(You Drive Me) Crazy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"(You Drive Me) Crazy"
Single de Britney Spears
do álbum ...Baby One More Time
Lado B "I'll Never Stop Loving You"
Lançamento 23 de agosto de 1999
Formato(s) CD single
Gravação Março de 1998
Versão do álbum
Maio de 1999
The Stop Remix!
Gênero(s) Dance-pop, teen pop
Duração 3:18
Gravadora(s) Jive Records
Composição Max Martin, Jörgen Elofsson, Per Magnusson, David Kreuger
Produção Max Martin, Jörgen Elofsson, Per Magnusson, David Kreuger
Cronologia de singles de Britney Spears
Último
Último
"Sometimes"
(1999)
"Born to Make You Happy"
(1999)
Próximo
Próximo

"(You Drive Me) Crazy" uma canção gravada pela artista americana Britney Spears. A canção foi escrita e produzida por Max Martin, Jörgen Elofsson, Per Magnusson e David Kreuger para o álbum de estreia de Spears ...Baby One More Time (1999). Foi lançado em 23 de agosto de 1999 pela Jive Records, como o terceiro single do álbum. É uma canção teen pop que fala de uma mulher que é louca por seu interesse amoroso, alegando que seu "amor continua até o fim da noite".

A versão do single se difere da versão original do álbum ...Baby One More Time, que foi gravado um ano antes, em março de 1998 na Suécia. Em 12 de maio de 1999, Martin e Spears foram para a Battery Studios em Nova Iorque e re-gravaram os vocais da versão original da canção para a versão remixada, chamada "The Stop! Remix". O remix foi incluído pela primeira vez na trilha sonora do filme Drive Me Crazy, e mais tarde incluída em seu primeiro álbum de compilação, Greatest Hits: My Prerogative. A canção obteve um sucesso comercial, atingindo o top dez em diversos países. E também deu à Spears, seu segundo single top dez nos Estados Unidos.

Um vídeo que acompanha a canção, foi dirigido por Nigel Dick, retrata Spears como garçonete de um clube, que muda de roupa e começa a cantar e dançar com um cara que olha para ela e a leva à loucura. Possui participações especiais dos atores Melissa Joan Hart e Adrian Grenier, o par romântico do filme de 1999 Drive Me Crazy. "(You Drive Me) Crazy" foi performada por Spears em cinco turnês, incluindo ...Baby One More Time Tour, Crazy 2k Tour, Dream Within a Dream Tour, The Onyx Hotel Tour e na residência em Las Vegas, Britney: Piece of Me.

Antecedentes e composição[editar | editar código-fonte]

Originalmente lançado em seu álbum de estreia ...Baby One More Time no terceiro trimestre de 1999, e também foi posteriormente incluído em seu álbum de compilação Greatest Hits: My Prerogative. O "Stop Remix!" foi usado para a versão do single e foi incluída pela primeira vez na trilha sonora original do filme Drive Me Crazy. A trilha sonora foi lançada em 28 de setembro de 1999. A versão do single se difere da versão original presente no álbum ...Baby One More Time, que foi gravado um ano antes, em março de 1998 na Suécia. Em 12 de maio de 1999, Max Martin e Britney Spears foram para a Battery Studios e Manhattan, Nova Iorque, e re-gravaram os vocais da canção original para a versão remixada. A canção foi escrita e produzida por Per Magnusson, Jörgen Elofsson, David Kreuger & Max Martin em 1998. É uma canção teen pop e dance-pop sobre quando Britney se apaixona por algúem.[1] Em 2002 foi lançado em duas grandes gravadoras versões covers da faixa. A banda britânica de nu metal SugarComa lançaram a versão cover da faixa como segundo single de seu álbum Becoming Something Else, e Richard Cheese também fez um cover, em versão de Jazz presente em seu álbum, Tuxicity.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Spears performando "(You Drive Me) Crazy" durante a sua turnê Dream Within a Dream no ano de 2002.

Opinião da crítica[editar | editar código-fonte]

Kyle Anderson da MTV disse que a segunda canção do álbum "é cativante o suficiente" para continuar ouvindo o restante do álbum.[2] Caryn Ganz da Rolling Stone chamou "(You Drive Me) Crazy" de "mais um hit" de ...Baby One More Time, junto com "Sometimes" e "From the Bottom of My Broken Heart".[3] Bill Lamb do About.com listou a canção no top 10 de canções de Britney, dizendo: "O terceiro single do álbum de estreia de Britney é tão cativante quanto o primeiro. Ao fim da primeira vez que você o escuta, ou possivelmente ao fim da segunda, você é obrigado a cantarolar o refrão 'cra-a-a-azy'. Ele pode seguir uma fórmula simples, mas com certeza é divertido".[4]

