Hold It Against Me

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
"Hold It Against Me"
Single de Britney Spears
do álbum Femme Fatale
Lançamento 11 de janeiro de 2011
Formato(s) CD single, download digital
Gravação 2010; Conway Studios / Dr. Luke's
(Los Angeles, Califórnia)
Gênero(s) Dance-pop
Duração 3:49
Gravadora(s) Jive Records
Composição Max Martin, Lukasz Gottwald, Bonnie McKee, Mathieu Jomphe[1]
Produção Max Martin, Dr. Luke, Billboard
Cronologia de singles de Britney Spears
Último
Último
"3"
(2009)
"Till the World Ends"
(2011)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de Femme Fatale
Último
Último
"Till the World Ends"
(1)
"Inside Out"
(3)
Próximo
Próximo

"Hold It Against Me" é uma canção da artista musical estadunidense Britney Spears, contida em seu sétimo álbum de estúdio Femme Fatale (2011). Foi escrita e produzida por Max Martin, Dr. Luke e Billboard, com auxílio na composição por Bonnie McKee. A canção foi originalmente oferecida à Katy Perry, porém McKee e Luke sentiram que ela não se adequaria à faixa. Uma demo na voz de Bonnie foi liberada em 6 de janeiro de 2011. A canção foi liberada para streaming em 10 de janeiro, sendo lançada no dia seguinte.

Musicalmente, "Hold It Against Me" mistura batidas pulsantes dos estilos industriais e trance, com elementos proeminentes do grime. O refrão da canção possui sintetizadores cadenciados que levantam a voz de Spears, que é contrastada com as batidas da música. A canção também apresenta uma pausa que contém influências do dubstep, na qual Spears geme e manda beijos. A faixa termina com seu refrão, que contém elementos da música rave. O grupo The Bellamy Brother alegaram que a canção era similar a uma faixa lançada por eles no ano de 1979, chamada "If I Said You Had a Beautiful Body Would You Hold It Against Me"; os membros do grupo chegaram a autuar Luke, Martin e Billboard por difamação e calúnia, contudo, o caso foi arquivado, e os membros do grupo pediram desculpas.

Alguns críticos apreciaram a canção, porém outros criticaram seu conteúdo lírico. Depois de seu lançamento, estreou na liderança de seis países, nomeadamente Bélgica (região Valônia), Canadá, Dinamarca, Finlândia, Nova Zelândia e Estados Unidos. No último citado, a estreia da canção na liderança da tabela musical Billboard Hot 100 fez de Spears a segunda artista — depois de Mariah Carey — a ter mais de duas canções estreando na primeira posição da tabela, sendo sua segunda consecutiva.

A faixa foi acompanhada por um vídeo musical dirigido por Jonas Åkerlund e filmado durante os dias 22 e 23 de janeiro de 2011, que estreou no dia 17 de fevereiro de 2011 na emissora musical estadunidense MTV, após uma semana de uma campanha promocional, na qual eram liberados teasers no canal de Spears no serviço VEVO. No vídeo, Spears vive uma pop star que veio do espaço para procurar fama na Terra. Lá, ela fica oprimida com a pressão da mídia e se quebra. Depois de seu lançamento, o vídeo recebeu avaliações mistas, com alguns dos críticos elogiando seu conceito artístico, enquanto outros criticaram negativamente a quantidade de produtos contido no vídeo musical. Além de apresentar "Hold It Against Me" em várias ocasiões, a cantora ainda incluiu a música como o ato de abertura no repertório da turnê Femme Fatale Tour.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Spears apresentando "Hold It Against Me" em Vancouver, no Canadá, durante a Femme Fatale Tour.

