce ou o Reino de Gelo, foram criações suas.[10]

Ward, com a ajuda dos seus amigos da faculdade Pat McHale e Adam Muto, criou uma imprecisa storyboard que apresentava Finn e uma "distraída" Princesa Jujuba indo num "super espaguete-encontro". O Cartoon Network não aprovou-o, apontando como o "aspecto romântico alienaria os garotos", e pediu outro. Ward criou então uma storyboard inicial para o que seria o episódio "O Enquirídio!", que era a sua tentativa de emular o estilo do curta original da Nicktoon. O Cartoon Network aprovou a primeira temporada em setembro de 2008, e o "O Enquirídio!" tornou-se o primeiro episódio a entrar em produção.[8][11] A série foi originalmente nomeada Adventure Time with Finn and Jake ("Hora de Aventura com Finn e Jake"),[12] porque os produtores não estavam seguros que conseguiriam os direitos para um nome tão simples.[13]


Elenco[editar | editar código-fonte]

John DiMaggio na ComicCon de 2010, em San Diego.
Jeremy Shada no SacAnime 2014.
A série emprega os dubladores John DiMaggio (esquerda) e Jeremy Shada (direita), que fazem as vozes de Jake e Finn, respectivamente.

Os dubladores incluem os veteranos John DiMaggio (que interpreta Jake, o Cão), Tom Kenny (que faz o Rei Gelado), e Hynden Walch (que dá a voz a Princesa Jujuba). Além, Jeremy Shada interpreta Finn, o Humano e Olivia Olson interpreta Marceline, a Rainha dos Vampiros. O próprio Ward dá a voz a vários personagens menores, com destaque para a Princesa Caroço. A ex artista de storyboard Niki Yang dubla o console de jogo eletrônico consciente BMO, assim como a namorada de Jake, Lady Íris.[14]

Em Portugal, Roberto Campos e Pedro Mendonça dobram Finn e Jake, respectivamente; Isabel Queirós dobra a Princesa Chiclete e Mariana Pôlonia dobra Marceline. O Rei do Gelo tem a voz de Roberto Madalena (que também dá a voz para a Princesa da Terra do Caroço). Isabel Queirós também dá a voz para Beemo e para Lady Íriscórnio.[carece de fontes?]

No Brasil, as duas primeiras temporadas foram dubladas pela Cinevideo, com direção de Miriam Ficher, que também dubla a personagem Lady Íris, e o restante pela Delart, com direção de Mário Monjardim.[carece de fontes?] Finn tem a voz de Luciano Monteiro, enquanto Jake tem a de Eduardo Borgerth. Pamella Rodrigues dubla a Princesa Jujuba, enquanto Marceline é dublada por Adriana Torres. O Rei Gelado tem a voz de Jorge Vasconcelos, e Hélio Ribeiro dubla a Princesa Caroço. Por último, Beemo é dublado por Charles Emmanuel.[15]

O elenco de Adventure Time gravam suas falas em conjunto em sessões grupais, ao contrario da técnica tradicional com sessões diferentes para cada dublador, para que possam terem gravações com diálogos mais naturais entre os personagens.[16] A série também frequentemente emprega atores convidados para personagens menores.[17]

Ambientação e mitologia[editar | editar código-fonte]

Captura de tela dos primeiros segundos da abertura da série.

A série é ambientada num continente fictício[18] chamado de "Terra de Ooo" (em inglês: "Land of Ooo"), num futuro pós-apocalíptico por volta de mil anos após um holocausto nuclear conhecido como "Grande Guerra dos Cogumelos", uma referência às nuvem de cogumelo.[19] Ward descreveu que a série acontecia "depois que as bombas já caíram e a magia voltou ao mundo."[20][21]

Episódios[editar | editar código-fonte]

Cada episódio de Adventure Time tem em média onze minutos de duração; e é frequente que sejam exibidos em pares, completando assim a meia hora necessária da grade horária do programa.[22]