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

"Crazy" tornou-se o segundo single top dez de Britney no Hot 100 da Billboard nos Estados Unidos, ficando na posição 10 por uma semana, graças ao seu grande número de execuções nas rádios; a faixa atingiu a posição de número seis no Hot 100 Airplay, o terceiro maior single da cantora na parada, atrás apenas de "Hold It Against Me" e "Till the World Ends".[5] No entanto, o single não fez tanto sucesso em termos de vendas, não entrando na parada Hot 100 Singles Sales; isso pode ser atribuído principalmente ao fato de que a canção foi lançada como um 12" single, e na época, vendas deste formato não poderia competir com as vendas regulares de CD singles. Como os dois singles anteriores de Spears, "Crazy" também obteve um sucesso no Top 40 de várias rádios, alcançando o top dez das três paradas: o Top 40 Tracks, Mainstream Top 40 e Rhythmic Top 40. Além da posição #4 na Pop Songs.

A faixa também provou ser outro sucesso internacional, atingindo o top cinco em diversos países da Europa, incluindo França, nas regiões da língua alemã e países da Escandinávia. Nas paradas oficiais do Reino Unido, "Crazy" atingiu a posição de número cinco e vendeu um total de 257.000 cópias, se tornando elegível para uma certificação de disco de Prata pela British Phonographic Industry. No entanto, o single só conseguiu atingir o top vinte no Canadá e na Austrália; Não obstante, a Australian Recording Industry Association certificando o single como disco de Platina por vender 70.000 cópias.

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe para "(You Drive Me) Crazy" foi dirigido por Nigel Dick e foi filmado em Redondo Beach Power Station em Califórnia entre 14–15 de junho de 1999. Spears revelou que o conceito foi sua ideia própria, e esperava que o vídeo fosse "levá-la para o próximo nível".[6] Os atores Melissa Joan Hart e Adrian Grenier fizeram uma aparição no videoclipe, uma vez que eles estavam promovendo o filme Drive Me Crazy (1999), que contou com a canção como tema.[7] Dick revelou que, a princípio, Grenier não queria estar no vídeo da canção, "A grande questão é que Adrian Grenier não queria estar no vídeo. [...] Assim, me deram algumas instruções para pegar ele e certificá-lo de que aparecer no vídeo era a melhor coisa a se fazer. Eu disse, 'Você sabe, Adrian, eu só acho que seria ótimo para sua carreira, e Britney é uma ótima garota e é divertido trabalhar com ela'. Eventualmente, ele aceitou participar do vídeo".[7]

O videoclipe estreou no especial Making the Video da MTV, enquanto estreou no Total Request Live na posição de número quatro em 24 de agosto de 1999.[7] O mesmo começa com Spears como uma das várias garçonetes em um clube. As garçonetes se trocam para começarem a dançar. Spears troca seu uniforme por um top verde brilhante e uma calça preta (usado também para a capa do single), e então começa uma cena de dança extensa. Em seguida, ela sobe em um palco e canta; atrás dela, a palavra "CRAZY" é vista brilhando na cor laranja. "(You Drive Me) Crazy" é o videoclipe de maior tempo na parada por uma artista feminina no TRL, ficando no top dez por setenta e três dias.[7] Um material alternativo do vídeo pode ser encontrado no DVD do primeiro álbum de compilação de Spears Greatest Hits: My Prerogative (2004).[8] Jennifer Vineyard da MTV comentou que, "o áudio alternativo dá a sensação de Spears cantando a canção com autênticidade, onde a batida está em sincronia, mas uma camada de sua voz está apenas um pouco à frente de outros vocais".[8] O personagem garçonete de "(You Drive Me) Crazy", também inspirou Spears à se caracterizar de garçonete no vídeo de "Womanizer" (2008).[9]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Desempenho e certificações[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Cerimônia Prêmio Resultado
1999 Golden Music Awards Melhor Gravação Dance Vencedor
2000 MTV Video Music Awards Melhor Coreografia Indicado
Nickelodeon Kids Choice Awards Canção Favorita Indicado