"Hold It Against Me" foi escrita e produzida por Max Martin, Dr. Luke e Billboard, com escrita adicional por Bonnie McKee.[2] [3] Após escrita, Luke e Martin iriam oferecê-la à Katy Perry, porém eles concluíram que ela "definitivamente não era uma gravação de Katy Perry". Eles continuaram trabalhando na canção com Billboard; Luke comentou, "Eu queria ter certeza que soaria diferente de tudo que eu já fiz até agora. [...]".[4] Após uma suposta letra cair na internet, Luke disse em seu Twitter que nunca havia escrito uma canção chamada 'don't hold it against me' - suposto nome da faixa - e que haviam escrito uma canção chamada 'hold it against me', mas que esta não era a letra oficial.[5] Também foi relatado que o single seria lançado em 7 de janeiro de 2011, o que foi desmentido pelo empresário de Britney, Adam Leber.[6] Uma demo cantada por Bonnie McKee foi lançada na internet em 6 de janeiro do mesmo ano.[7] No mesmo dia, Spears divulgou em seu Twitter a capa do single, e comentou: "Uma demo do meu novo single vazou. Se você gostou, espere para ver a real na terça-feira".[8]

Em 10 de janeiro de 2011, a canção estava disponível para streaming no website de Ryan Seacrest, que estreou a faixa no seu programa de rádio pouco tempo depois.[9] Spears twittou o seguinte: "Não #HOLDITAGAINSTME por sair mais cedo. Eu não podia esperar mais. Espero que você não se importe.....".[10] A estreia nas rádios causou o congestionamento em alguns sites.[11] "Hold It Against Me" foi lançada digitalmente nos Estados Unidos e no Canadá na iTunes Store à 00:00 EST (00:05 UTC), onde estava exclusivamente disponível até 18 de janeiro de 2011.[3] O single seria lançado no Reino Unido em 20 de fevereiro seguinte, porém a data foi adiantada para 17 de janeiro, devido à grande demanda.[12]

Composição[editar | editar código-fonte]

Uma amostra de 22 segundos do último refrão da canção, onde Spears canta os versos "Se eu dissese que eu quero seu corpo agora, você me culparia?"[nota 1] .[13]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Hold It Against Me" possui duração de três minutos e quarenta e nove segundos. É uma faixa dance-pop que mistura batidas palpitantes dos gêneros industrial e trance com elementos do grime.[14] [15] Os vocais de Spears foram considerados como "pouco tratados", porém não excessivamente Auto-tunados.[13] O refrão, evocativo de outras produções pop de Max Martin, possui sintetizadores rítmicos que elevam seus vocais e contrasta com as batidas fortes.[16] Após o segundo refrão, a batida diminui e Spears canta as linhas com um gancho.[13] Este é seguido por uma pausa influenciada pelo dubstep, na qual a artista diz "Me dê algo bom, não quero esperar, eu quero agora / Pode vir com tudo e me mostre como você trabalha"[nota 2] .[13] "Hold It Against Me" continua com uma segunda pausa, que é mais similar ao som da faixa. O refrão final possui uma pequena quantia de música rave e a canção termina de repente.[13]

Rob Sheffield da Rolling Stone comentou que a canção "traz de volta o ambiente synth-gloom da pedra preciosa de 2007 de Britney, Blackout". Ele também comparou o riff de "Hold It Against Me" com o de "Dirty Deeds Done Dirt Cheap", canção de 1976 do grupo AC/DC. O gancho foi notado por Ann Powers do Los Angeles Times como semelhante ao de "(I Just) Died in Your Arms" (1986), do grupo Cutting Crew.[15] De acordo com a partitura publicada pela Kobalt Music Publishing Inc., "Hold It Against Me" foi composta na clave de dó menor, com o tempo moderado de 133 batidas por minuto, com os vocais de Spears variando entre a nota baixa de sol até a nota alta de sol.[17] Liricamente, a faixa é sobre seduzir alguém na pista de dança. James Montgomery da MTV comparou os sentimentos da letra com a de "If U Seek Amy", canção de Britney de 2009.