Temporada Episódios Exibição original Exibição no Brasil Exibição em Portugal
Estreia Final Estreia Final Estreia Final
Piloto 11 de janeiro de 2007 13 de outubro de 2013 TBA
1 26 5 de abril de 2010 27 de setembro de 2010 8 de agosto de 2010 29 de outubro de 2010 TBA TBA
2 26 11 de outubro de 2010 9 de maio de 2011 11 de setembro de 2011 19 de março de 2012 TBA TBA
3 26 11 de julho de 2011 13 de fevereiro de 2012 26 de março de 2012 29 de agosto de 2013 TBA TBA
4 26 2 de abril de 2012 22 de outubro de 2012 3 de setembro de 2012 8 de agosto de 2013 TBA TBA
5 52 12 de novembro de 2012 17 de março de 2014 8 de julho de 2013 15 de agosto de 2014 TBA TBA
6 43 21 de abril de 2014 5 de junho de 2015 4 de agosto de 2014 8 de setembro de 2015 30 de maio de 2015 22 de novembro de 2015
7 39 2 de novembro de 2015 19 de novembro de 2016 4 de janeiro de 2016 TBA TBA TBA
8 TBA 2017 TBA TBA TBA TBA TBA
9 TBA 2018 TBA TBA TBA TBA TBA
Filme 2017 2018 TBA
Curtas 9 10 de julho de 2012 TBA 19 de agosto de 2016 TBA TBA TBA


Recepção[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Desde seu lançamento, Adventure Time tem sido um sucesso de audiência para o Cartoon Network. A estreia da série em abril de 2010, com o episódio "Pânico na Festa do Pijama", foi assistida por 2,5 milhões de espectadores[23]. De acordo com um comunicado de impressa do Cartoon Network, a grade horária do episódio viu um aumento de três dígitos de porcentagem comparado ao mesmo período do ano anterior. Como exemplo, o episódio foi visto por 1,661 milhões de crianças entre 2–11 anos, um aumento de 110 porcento, enquanto foi visto por 837,000 crianças entre 9–14 anos, um aumento de 239 porcento.[24]

De acordo com o sistema de medição de audiência Nielsen Ratings, a série constantemente é a primeira em sua grande horária entre garotos de 2 a 14 anos.[3]

Críticas[editar | editar código-fonte]

"Adventure Time me faz desejar ser criança de novo, assim eu poderia crescer de novo para ser tão incrível quanto as crianças que assistem Adventure Time agora irão ser quando crescerem."

Darren Franich, Entertainment Weekly[25]

O critico de TV Robert Lloyd, em seu artigo para o LA Times na época da estreia de Adventure Time, constatou como a série era uma adição valiosa aos "desenhos que estão passando atualmente [na época] no canal como Chowder e As Trapalhadas de Flapjack." Ele elogiou a ambientação inicial, comparando-o às duas séries mencionadas anteriormente.[12]

Robert Mclaughlin do "Den of Geek" escreveu que Adventure Time é o "primeiro desenho em muito tempo que é imaginação pura". Mclaughlin afirmou que a "melhor comparação seria Bob Esponja, uma série que também desafia idades e demografias e só faz histórias divertidas. Adventure Time é tipo assim, só que melhor." [26]

Eric Kohn da IndieWire sintetizou que a série "representa o progresso do desenhos na década atual", elaborando posteriormente ao compará-la com outras produções animadas "adultas". Assim, Adventure Time "embora aleatório, efusivo e frequentemente adorável naquele familiar estilo de desenho animado de sábado de manhã [...] também brinca com um sútil contexto incrivelmente triste".[27]

A Entertainment Weekly nomeou Adventure Time como o número 20 em sua lista de "As 25 Melhores Séries Animadas de Todas".[25][28] Depois, em sua crítica geral sobre a série em 2013, Darren Franich poeticamente descreveu a série como "um híbrido ficção científica/fantasia/horror/musical/conto de fadas, com pitadas de Calvin and Hobbes, Hayao Miyazaki, Final Fantasy, Richard Linklater, Onde Vivem os Monstros e o video musical que você fez com a sua banda de garagem do ensino médio." Franich elogiou o roteiro "constantemente inventivo", assim como seu "vividos cenários"; apontou ainda que a série passa por uma continua maturação de temas, de forma semelhante a ocorrida na série Harry Potter.[29] Emily Nussbaum do The New Yorker foi enfática ao elogiar a série, descrevendo-o como "World of Warcraft refeito por Carl Jung". Emily aplaudiu sua abordagem única sobre emoções, o humor e a filosofia.[30]

Fandom[editar | editar código-fonte]

Cosplayers fãs de Adventure Time na Dragon Con de 2014.

