Joaquim Gonçalves Ledo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joaquim Gonçalves Ledo
Joaquim Gonçalves Ledo, por Oscar Pereira da Silva.
Nascimento 11 de agosto de 1781
Rio de Janeiro
Morte 19 de maio de 1847 (65 anos)
Fazenda de Macacu, Sumidouro
Nacionalidade  Brasileiro

Joaquim Gonçalves Ledo (Rio de Janeiro, 11 de agosto de 1781 — Fazenda de Macacu, Sumidouro, 19 de maio de 1847) foi um político e jornalista brasileiro.

Editor do Revérbero Constitucional Fluminense, jornal lançado por ele e por Januário da Cunha Barbosa a 15 de setembro de 1821, Ledo foi um dos promotores do "Dia do Fico" (9 de janeiro de 1822). No jornal, combatiam os interesses dinásticos portugueses e reivindicavam a constituição de um governo liberal.

Joaquim Gonçalves Ledo, por Ettore Ximenes. Monumento à Independência, São Paulo.

Foi deputado provincial do Rio de Janeiro até 1835, quando abandonou a política e a maçonaria para recolher-se em Sumidouro, onde morreria em sua fazenda, de ataque cardíaco.[1]

Foi ferrenho adversário de José Bonifácio de Andrada e Silva, tanto na maçonaria quanto na política.

Ledo era muito modesto, não gostava de aparecer, trabalhava por seus ideais por amor e não por ambicionar cargos, títulos ou honrarias de qualquer espécie. Neste sentido, existem rumores de que ele tenha incinerado seu arquivo de documentos relacionados a sua participação na independência do Brasil. Mesmo assim, a história mostrou a grande importância de Joaquim Gonçalves Ledo na independência do Brasil e, há quem diga, que Ledo foi o grande articulador da independência do país.

Em certa ocasião, antes da independência, dirigiu-se ao príncipe, com as seguintes palavras:

"A natureza não formou satélites maiores que os seus planetas. A América deve pertencer à América, a Europa à Europa, porque não debalde o Grande Arquiteto do Universo meteu entre elas o espaço imenso que as separa. O momento para estabelecer-se um perdurável sistema, e ligar todas as partes do nosso grande todo, é este..."[2]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Lorbeerkranz.png Correspondente da ABL - Patrono da cadeira 15
Sucedido por
José Echegaray