Crítica[editar | editar código-fonte]

Assim que foi divulgada na internet, "Hold It Against Me" começou a receber reviews calorosas de críticos musicais, principalmente do Reino Unido e Estados Unidos. A conceituada revista Rolling Stone deu 4 de 5 estrelas dizendo "Hold It Against Me” é Britney Spears de primeira qualidade, embalada com batidas elétricas agressivas e um toque europeu"[18] enquanto jornais britânicos ressaltaram a influência dubstep na faixa, ritmo conhecido na cena alternativa do Reino Unido mas nunca antes utilizado em um single pop. O The Guardian indicou um início de uma tendência por Britney dizendo "Depois de Hold It Against Me, espere Madonna se jogar no dubstep até o fim do ano!"[19] e o The Sun ressaltou o perfeito mix entre a influência dubstep e uma música pop.[20] . Blogs especializados em música como Pop Justice, MuuMuse, entre outros também elogiaram bastante a canção e sua influência dubstep, sempre ressaltando como algo novo no mundo pop. Em menos de 15 minutos, Hold It Against Me alcançou a 1º posição na loja digital ITunes nos Estados Unidos.

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O vídeo musical de "Hold It Against Me" foi filmado nos dias 22 e 23 de janeiro de 2011[21] sob a direção de Jonas Åkerlund, enquanto Brian Friedman ficou a cargo da coreografia.[22] [23] De acordo com o empresário de Spears, Larry Rudolph, ela quis trabalhar com Åkerlund após ver o vídeo musical de "Ray of Light" (1998), mas ela não trabalhou com Åkerlund por sua "indisponibilidade ou sua falta de tempo". Spears e Åkerlund se reuniram rapidamente para criar o conceito do vídeo, mas segundo Rudolph, "[o conceito] ganhou vida própria".[24] Foram feitas audições abertas em 22 de dezembro de 2010, e os dançarinos tinham de aprender uma coreografia similar à "Criminal Intent", da cantora Robyn.[25]

Em 22 de janeiro de 2011, Spears escreveu uma mensagem em sua conta no Twitter sobre a gravação do vídeo, dizendo que "é uma experiência incrível" e que "é um dos melhores vídeos que eu já fiz".[21] Em 2 de fevereiro de 2011, o site TMZ alegou que Åkerlund decidiu usar uma dupla rotina de dança para Spears, pois parecia que ela não tinha ensaiado seus movimentos suficientemente. Os representantes de Spears negaram os rumores, e Åkerlund comentou que "[Britney] foi grande durante todo o processo. [...] Eu tenho tempo suficiente para saber quando um artista dá tudo de si, e para mim ele não fica melhor do que isso. Este vídeo será muito bom! É tudo sobre Britney".[26] Larry Rudolph mais tarde confirmou que havia sido utilizada uma dublê de corpo, mas apenas para as cenas em que Spears luta contra si mesma.[27] A cena de luta foi coreografado por Steven Ho.[28] Ele comentou que Spears incorporou os movimentos aprendidos durante os ensaios, mas que também tinha incorporado "seu próprio sabor", através da adição de uma pequena confusão de passos em seus calcanhares. O comprimento dos vestidos também apresentaram problemas, e havia discussões sobre encurtá-los por questões de segurança. Mais tarde foram adicionados como "armas" e Ho explicou que eles são "como se fossem lâminas afiadas, dando a Britney razões para saltar e fugir ao seu redor".[29]

Friedman revelou que a esposa de Jonas, B. Åkerlund, foi a estilista do vídeo. B. é conhecida por seu trabalho com Madonna e Lady Gaga, mas Friedman assegurou que "não é 'Britney se fazendo de Gaga'".[30] B. comentou posteriormente sobre a moda do vídeo, dizendo: "Nós estávamos indo para o olhar de uma constura punk-rock neste vídeo, com um toque de glamour". Para a cena do vestido de casamento, B. trabalhou com as modas de Tom Tom para criar um vestido feito sob medida. Cristais Swarovski foram usados ​​para as "criações dos braços"; um colar de Dannijo e luvas de La Cracia foram adicionados como acessórios.[31] Para a cena de luta, foram utilizados Spears e seus duplos vestidos personalizados por B. em colaboração com Falguni e Shane Peacock, e também sapatos esportivos de XTC. Durante a sequência de dança, Spears usa um equipamento criado por B. e enxerto de pele Designs, com joias de Tom Binns As botas eram da própria Spears, e ficaram completamente deslumbradas com cristais Swarovski. Para a sequência dos microfones, Spears fez um olhar vermelho descrito como "ombros de crânios", concedidos por Yasmen Hussein para Swarovski Runway Rocks. Ela completa o visual com brincos e um colar de Tom Binns e anéis de Loree Rodkin. Para a cena final, Spears usa um vestido preto personalizado por Bordelle, com ligas. Seu estilo é composto por um colar de Noir e botas decorados com cristais Swarovski.[31] Após seu lançamento, Spears ganhou 500.000 dólares por mostras produtos da Sony e da Make Up For Ever, além da página Plenty of Fish.[32]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após Spears ter sua vida conturbada, pela mídia e por outros fatores (acima), suas personalidades lutam para saber qual irá vencer (abaixo). Essas cenas são vistas como metáforas da época em que Spears raspou a cabeça e foi parar na clínica de reabilitação para achar a sua personalidade verdadeira.