Desde sua estréia, Adventure Time reuniu um fandom crescente, composto tanto de jovens quanto adultos, sendo frequentemente descrito como cult.[31] A série é popular em convenções e entre cosplayers.

Crítica acadêmica[editar | editar código-fonte]

Adventure Time atraiu interesse acadêmico por sua representação e perspectiva sobre gênero e, em especial, os papeis sociais de gênero. A autora australiana Emma A. Jane publicou que, apesar dos dois personagens principais serem personagens masculinos que frequentemente usam da violência no comum tropo de salvar princesas, "Finn e Jake são parte de um expansivo elenco de personagens que não são estereotipados e que populam um programa que subverte vários paradigmas sobre gênero tradicionais". Em seu artigo, ela analisa como a série apresenta "relativamente igual número de personagens masculinos e femininos tanto em papéis protagonistas, antagonistas e em papeis menores; inclui personagens sem gênero fixo; utiliza elementos de design típicos indicadores de gênero (como cílios e cabelos) para ilustrar características individuais dos personagens ao invés de gênero; igualmente distribui características independente de gênero; privilegia famílias adotivas ou estendidas; retrata gênero sugerindo a sua fluidez; e apresenta elementos de subtexto transgênero."[32]

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeado Resultado
2007 Annie Award Melhor Curta-Metragem Animado[33] Pelo curta-metragem "Adventure Time" Indicado
2010 Prêmio Emmy do Primetime Melhor Programa Animado Curto[34] Por "Minhas Duas Pessoas Prediletas" Indicado
2011 Annie Award Melhor Produção Animada Infantil[35] Adventure Time Indicado
2011 Prêmio Emmy do Primetime Melhor Programa Animado Curto[34] Por "Veio da Noitosfera" Indicado
2012 Annie Award Melhor Produção Animada Especial[36] Por "Obrigado" Indicado
Melhor Storyboard em uma Produção Televisiva[36] Rebecca Sugar Indicado
2012 Critics' Choice Television Awards Melhor Série Animada[37] Adventure Time Indicado
2012 Prêmio Emmy do Primetime Melhor Programa Animado Curto[34] Por "Jovem Demais" Indicado
2013 Annie Award Melhor Produção Televisiva Animada Infantil[38] Por "Princesa Biscoito" Indicado
Design em Produção Televisiva Animada[39] Por "O Fácil Difícil" Indicado
Storyboard em uma Produção Televisiva Animada[40] Por "Goliad" Indicado
Storyboard em uma Produção Televisiva Animada[40] Por "Lady & Jujuba" Indicado
2013 Festival Sundance de Cinema Curta-Metragem Animado[41] Por "Obrigado" Indicado
2013 Golden Reel Awards Efeitos Sonoros em uma Animação de TV[42] Por "Guerra de Cartas" Venceu
2013 Festival de cinema de animação de Annecy Série de TV[43] Por "Princesa Biscoito" Indicado
2013 Critics' Choice Television Awards Melhor Série Animada[44] Adventure Time Indicado
2013 Teen Choice Awards Melhor Série Animada[45] Adventure Time Indicado
2013 Prêmio Emmy do Primetime Façanha Individual Excepcional em Animação[46] Andy Ristaino Venceu
Melhor Programa Animado Curto[47] Por "Simon & Marcy" Indicado
2013 British Academy Children's Awards Internacional[48] Adventure Time Venceu
2014 Annie Award Melhor Produção Animada Televisiva Infantil[49] Adventure Time Venceu
Melhor Design de Produção em uma Produção Animada Televisiva[50] Nick Jennings, et al. Indicado
Melhor Dublagem em uma Produção Animada Televisiva[49] Tom Kenny Venceu
Melhor Editorial em uma Produção Animada Televisiva[50] Paul Douglas Indicado
2014 Hall of Game Awards Desenho Mais Valioso[51] Adventure Time Venceu
2014 Kids Choice Awards Desenho Favorito[52] Adventure Time Indicado
2014 Critics' Choice Television Awards Melhor Séria Animada[53] Adventure Time Indicado
2015

