Rildo da Costa Menezes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rildo
Treinador de futebol
Rildo.JPG
Informações pessoais
Nome completo Rildo da Costa Menezes[1]
Data de nasc. 22 de fevereiro de 1942 (76 anos)
Local de nasc. Recife, (PE), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,73m
Canhoto
Informações profissionais
Período em atividade Como Jogador: 1959–1980 (21 anos)
Como Treinador: 1990–1995 (5 anos)
Posição Treinador (ex-Lateral-esquerdo)
Clubes de juventude
Clubes profissionais
Seleção nacional
Times/Equipas que treinou

Rildo da Costa Menezes, mais conhecido como Rildo, (Recife, 22 de janeiro de 1942) é um técnico e ex-jogador de futebol brasileiro[2].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira no Íbis, do Recife em 1959[3]. Depois de uma passagem pelo Sport, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde fez um teste no Botafogo.

Na época, Nilton Santos, titular da posição no clube e na Seleção Brasileira, passou a jogar como zagueiro[4]. Com isso, Rildo conseguiu uma chance e se firmou no Botafogo, pelo qual conquistou os títulos estaduais de 1961 e 1962, além do Torneio Rio-São Paulo de 1962 e 1964. Rildo, sempre titular, fez parte em 1962 de um dos maiores plantéis que o Botafogo já possuiu em toda a sua história, por muitos especialistas o maior de todos, jogando ao lado de Nilton Santos, Garrincha, Didi, Amarildo e Zagallo, todos Bi-Campeões com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo no Chile em 1962.

Chegou ao Santos Futebol Clube em 1966, tendo jogado ao lado de Pelé, Pepe, Coutinho e Clodoaldo[5]. Jogou pelo clube durante cinco anos e conquistou, entre outros títulos: Campeonato Paulista: (1967,1968 e 1969), (Roberto Gomes Pedrosa: 1968), Recopa Sul-Americana (1968) e Recopa Intercontinental -1968

Foi um dos convocados por Vicente Feola para disputar a Copa do Mundo de 1966. Na competição, disputou apenas um jogo, marcando o gol do Brasil na derrota por 3 a 1 para Portugal. No total, foram 49 jogos pela Seleção entre 1963 e 1969[6].

Após uma passagem pelo CEUB EC de Brasília e pelo ABC de Natal, jogou pelo New York Cosmos em 1977. Passou por outros três clubes dos Estados Unidos, antes de encerrar a carreira, em 1980, aos 38 anos, defendendo o Cleveland Cobras.

Como Técnico[editar | editar código-fonte]

Teve carreira curta como técnico. Treinou apenas três clubes, todos dos Estados Unidos: California Emperors, em 1990; Los Angeles Salsa, em 1993; e San Fernando Valley Golden Eagles, em 1995.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo
Santos
Cosmos

Referências

  1. Rildo da Costa Menezes. Lancepédia
  2. Que fim levou? - Rildo. Terceiro Tempo
  3. Rildo, uma estrela nada solitária. Memória Futebol, 22/01/2012
  4. Rildo Menezes. NiltonSantos.com.br
  5. Sorridente e emocionado, ex-lateral Rildo visita o Memorial das Conquistas. Santos Futebol Clube, 29/01/2012
  6. NAPOLEÃO, Antônio Carlos, e ASSAF, Roberto. Seleção brasileira: 1914-2006. Mauad Editora Ltda, 2006. Pág. 292

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.