A idéia principal do vídeo de é que Spears caísse na Terra como um meteoro, tentando encontrar a fama no planeta.[33] O vídeo começa com o meteoro caindo do espaço para a Terra, no ano de 2011, e iluminar a cidade quando ele finalmente consegue. Depois disso, a preto e branco cenas intercaladas de Spears se preparando em um palco são mostradas, enquanto as palavras "Britney Spears" e "Hold It Against Me" aparecem em letras inspiradas multicoloridas de Def Leppard. Spears é então vista vestindo shorts e mostrando sua barriga no estúdio, enquanto seus dançarinos em branco estão se vestindo à sua volta. Eles estão cercados por câmeras e luzes. Quando o primeiro refrão começa, Britney aparece usando um vestido de casamento branco dentro de uma sala de metal em forma de cilindro com fios, e rodeada por monitores de televisão reproduzindo seus vídeos anteriores. Quando o segundo verso começa, Spears canta vestindo ombreiras vermelhas brilhante em forma de crânio, com dezenas de microfones à sua volta.[34]

Um pastiche de cenas seguintes alterna entre Spears dançando no palco, cantando com os microfones e uma cena de lábios apenas vermelho, uma referência para a cena de abertura do filme de 1975 The Rocky Horror Picture Show.[35] Depois, Spears também está vista subindo pela sala de metal, enquanto quatro dançarinos sem olhos em branco emergem de baixo seu vestido. Quando a discriminação começa, ela começa a se ejetar da pintura através de IVs em seus dedos, manchando a sala e os monitores.[36] Em seguida, duas versões de Britney Spears, ambas vestidas de azul e vermelho, com comboios de fluxo, são vista lutando entre si. Depois disso, ambas as versões do Spears, bem como a sua no vestido de casamento, caem exaustas no chão. Enquanto as cenas intercaladas de Spears no palco são mostradas, as outras versões de si mesma, começam a acordar. A cena final mostra Spears vestida com um vestido preto curto com seus dançarinos de preto sobre um palco, com confete e pirotecnia em torno deles.[34] O vídeo termina com o ponto de interrogação (?) que aparecem em letras multicoloridas.

Recepção[editar | editar código-fonte]

James Montgomery da MTV disse que, embora o vídeo ultrapassou seus clipes mais emblemáticos em termos de espectáculo puro, ainda exibido um nível de retenção nos seus temas. Ele resumiu a opinião, dizendo que era um de seus todos os tempos melhores vídeos, acrescentando que "não há verdadeira arte para o vídeo, o que torna tanto bonito para olhar e poderoso."[37] Matthew Perpetua da Rolling Stone chamou de "uma agressão visual total", e acrescentou que "é uma mistura de tudo o que temos vindo a esperar de Britney", como figurinos sensuais e coreografias elaboradas.[38] Aaron Parsley da People acreditou que a seqüência de luta foi o destaque do vídeo, mas descartou a colocação de produtos..[39] Bill Lamb, da About.com, disse que o vídeo foi visualmente estelar, mas acrescentou que era "difícil saber" se vai "coincidir com o impacto de" clips como "Baby One More Time"e "Toxic".[40] Willa Paskin da New York Magazine considerou como "uma energia de alto, profissionais ,vídeo dançante", mas afirmou que "[as imagens] compensar o fato básico de que ela não está na forma de dançar, ou mesmo, realizando de forma que ela já foi."[35] Leah Greenblatt do Entertainment Weekly comandou a direção do Åkerlund, mas criticou Spears para sua falta de envolvimento, e comentou: "É difícil não se perguntar: Será Britney ter algum divertimento?"[41]