História em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeado Resulto
2013 Eisner Award Melhor Publicação Infantil[54] HQ Adventure Time Venceu
2013 Harvey Award Melhor Publicação Gráfica Original para Jovens Leitores[55] HQ Adventure Time Venceu
2013 Harvey Award Prêmio Especial por Humor nos Quadrinhos[55] Ryan North Venceu
2014 Eisner Award Melhor Tipografia[56] Britt Wilson Indicado

Mídia relacionada[editar | editar código-fonte]

História em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Em 19 de novembro de 2011, a subsidiaria especializada em publicações infantis KaBOOM! Studios anunciou os planos para uma série de HQs de Adventure TIme, feitas pelo autor canadense Ryan North, criador da web série Dinosaur Comics.[57][58]

Outra minissérie de seis edições, Adventure Time with Fionna & Cake foi lançado em janeiro de 2013, desenhado pela revisionista de storyboards e desenhista de personagens da série Natasha Allegri; seguindo as aventuras dos personagens de gêneros trocados "Fionna, a Humana" e "Cake, a Gata" que apereceram primeiramente no episódio da terceira temporada "Fionna e Cake".[59]

Um romance gráfico de 160 páginas intitulado Adventure Time: Playing with Fire, escrito por Danielle Corsetto e ilustrado por Zack Sterling foi lançado em abril de abril 2013, sendo focado na personagem recorrente Princesa de Fogo em sua "primeiríssima aventura com aventura" com Finn e Jake.[60] Posteriormente, uma sequência intitulada Pixel Princesses foi lançada em novembro do mesmo ano.[61]

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Um jogo eletrônico baseado na série foi primeiramente anunciado por Pendleton Ward em sua conta no Twitter.[62] O jogo, titulado "Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!" ("Hora de Aventura: Ei Rei Gelado! Por que Você Roubou o Nosso Lixo?!", em tradução livre), foi desenvolvido pela WayForward Technologies para o Nintendo DS e Nintendo 3DS, sendo publicado pela D3 Publisher em 20 de novembro de 2012.[63][64]

Vários jogos menores já foram lançados na iOS App Store, incluindo: Legends of Ooo: The Big Hollow Princess, Fionna Fights Jumping Finn Turbo, Adventure Time – Rock Bandits, "Beemo – Adventure Time" e Ski Safari: Adventure Time.[65]

Lançando em novembro de 2013, o próximo jogo de console da franquia foi Adventure Time: Explore the Dungeon Because I Don't Know! ("Hora de Aventura: Explore a Masmorra Por Que Eu Não Sei!") para Microsoft Windows, PlayStation 3, Xbox 360, Wii U e Nintendo 3DS.[66]

Filme[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Untitled Adventure Time Movie

Foi anunciado em fevereiro de 2015 que um filme longa metragem da série estava em produção pelos estúdios Cartoon Network Studios, Frederator Films e Warner Animation Group. Pendleton Ward, criador original da série, é o roteirista do filme, além de produtor, conjuntamente com Roy Lee e Chris McKay.[67]

Lançamento do DVD e Blu-ray[editar | editar código-fonte]

