Rio Branco de Bagé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Branco
Nome Rio Branco de Bagé
Fundação estimativa 1910
Estádio -
Presidente João Von Walvitz
Treinador -
Competição Extinto


Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
editar

O Rio Branco é um clube de futebol brasileiro já extinto, da cidade de Bagé, Estado do Rio Grande do Sul. As cores de sua camisa eram o verde e amarelo, listradas verticalmente. O clube teve importante passagem no cenário esportivo gaúcho, realizando vários amistosos e excursões dentro do Estado[1]. Em 1920 fundiu-se com o 14 de Julho, também da cidade de Bagé, dando origem ao Grêmio Esportivo Bagé, clube que mantem-se em atividade até os dias atuais.

História[editar | editar código-fonte]

Equipe do Rio Branco, em 1911. Utilizava a camisa listrada, nas cores verde e amarelo. Foi clube fundador da FGF, e um dos dois clubes que originou o Bagé.
Dirigentes do Rio Branco em 1911[2]

Mesmo na imprensa bageense não fica clara a data exata de fundação do clube. Entretanto, já em 1910 aparecem referências[3] sobre jogos da equipe, sendo este ano, portanto, se não o da fundação, o primeiro ano (até agora) em que consta o aparecimento da equipe em jogos de futebol. No que diz respeito à imprensa de Porto Alegre, o Rio Branco bageense é citado desde 1912 em reportagens do jornal Correio do Povo.

Equipes em 1914 e 1918[editar | editar código-fonte]

1914[editar | editar código-fonte]

Em 1914, o Rio Branco formou[4] com:
Duarte, Lebrato e Brasil I: Amaral, Machado e Antônio; Júlio, Brasil II, Salab, Hugo e Avancini.

  • Esta escalação é de um amistoso em 1914, que resultou em 0 x 0, contra uma equipe chamada Carlos Gomes, em Bagé.

1918[editar | editar código-fonte]

Em 1918, jogavam pelo Rio Branco: Pato, Carpes e Carlos Suñe (capitão da equipe); Fernandes, Juca e Turíbio Alcalde; Diogo, Chico, Oliveira, Lebrato e Lucídio.

Presidente: Viriato Azambuja (um dos fundadores do Grêmio Esportivo Bagé).

Alguns dos jogos[editar | editar código-fonte]

1912 - Seleção Carioca 1 x 1 Rio Branco (jogo realizado em Pelotas)

1913 - Guarany(Pelotas) 1 x 7 Rio Branco

1913 - Seleção de Pelotas 1 x 3 Rio Branco

1914 - Rio Branco 0 x 0 Carlos Gomes (Bagé)

1914 - Grêmio 2 x 0 Rio Branco

1915 - Rio Branco 10 x 0 Grêmio Futebol Bageense[5]

1918 - Guarany 2 x 0 Rio Branco

Amistosos históricos[editar | editar código-fonte]

Em 1912, o Rio Branco realizou a primeira partida[6] de um clube de Bagé contra uma equipe de outro Estado. O jogo foi contra a seleção Paulista, mas carecem fontes para conhecer o placar deste encontro.

A Seleção Paulista trazia jogadores consagrados à epóca, como Rubens Salles, Formiga, Bicudo, Gullo e Procópio.

Também em 1912, o Rio Branco, jogando em Pelotas, enfrentou a Seleção Carioca, jogo que terminou em 1 x 1, com Turíbio Alcalde marcando o gol do clube bageense. Por muitos anos, mais precisamente até 2010, era considerado como primeiro confronto interestadual de um clube da cidade de Bagé, um confronto entre Guarany (Bagé) x Guarany (Ponta Grossa), que ocorreu em 1917. Mas através de pesquisas do jornalista bageense Mário Nogueira Lopes, publicada no Jornal Minuano, de Bagé (ver fontes anteriores deste artigo), a nova informação tornou-se pública.

Clube fundador[editar | editar código-fonte]

O Rio Branco participou da criação da FRGD (Federação Rio-grandense de Desportos), em 18 de maio de 1918, que mais tarde viria a ser a atual Federação Gaúcha de Futebol.

Novo clube[editar | editar código-fonte]

Em 5 de agosto de 1920, com a fusão entre Rio Branco e 14 de Julho, surgia o Grêmio Esportivo Bagé.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jornal Minuano. «Uma imagem quase centenária» 
  2. José Higino Gonçalves (17 de janeiro de 2011). «Antigos vultos do futebol local». Jornal Minuano. Consultado em 28 de setembro de 2014 
  3. Jornal Minuano. «Os anos com final 10» 
  4. Jornal Minuano. «Escalação em 1914» 
  5. Jornal Minuano. «As recordações esportivas de maio» 
  6. Jornal Minuano. «Refazendo o rumo da história» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site do Bagé: http://www.gebage.com/

Foto da equipe, em 1911: http://www.jornalminuano.com.br/noticia.php?id=46734

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.