Ed Masley da The Arizona Republic, afirmou o , viveu até a campanha publicitária dos teasers, e acrescentou que foi sem dúvida um dos seus "filmes mais artísticos" vídeos até à data.[34] Drew Concessão da Salon.com, disse que, apesar da colocação do produto, o vídeo "[é] visualmente deslumbrante, com uma 'Matrix' reúne vibe" A Cela ", que terá Lady Gaga desejando que ela tinha pensado em gotas de tinta IV primeiro."[36] Alex Catarinella da The Huffington Post considerou como sua obra maior e mais madura, disse que o vídeo acabou por ser simples em seu conceito, e acrescentou:"A estrela pop, uma vez perfeita voltou e está oferecendo aos fãs o novo, usado-e-rasgadas e sim, Britney 'mais forte do que ontem'."[42] O uso da colocação do produto recebeu críticas da mídia. Megan Gibson de Time disse que era "fronteira insultante" e comentou: "nós temos que é difícil momento econômico em todo, mas não podiam ter sido um pouco mais sutil, com [ele]?". Liz Kelly, do The Washington Post chamou o clipe de "um infomercial" e disse: "Gostaria de escrever mais, mas de repente sentimos a necessidade de colocar em algum Make Up Forever and dash para fora para comprar uma TV de tela plana da Sony."[43]

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Spears apresentou a canção pela primeira vez no Rain Nightclub no Palms Casino Resort em 25 de março de 2011. Com uma montagem dos seus vídeos musicais, Britney apareceu no palco vestindo um macacão de lantejoulas acompanhada de bailarinos do sexo masculino. De acordo com Jocelyn Vena da MTV News a apresentação incluiu uma jogada de cabelo sexy e uma máquina de vento. Ela também cantou "Big Fat Bass" e "Till the World Ends" durante a performance.[44] A artista também gravou um concerto das canções no Bill Graham Civic Auditorium em 27 de março de 2011, que foi exibido no Good Morning America dois dias depois.[45] No mesmo dia, Spears apresentou as três faixas novamente no Jimmy Kimmel Live!.[46] "Hold It Against Me" também foi apresentada durante a Femme Fatale Tour. Após letras de neon com "Femme Fatale" escrito ser levantada a partir do palco, o show começa com uma introdução em vídeo na qual Spears foi presa pela polícia após uma sequência de perseguição. Após ela dizer "Eu não sou tão inocente"[nota 3] — frase de "Oops!... I Did It Again" — as telas de vídeo se separam e ela aparece na frente de uma estrutura metálica em um traje de prata para executar "Hold It Against Me".[47] Andrew Matson do The Seattle Times disse que a performance "define o ritmo: quente e pesada".[48]

Covers[editar | editar código-fonte]

"Hold It Against Me" foi regravada pelo artista estado-unidense Miguel para a Billboard.[49] Fuzileiros navais dos esquadrões de helicópteros Rein 266 e 169 HMLA postaram um vídeo no serviço YouTube no qual eles dublavam a canção em sua base no Afeganistão. Spears postou o vídeo em seu Twitter e agradeceu aos soldados.[50] [51] A banda estado-unidense de música pop Selena Gomez & the Scene prestou tributo à Spears durante a turnê We Own the Night Tour (2011), em divulgação do terceiro álbum do grupo, When the Sun Goes Down. Durante a digressão, eles apresentaram "Hold It Against Me" em uma sessão com "...Baby One More Time", "(You Drive Me) Crazy", "Oops!... I Did It Again", "I'm a Slave 4 U" e "Toxic", mixadas semelhantemente com o Chris Cox Megamix, incluído em Greatest Hits: My Prerogative (2004).[52]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