Título DVD Blu-ray Fonte (s)
Região 1 Região 2 Região 4 Região A
My Two Favorite People 27 de setembro de 2011 TBA TBA TBA [68]
It Came from the Nightosphere 6 de março de 2012 TBA TBA TBA [28]
The Complete First Season 10 de julho de 2012 9 de dezembro de 2013 17 de novembro de 2012 4 de junho de 2013 [69]
Jake vs. Me-Mow 2 de outubro de 2012 TBA TBA TBA [70]
Fionna and Cake 19 de fevereiro de 2013 TBA TBA TBA [71]
The Complete Second Season 4 de junho de 2013[72] TBA 4 de setembro de 2013 4 de junho de 2013 [72]
Jake the Dad 17 de setembro de 2013 TBA TBA TBA [73]
The Complete Third Season 25 de fevereiro de 2014 TBA 3 de março de 2014 25 de fevereiro de 2014 [74]
The Suitor 6 de maio de 2014 TBA TBA TBA [75]
Princess Day 29 de julho de 2014 TBA TBA TBA [76]
The Complete Fourth Season 7 de outubro de 2014[77] TBA TBA 7 de outubro de 2014 [77]

Referências

  1. "Lembranças da Montanha Boom Boom". Larry Leichliter (diretor), Argumentista(s): Bert Youn, Sean Jimenez. Adventure Time. Cartoon Network. 3 de maio de 2010. Episódio número 10, 1ª temporada.
  2. "Segredos de Natal, Parte 2". Larry Leichliter (diretor), Argumentista(s): Mark Banker, Patrick McHale, Kent Osborne, Pendleton Ward. Adventure Time. Cartoon Network. Episódio número 20, 3ª temporada. 11 minutos.
  3. a b Noelene Clark (14 de novembro de 2012). «‘Adventure Time’: Post-apocalyptic ‘candyland’ attracts adult fans» (em inglês). Hero Complex. Consultado em 25 de junho de 2014. 
  4. a b Fred Seibert (9 de outubro de 2012). «From another era, it seems like» (em inglês). Frederator Studios. Arquivado desde o original em 9 de outubro de 2012. Consultado em 23 de junho de 2014. «From another era, it seems like. Thanks, Cartoon Title Art. (Actually, Pen & crew wrapped up production on that first short in the spring of 2006. Nicktoons Network first aired the short in January 2007. [De outra época, parece. Obrigado, Cartoon Title Art. (Na verdade, Pen e companhia terminam a produção daquele primeiro curta na primavera de 2006. A Nicktoons Network exibiu o curta em janeiro de 2007.)])» 
  5. Nolan Feeney (29 de março de 2013). «The Weird World of Adventure Time Comes Full Circle» (em inglês). Time. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  6. "Adventure Time". Larry Leichliter, Hugo Morales, & Pendleton Ward (diretores); Pendleton Ward (escritor). Random! Cartoons. Nicktoons. 7 de dezembro de 2008. Episódio número 2b, 1ª temporada.
  7. a b Rick DeMott (25 de abril de 2010). «Time for Some Adventure with Pendleton Ward» (em inglês). Animation World Network. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  8. a b «“The Enchiridion” Storyboards» (em inglês). Frederator Studios Blog. 22 de abril de 2010. Arquivado desde o original em 5 de agosto de 2010. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  9. «Background Development Art». Federator Studios Blogs (em inglês). The Adventure Time Blog. 11 de novembro de 2008. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  10. Ghostshrimp. «As Seen on Television» (em inglês). GHOSTSHRIMP. Arquivado desde o original em 6 de novembro de 2013. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  11. Amid Amidi (29 de agosto de 2008). «Cartoon Network Acquires Adventure Time» (em inglês). Cartoon Brew. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  12. a b Robert Lloyd (5 de abril de 2010). «'Adventure Time With Finn & Jake' enters a wild new world» (em inglês). Los Angeles Times. Arquivado desde o original em 29 de outubro de 2013. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  13. «"[Adam Muto explica a mudança de nome]".» (em inglês). Spring.me. Arquivado desde o original em 23 de março de 2014. Consultado em 23 de junho de 2014. «For a short time, we weren't sure if we'd be able to use Adventure Time (without "with Finn and Jake") as the official title for the show. [Por um tempo, a gente não tinha certeza se conseguiríamos usar Adventure Time (sem "com Finn e Jake") como o título oficial da série.]» 
