Lei das Drogas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lei 11343/06)
Ir para: navegação, pesquisa

A Lei das Drogas (ou Lei de Tóxicos), oficialmente lei 11.343/2006, institui o sistema de políticas públicas sobre drogas no Brasil.[1]

Promulgada em 23 de Agosto de 2006, a lei prescreve "medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de drogas; estabelece normas para repressão à produção não autorizada e ao tráfico ilícito de drogas; define crimes e dá outras providências."[2]

O artigo 28 da lei trata do portador de drogas ilícitas e sem autorização legal para consumo pessoal, elencando as penas de "I - advertência sobre os efeitos das drogas; II - prestação de serviços à comunidade; III - medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo."[3]

O artigo 33 da lei trata da produção não autorizada e do tráfico de drogas ilícitas, elencando as penas de "reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e pagamento de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) dias-multa."[4]

Uma crítica à lei é sobre a omissão da distinção objetiva entre consumo pessoal e tráfico.[5][6][7][8][9][10]

Na defesa de um preso que possuía 3 gramas de maconha em sua cela, a Defensoria Pública argumentou por meio do Recurso Extraordinário 635.659 (RE 635.659) que a criminalização do porte de drogas para consumo pessoal é inconstitucional pois tal conduta seria protegida pelo princípio constitucional da intimidade e não prejudica a saúde pública.[11] O caso foi aceito pelo Supremo Tribunal Federal e a tese de inconstitucionalidade possui apoio dos ministros Edson Fachin[12][13][14] e Luís Roberto Barroso[12][15][13][14] quanto à descriminalização da maconha e de Gilmar Mendes quanto a descriminalização de todas as drogas.[16][13] Os demais ministros ainda não se pronunciaram.[12] Segundo o ministro Teori Zavascki o caso seria decido no segundo semestre de 2016,[16][17] porém não foi decidido naquele ano.[18]

Referências

  1. «Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - Sisnad». Lei nº 11.343. Consultado em 2016-10-11 
  2. «Art. 1 da Lei de Tóxicos - Lei 11343/06». Jusbrasil. Consultado em 2016-10-11 
  3. «Art. 28 da Lei de Tóxicos - Lei 11343/06». Jusbrasil. Consultado em 2016-10-11 
  4. «Art. 33 da Lei de Tóxicos - Lei 11343/06». Jusbrasil. Consultado em 2016-10-11 
  5. Marília Scriboni. «Jurisprudência e lei confundem diferenças entre porte e tráfico de drogas». Consultor Jurídico 
  6. «Lei de drogas é 'fator chave' para aumento da população carcerária, diz ONG». G1. Consultado em 2017-01-12 
  7. Gabriel Cariello (2017-01-12). «Human Rights Watch defende mudança na lei de drogas para reduzir população carcerária». O Globo. Consultado em 2017-01-12 
  8. Luiz Flávio Gomes. «Tráfico ou usuário de droga: depende do caso concreto». Jusbrasil 
  9. Instituto Igarapé (2015-08-10). «Nota técnica: Critérios objetivos de distinção entre usuários e traficantes de drogas - JOTA». JOTA 
  10. «Criminalização do uso de drogas - Supremo Tribunal Federal» (PDF) 
  11. Renan Ramalho (2015-09-10). «Dois ministros do STF votam para descriminalizar porte de maconha». G1 
  12. a b c Márcio Falcão, Flávia Foreque, Natália Cancian. «Ministros do STF defendem liberação só de maconha; julgamento é adiado». Folha de S.Paulo. Consultado em 2016-10-11 
  13. a b c Raphael Martins. «Placar no STF está em 3x0 para descriminalização de drogas». Exame 
  14. a b Leonardo Isaac Yarochewsky. «Supremo deve descriminalizar porte e uso de todas as drogas». Consultor Jurídico 
  15. Mariana Schreiber. «Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'». BBC Brasil. Consultado em 2016-10-11 
  16. a b «Teori quer liberar neste semestre voto sobre descriminalização de posse de drogas». O Globo. 2016-08-02 
  17. Márcio Falcão. «Ministro do STF quer julgar liberação do porte de droga neste semestre». Folha de S.Paulo. Consultado em 2016-10-11 
  18. Guilherme Wieczorek (6 Janeiro 2017). «Descriminalização das drogas no Brasil». Fora da Mira. Consultado em 2017-01-11 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]