Download digital[53]
N.º Título Duração
1. "Hold It Against Me"   3:49

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo todos os profissionais envolvidos na elaboração de "Hold It Against Me", de acordo com o encarte do CD Single:[54]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Estados Unidos 10 de janeiro de 2011 Radio premiere Jive Records
 Austrália[53] 11 de janeiro de 2011 Download digital
 Canadá
 Dinamarca
 Finlândia
 França
 Grécia
 Itália
 Irlanda
 México
 Nova Zelândia
 Noruega
 Portugal
 Espanha
 Suécia
Suíça
 Países Baixos
 Estados Unidos
 Polônia
 Brasil
 Reino Unido 17 de janeiro de 2011 RCA Records
 Estados Unidos 18 de janeiro de 2011 Mainstream airplay Jive Records
 Alemanha 18 de fevereiro de 2011 CD Single

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. No original: If I said I want your body now, would you hold it against me?
  2. No original: Gimme something good, don't wanna wait I want it now / Pop it like a hood and show me how you work it out
  3. No original: I'm not that innocent

Referências

  1. Hold It Against Me (em inglês) ASCAP. Visitado em 13 de novembro de 2011.
  2. Aswad, Jem (11 de janeiro de 2011). Single Review: Britney Spears, 'Hold It Against Me' Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  3. a b Britney Spears Set To Release New Single 'Hold It Against Me' On Tuesday, January 11th Jive Records (7 de janeiro de 2011). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  4. Knopper, Steve (2 de fevereiro de 2011). Exclusive: Britney Spears' Producer Dr. Luke Reveals 'Femme Fatale' Details Rolling Stone Jann Wenner. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  5. Dinh, James (9 de dezembro de 2010). Britney Spears' 'Hold It Against Me' Could Be Next Single MTV News MTV Networks (Viacom). Visitado em 15 de novembro de 2011. ""I / we never wrote a song called 'don't hold it against me'.... BewaRe of InaccuraTe info kids ;-) We did write 'hold it against me' but those lyrics are NOT the lyrics ...."
  6. Herrera, Monica (6 de dezembro de 2010). Britney Spears' New Album Is 'Amazing,' Pauly D Promises Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  7. Barshad, Amos (6 de janeiro de 2011). Britney Spears’s New Single Is Here! Sort Of! New York New York Media Holdings. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  8. Celebuzz (6 de janeiro de 2011). Britney Spears Confirms New Single Out Next Tuesday Celebuzz. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  9. Turner, Sadao (10 de janeiro de 2011). Listen to Britney Spears’ New Single "Hold It Against Me" [Audio] RyanSeacrest.com. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  10. Hear Britney Spears' New Single, 'Don't Hold It Against Me' Us Weekly Jann Wenner (10 de janeiro de 2011). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  11. New Britney Spears Song, 'Hold it Against Me,' Is Leaked (Video) (em inglês) Slate The Washington Post Company (10 de janeiro de 2011). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  12. Copsey, Robert (14 de janeiro de 2011). Britney changes UK single release date (em inglês) Digital Spy (Hachette Filipacchi UK). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  13. a b c d e Robinson, Peter (10 de janeiro de 2011). So, the new Britney single... Popjustice. Visitado em 24 de novembro de 2011.
  14. Reporter, Daily Mail (10 de janeiro de 2011). Dowdy Britney Spears is looking frightful again as she releases new single Hold It Against Me Daily Mail Associated Newspapers. Visitado em 24 de novembro de 2011.
  15. a b Powers, Ann (10 de janeiro de 2011). Snap Judgment: 'Hold It Against Me' by Britney Spears Los Angeles Times Tribune Company. Visitado em 24 de janeiro de 2011.