  14. «Behind the Voice Actors - Adventure Time» (em inglês). Behind the Voice Actors. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  15. «Hora de Avenntura - Delart». Delart Estúdios Cinematográficos. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  16. B. Alan Orange (27 de julho de 2011). «SDCC 2011 Exclusive: Adventure Time Cast Interviews». Movie Web (em inglês). Consultado em 23 de junho de 2014. 
  17. Gwilym Mumford (7 de setembro de 2012). «Is Adventure Time the weirdest kids' TV show ever?» (em inglês). The Guardian. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  18. Pendleton Ward (23 de julho de 2010). «Not sure if it's been asked, but is Ooo a continent, country, island, or the whole world?» (em inglês). Spring.me. Arquivado desde o original em 13 de outubro de 2007. Consultado em 25 de junho de 2014. «It's a continent. [É um continente.]» 
  19. «A verdade por trás do desenho “Hora de Aventura” (Adventure Time)». Nerd do Gueto. 11 de julho de 2012. Consultado em 25 de junho de 2014. «O próprio nome “Guerra dos Cogumelos” faz uma analogia ao formato de cogumelo das explosões das bombas atômicas.» 
  20. Bart Carroll (8 de abril de 2011). «Pendleton Ward Interview» (em inglês). Wizards of the Coast. Consultado em 25 de junho de 2014. «They live in "Ooo" which is post-apocalyptic Earth, after the bombs have dropped and magic's come back into the world. [Eles vivem em "Ooo" que é a Terra pós-apocaliptica, depois que as bombas já caíram e a magia voltou ao mundo.]» 
  21. Zack Smith (1 de novembro de 2012). «'Adventure Time' creator talks '80s» (em inglês). USA Today. Consultado em 25 de junho de 2014. 
  22. Fred Seibert (28 de setembro de 2010). «Tells Us What You Think» (em inglês). Blogue Frederator Studios. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  23. Robert Seidman (6 de abril de 2010). «Monday Cable: Pawning & Picking Good for History; "Damages " & "Nurse Jackie" Damaged» (em inglês). TV by the Numbers. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  24. Robert Seidman (6 de abril de 2010). «Cartoon Network's 'Adventure Time' Premieres Big; 13 Additional Episodes Ordered» (em inglês). TV by the Numbers. Consultado em 14 de janeiro de 2013. 
  25. a b «The 25 Greatest Animated TV Series: You Ranked 'Em!» (em inglês). Entertainment Weekly. 15 de julho de 2011. Consultado em 3 de junho de 2012. 
  26. Robert Mclaughlin (13 de abril de 2011). «The Geek Appeal of Pendleton Ward's Adventure Time» (em inglês). Den of Geek. Consultado em 26 de janeiro de 2013. 
  27. Eric Kohn (13 de novembro de 2012). «Why 'Adventure Time,' Now In Its Fifth Season, Is More Groundbreaking Than You May Realize» (em inglês). IndieWire. Consultado em 26 de janeiro de 2014. 
  28. a b David Lambert. «Adventure Time with Finn and Jake – Press Release, Box for 'It Came From the Nightosphere'». TVShowsOnDVD.com. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
  29. Darren Franich (21 de fevereiro de 2013). «Adventure Time Review» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 24 de junho de 2013. 
  30. Emily Nussbaum (14 de abril de 2014). «Castle in the Air» (em inglês). The New Yorker. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  31. David Sims (18 de março de March 18, 2014). «'Adventure Time' Just Finished One of the Most Ambitious Seasons of Television Ever». The Wire. Consultado em 28 de outubro de 2014. 
