Ruben A.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruben A.
Busto de Ruben A. no Jardim Botânico do Porto
Nome completo Ruben Alfredo Andresen Leitão
Nascimento 26 de maio de 1920
Lisboa, Portugal
Morte 23 de setembro de 1975 (55 anos)
Londres, Inglaterra
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Escritor, romancista, ensaísta, historiador, crítico literário, e autor
Influências
Magnum opus A Torre da Barbela

Ruben Alfredo Andresen Leitão (Lisboa, 26 de maio de 1920Londres, 23 de setembro de 1975) foi um escritor, romancista, ensaísta, historiador, crítico literário, e autor de textos autobiográficos, português, com o pseudónimo Ruben A.. Foi professor no King's College, em Londres de 1947 a 1951 e funcionário da Embaixada do Brasil em Lisboa de 1954 a 1972. Nesta data foi nomeado administrador da Imprensa Nacional-Casa da Moeda. Foi igualmente director-geral dos Assuntos Culturais do Ministério da Educação e Cultura.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Triálogo
  • Júlia
  • Relato 1453
  • D. Pedro V: um homem e um rei (biografia, 1950)
  • Caranguejo (romance, 1954)
  • Cores (contos, 1960)
  • Cartas de D. Pedro V aos seus Contemporâneos (1961)
  • A Torre da Barbela (romance, 1965)
  • O Outro que era Eu (1966)
  • O Mundo à Minha Procura (1964, 1966 e 1968)
  • Páginas (seis diários publicados em 1949, 1950, 1956, 1960, 1967 e 1970)
  • Silêncio para 4 (novela, 1973)
  • Kaos (romance, 1982)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Herculano Amorim Ferreira
Lorbeerkranz.png Sócio correspondente da ABL - cadeira 17
1975
Sucedido por
Vitorino Magalhães Godinho
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.