  16. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas guardian
  17. Gottwald, Lukasz. Digital Sheet Music – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês) Musicnotes.com Kobalt Music Publishing Inc..
  18. http://www.rollingstone.com/music/songreviews/hold-it-against-me-20110110
  19. http://www.guardian.co.uk/music/musicblog/2011/jan/10/britney-spears-hold-it-against-me
  20. http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/showbiz/music/3340902/First-verdict-on-Britney-Spears-single.html
  21. a b Vena, Jocelyn (January 24, 2011). Britney Spears Tweets First Look At 'Hold It Against Me' Video MTV News. MTV Networks. Visitado em January 24, 2011.
  22. Vena, Jocelyn (January 18, 2011). Britney Spears' 'Hold It Against Me' Video To Be Directed By Jonas Akerlund MTV News. MTV Networks. Visitado em January 18, 2011.
  23. Turner, Sadao (January 6, 2011). Ryan Gets First Listen To New Britney Spears Single 'Hold It Against Me' RyanSeacrest.com. Visitado em January 6, 2011.
  24. Vena, Jocelyn (February 18, 2011). Britney Spears' Femme Fatale Is Her Ray Of Light, Manager Says MTV News. MTV Networks. Visitado em February 18, 2011.
  25. Dinh, James (December 29, 2010). Britney Spears To Premiere 'Hold It Against Me' On January 7 MTV News. MTV Networks. Visitado em December 30, 2010.
  26. Vena, Jocelyn (February 2, 2011). Britney Spears Was 'Great' On Video Set, Jonas Akerlund Says MTV News. MTV Networks. Visitado em February 2, 2011.
  27. Dinh, James (February 18, 2011). Britney Spears' Manager Breaks Down 'Hold It Against Me' Fight Scene MTV News. MTV Networks. Visitado em February 18, 2011.
  28. Britney Spears Added Her 'Flavor' To 'Hold It Against Me' Fight Scene MTV News. MTV networks (February 22, 2011). Visitado em February 25, 2011.
  29. Britney Spears Added Her 'Flavor' To 'Hold It Against Me' Fight Scene MTV News. MTV Networks (February 22, 2011). Visitado em February 25, 2011.
  30. Vena, Jocelyn (February 1, 2011). Britney Spears Doesn't Channel Lady Gaga In 'Hold It Against Me' Video MTV News. MTV Networks. Visitado em February 1, 2011.
  31. a b Vena, Jocelyn (February 18, 2011). Britney Spears 'Hold It Against Me' Fashion: Stylist Tells All! MTV News. MTV Networks. Visitado em February 18, 2011.
  32. Roberts, Soraya. "Britney Spears 'Hold It Against Me' video earns her $500,000; Katy Perry slams product placement", Daily News, Mortimer Zuckerman, January 22, 2011. Página visitada em January 28, 2011.
  33. Vena, Jocelyn (February 18, 2011). Britney Spears' 'Hold It Against Me' Video: The Key Scene MTV Newsroom. MTV Networks. Visitado em February 18, 2011.
  34. a b c Masley, Ed (February 18, 2011). Britney goes arty for 'Hold it Against Me' video The Arizona Republic Gannett Company. Visitado em February 18, 2011.
  35. a b Paskin, Willa (February 17, 2011). Britney Spears Fights Herself in The ‘Hold It Against Me’ Video New York New York Media Holdings. Visitado em February 18, 2011.
  36. a b Grant, Drew (February 18, 2011). Dissecting Britney Spears' "Hold It Against Me" Salon.com. Salon Media Group. Visitado em February 18, 2011.
  37. Montgomery, James (February 18, 2011). Britney Spears' 'Hold It Against Me' Video Premieres MTV. MTV Networks. Visitado em February 18, 2011.
  38. Perpetua, Matthew (February 18, 2011). Britney Spears' Goes Over the Top in Video For 'Hold It Against Me' Rolling Stone Jann Wenner. Visitado em February 18, 2011.
  39. Parsley, Aaron (February 18, 2011). Britney Spears Debuts Video for 'Hold It Against Me' People Time Warner. Visitado em February 18, 2011.
  40. Lamb, Bill (February 17, 2011). Britney Spears Debuts Stunning 'Hold It Against Me' Video About.com. The New York Times Company. Visitado em February 18, 2011.