  32. Jane, Emma A.. (2015-04-03). "“Gunter's a Woman?!”— Doing and Undoing Gender in Cartoon Network's Adventure Time" (requer pagamento) (em inglês). Journal of Children and Media 9 (2): 231–247. DOI:10.1080/17482798.2015.1024002. ISSN 1748-2798.
  33. «Awards: 34th Annie Awards». ASIFA-Hollywood (em inglês). AnnieAwards.org. Consultado em 8 de agosto de 2013. 
  34. a b c «Adventure Time». Academy of Television Arts & Sciences (em inglês). Emmys.com. Consultado em 23 de janeiro de 2013. 
  35. Seibert, Fred (6 de dezembro de 2010). «Adventure Time Nominated for an Annie» (em inglês). Frederator Studios. 
  36. a b Jerry Beck (5 de dezembro de 2011). «Annie Award Nominations 2011» (em inglês). Cartoon Brew. Consultado em 23 de janeiro de 2013. 
  37. Kate Goodacre (19 de junho de 2012). «Critics Choice Television Awards 2012: The Winners in Full». Hearst Magazines UK (em inglês). Digital Spy. Consultado em 15 de julho de 2012. 
  38. Hillary Busis (3 de dezembro de 2012). «2012 Annie Award Nominees, Honoring the Best in Animation, Announced» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 23 de janeiro de 2013. 
  39. «Annie Award Nominations Unveiled» (em inglês). Deadline.com. 3 de dezembro de 2012. Consultado em 23 de janeiro de 2013. 
  40. a b Susan King (3 de dezembro de 2012). «'Brave,' 'Wreck-It Ralph' Among Nominees for the Annie Awards» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 23 de janeiro de 2013. 
  41. «Thank You – Festival Program» (em inglês). Sundance.org. Consultado em 25 de junho de 2014. 
  42. «The 60th MPSE Golden Reel Awards Winners and Nominees» (em inglês). Los Angeles Times. 17 de janeiro de 2013. Consultado em 24 de fevereiro de 2013. 
  43. «Annecy 2013 - Festival - Official Selection» (em inglês). Annecy International Animated Film Festival. Arquivado desde o original em 1 de abril de 2013. Consultado em 25 de junho de 2014. 
  44. Kimberley Nordyke; Stacey Wilson (10 de junho de 2013). «Critics' Choice Television Awards: Complete Winners List» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de junho de 2013. 
  45. «Teen Choice Awards Nominations Announced! Who Made The Cut This Year?» (em inglês). Teen Vogue. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  46. Jon Weisman (14 de agosto de 2013). «Emmy Wins Come Early for 'Adventure Time,' 'Portlandia,' 'Simpsons'» (em inglês). Variety. Consultado em 14 de agosto de 2013. 
  47. Andreeva, Nellie (September 15, 2013). «HBO, ‘Behind The Candelabra’ Lead Creative Arts Emmy Awards; ‘Undercover Boss’, ‘South Park’, Tony Awards, Bob Newhart, Dan Bucatinsky, Melissa Leo, Carrie Preston, Heidi Klum & Tim Gunn Among». Deadline.com. Consultado em September 16, 2013. 
  48. «Children's | International in 2013». BAFTA.org. British Academy of Film and Television Arts. Consultado em November 25, 2013. 
  49. a b Dominic Patten (1 de fevereiro de 2014). «Annie Awards: ‘Frozen’ Wins Big Including Best Feature; Miyazaki Gets Best Writing; Spielberg Honored; ‘Futurama’ & ‘Sofia’ Top TV; ‘Get A Horse!’ Best Short». PMC Network (em inglês). Deadline Hollywood. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  50. a b «41st Annual Annie Awards Categories». AnnieAwards.org (em inglês). International Animated Film Association. Consultado em 5 de dezembro de 2013. 
  51. «Cartoon Network Announces Winners of 2014 Hall of Game Awards» (em inglês). BroadwayWorld.com. 16 de fevereiro de 2014. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  52. «Kids Choice Awards 2014» (em inglês). Nick.com. Consultado em 9 de março de 2014. 