Referências

  1. (You Drive Me) Crazy Single - Britney Spears - AllMusic.
  2. Anderson, Kyle (3-3-2010). Britney Spears Goes Back To Her Schoolgirl Days For The First Installment Of 'Popology' MTV. MTV Networks. Visitado em 4-3-2011.
  3. Ganz, Caryn. Britney Spears: Biography Rolling Stone. Jann Wenner. Visitado em 4-3-2011.
  4. Top 10 Britney Spears Songs About.com Visitado em 13-1-2011
  5. Billboard magazine. Hot 100 Airplay. Visitado em 17-10-2008.
  6. Vena, Jocelyn (16-11-2009). Britney Spears Wanted '(You Drive Me) Crazy' Video To Take Her 'To The Next Level' MTV MTV Networks. Visitado em 24-4-2011.
  7. a b c d The TRL Archive —Recap —August 1999. Visitado em 11-6-2009. Cópia arquivada em 14-6-2009.
  8. a b Vineyard, Jennifer (27 de outubro de 2004). Britney DVD Has Alternate Takes Of Her Videos, Plus More Skin MTV. MTV Networks. Visitado em 21 de dezembro de 2010.
  9. Vena, Jocelyn (25-9-2008). Britney Spears Reportedly Plays Vampy Waitress In 'Womanizer' Video MTV MTV Networks. Visitado em 24-4-2011.
  10. (You Drive Me) Crazy [Single by Britney Spears] Allmusic Rovi Corporation (15-8-2000). Visitado em 11-6-2011.
  11. Notas de lançamento para The Singles Collection por Britney Spears (encarte do Box Set). Jive Records (886975967629).
  12. Die ganze Musik im Internet: Charts, News, Neuerscheinungen, Tickets, Genres, Genresuche, Genrelexikon, Künstler-Suche, Musik-Suche, Track-Suche, Ticket-Suche - musicline.de (em Alemão) Media Control Charts. PhonoNet GmbH.
  13. Australian-charts.com – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy ARIA Top 50 Singles. Hung Medien.
  14. Britney Spears – (You Drive Me) Crazy Austriancharts.at (em Alemão) Ö3 Austria Top 40. Hung Medien.
  15. Ultratop.be – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy (em Holandês) Ultratop 50. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch.
  16. Ultratop.be – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy (em Francês) Ultratop 40. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch.
  17. Top Singles - Volume 70, No. 4, November 15 1999 RPM. Visitado em 31-1-2011.
  18. Britney Spears Album & Song Chart History Billboard Hot 100 por Britney Spears. Prometheus Global Media.
  19. Sexton, Paul (6 de dezembro de 2000). Richard's 'Prayer' Stays Atop U.K. Chart Billboard magazine. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  20. Finnishcharts.com – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy Suomen virallinen lista. Hung Medien.
  21. Lescharts.com – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy Les classement single. Hung Medien.
  22. Nederlandse Top 40 – week 41, 1999 Dutch Top 40. Stichting Nederlandse Top 40.
  23. Irish Recorded Music Association (23 de setembro de 1999). Irish Singles Chart (Searchable Database) Irish Charts. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  24. Federation of the Italian Music Industry (6 de novembro de 1999). Italian Singles Chart Hit Parade Italia. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  25. Norwegiancharts.com – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy VG-lista. Hung Medien.
  26. Charts.org.nz – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy Top 40 Singles. Hung Medien.
  27. Chart Stats – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy UK Singles Chart. Chart Stats.
  28. Swedishcharts.com – Britney Spears – (You Drive Me) Crazy Hung Medien.
  29. Britney Spears – (You Drive Me) Crazy swisscharts.com Swiss Charts & Hung Medien.
  30. Top Singles - Volume 70, No. 8, December 13 1999 RPM. Visitado em 31-1-2011.
  31. Syndicat National de l'Édition Phonographique (1999). Classement Singles Disque en France. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  32. Rock On The Net (1999). THE ARC WEEKLY TOP 40 ARCHIVES: TOP POP SONGS OF 1999: 1-50. Visitado em 2 de junho de 2012.
  33. Media Control Charts (2000). Annual Chart Universität Würzburg. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  34. Australian Recording Industry Association (2000). End of Year Charts ARIA Charts. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  35. Syndicat National de l'Édition Phonographique (2000). Classement Singles Disque en France. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  36. Recording Industry Association of New Zealand (2000). Annual Chart RIANZ. Visitado em 8 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 10-7-2010.
  37. Sverigetopplistan (2000). Årslista Singlar. Visitado em 8 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 17-6-2009.
  38. Hung Medien (2000). Schweizer Jahreshitparade Hit Parade. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  39. Gold/Platin–Datenbank [Gold/Platinum Database] (em Alemão) Bundesverband Musikindustrie. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  40. Australian Recording Industry Association (1999). Accreditations. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  41. Syndicat National de l'Édition Phonographique (10 de maio de 2010). Certifications Singles Argent Disque en France. Visitado em 8 de agosto de 2010.
  42. Recording Industry Association of New Zealand (17-11-1999). Certifications (Searchable Database) RIANZ. Visitado em 8 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 20-6-2007.
  43. British Phonographic Industry (22 de outubro de 1999). BPI Certified Awards (Searchable Database). Visitado em 8 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 17-1-2010.
  44. International Federation of the Phonographic Industry (1999). Certifications IFPI (Sweden). Visitado em 8 de agosto de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]