  53. «Critics’ Choice Television Awards Nomination» (em inglês). Frederator Studios. 17 de junho de 2014. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  54. Garon Cockrell (29 de julho de 2013). «Boom! Studios wins Eisner Award for 'Best Publication: 'Adventure Time'». The Pratt Tribune. Consultado em 27 de agosto de 2013. 
  55. a b Michael Cavna (9 de setembro de 2013). «Comics of the Year: From Saga to Adventure Time, Who Pulled Off the Eisner/Harvey Award Sweep?» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 24 de junho de 2014. 
  56. «2014 Eisner Awards Nominations» (em inglês). Comic-Con.org. 2014. Consultado em 4 de maio de 2014. 
  57. Russ Burlingame (27 de dezembro de 2011). «It’s ADVENTURE TIME at Boom! in February». Comicbook.com. Consultado em 3 de junho de 2012. 
  58. Caleb Goellner (19 d novembro de 2011). «'Adventure Time' Comic Series Coming From Boom! in February». Comics Alliance. Consultado em 21 de novembro de 2011. 
  59. «Adventure Time: Fionna and Cake #01». KaBOOM! Studios. Consultado em 27 de janeiro de 2013. 
  60. Caleb Goellner (7 de janeiro de 2013). «'Adventure Time' Vol. 1 OGN To Take Finn, Jake And Flame Princess Manga-Sized This April». Comics Alliance. Consultado em 14 de fevereiro de 2013. 
  61. «Series: Adventure Time: Pixel Princesses». Boom! Studios. Consultado em 24 de setembro de 2013. 
  62. Pendleton Ward (8 de maio de 2012). «Twitter - [Pendleton Ward anunciando o primeiro jogo]». Twitpic.com (em inglês). Twitter @buenothebear. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  63. Patrick Barnett (23 de março de 2012). «Adventure Time Heading to Nintendo DS Later This Year» (em inglês). Nintendo World Report. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  64. Fred Seibert (8 de maio de 2012). «Adventure Time Art» (em inglês). Frederator Studios. Arquivado desde o original em 8 de maio de 2012. Consultado em 23 de junho de 2014. 
  65. «Mobile Games» (em inglês). CartoonNetwork.com. Consultado em 31 de março de 2013. 
  66. Audrey Drake (14 de maio de 2013). «New Adventure Time Game Announced» (em inglês). IGN. Consultado em 12 de junho de 2013. 
  67. Anita Busch (27 de fevereiro de 2015). «Cartoon Network's 'Adventure Time' Heads To Big Screen At Warner Bros.». Deadline.com. Consultado em 28 de fevereiro de 2015. 
  68. «Adventure Time: My Two Favorite People DVD on September 27th». Toon Barn. June 27, 2011. Consultado em July 5, 2011. 
  69. «Adventure Time DVD news: Press Release for Adventure Time – The Complete 1st Season». TVShowsOnDVD.com. Consultado em April 11, 2012. 
  70. «Adventure Time: Jake Vs Me-Mow». Amazon.com. ASIN B008OTTU2S. Consultado em June 27, 2013. 
  71. «Fionna and Cake 4». Amazon.com. ASIN B009Z5BPWS. Consultado em June 27, 2013. 
  72. a b «Adventure Time – 'The Complete 2nd Season' on DVD and Blu-ray... Plus '1st Season' Blu!». TVShowsOnDVD.com. February 9, 2013. Consultado em February 10, 2013. 
  73. «Adventure Time: Jake the Dad (DVD + Jake Hat)». Walmart.com. Consultado em July 9, 2013. 
  74. «Adventure Time: The Complete Third Season». Amazon.com. Consultado em November 17, 2013. 
  75. Lambert, David (February 27, 2014). «Adventure Time – DVD for 'Volume 6: The Suitor': Date, Cost, Box Art and More!». TVShowsOnDVD.com. Consultado em February 27, 2014. 
  76. Lambert, David (April 9, 2014). «Adventure Time – Summertime Release for 'Volume 7: Princess Day' on DVD». TVShowsOnDVD.com. Consultado em April 10, 2014. 
  77. a b «Cartoon Network-Adventure Time-Complete 4th Season». Amazon.com. June 27, 2014. Consultado em June 27, 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]