  41. Greenblatt, Leah (February 17, 2011). Britney Spears' 'Hold It Against Me' video: Watch it here Entertainment Weekly Time Warner. Visitado em February 18, 2011.
  42. Catarinella, Alex (February 18, 2011). Britney's Beautiful Jonas Akerlund-directed Breakdown The Huffington Post Arianna Huffington. Visitado em February 18, 2011.
  43. Amter, Charlie (February 18, 2011). Britney Spears' 'Hold It Against Me' Video Criticized for Too Many Product Tie-Ins The Hollywood Reporter Prometheus Global Media. Visitado em February 18, 2011.
  44. Vena, Jocelyn (25 de fevereiro de 2011). Britney Spears Electrifies Las Vegas With Nightclub Performance (em inglês) MTV News MTV Networks (Viacom). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  45. Vena, Jocelyn. Britney Spears Steals Hearts At San Francisco Show (em inglês) MTV News MTV Networks (Viacom). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  46. Roberts, Soraya (30 de março de 2011). Britney Spears on 'Jimmy Kimmel Live!': Does 'Jackass' Porta-Potty bungee stunt for Johnny Knoxville (em inglês) Daily News Mortimer Zuckerman. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  47. Florino, Rick (25 de junho de 2011). Live Review: Britney Spears, Nicki Minaj, Jessie and the Toy Boys 'The Femme Fatale Tour' — Anaheim, CA (em inglês) Artistdirect (Rogue Digital, LLC). Visitado em 15 de novembro de 2011.
  48. Matson, Andrew (29 de junho de 2011). Concert review: Britney Spears and Nicki Minaj at the Tacoma Dome 06/29/11 The Seattle Times The Seattle Times Company. Visitado em 15 de novembro de 2011.
  49. Letkemann, Jessica (28 de março de 2011). Miguel Goes "Against" Britney Spears Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 26 de novembro de 2011.
  50. Blake, Matt (22 de abril de 2011). U.S. Marines mock up Britney Spears' latest song… from the middle of Afghanistan Daily Mail Associated Newspapers. Visitado em 26 de novembro de 2011.
  51. Oldenburg, Ann (22 de abril de 2011). Marines make Britney Spears video USA Today Gannett Company. Visitado em 26 de novembro de 2011.
  52. Anthony, Jones (29 de julho de 2011). Selena Gomez performs Britney Spears tribute on new tour All Headline News. Visitado em 26 de novembro de 2011.
  53. a b Hold It Against Me - Single by Britney Spears - Download on iTunes iTunes. Visitado em 10 de janeiro de 2011.
  54. (2011) Créditos do álbum Hold It Against Me (CD Single) por Britney Spears, pg. 2 [encarte]. Jive Records (88697-85390-2).
  55. Die ganze Musik im Internet: Charts, News, Neuerscheinungen, Tickets, Genres, Genresuche, Genrelexikon, Künstler-Suche, Musik-Suche, Track-Suche, Ticket-Suche – musicline.de (em alemão). Media Control Charts. PhonoNet GmbH. Página visitada em 28 de fevereiro de 2011.
  56. Australian-charts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês). ARIA Top 50 Singles. Hung Medien.
  57. Britney Spears – Hold It Against Me Austriancharts.at (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Hung Medien. Página visitada em 23 de fevereiro de 2011.
  58. Ultratop.be – Britney Spears – Hold It Against Me (em neerlandês). Ultratop 50. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch.
  59. Ultratop.be – Britney Spears – Hold It Against Me (em francês). Ultratop 40. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch.
  60. (Março de 2011) "Brasil Hot 100 Airplay". Billboard Brasil (2) p. 96. Brasil: BPP. ISSN 977-217605400-2.
  61. (Março de 2011) "Brasil Hot Pop". Billboard Brasil (2) p. 96. Brasil: BPP. ISSN 977-217605400-2.
  62. Hold It Against Me - Britney Spears Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 21 de janeiro de 2011.
  63. 가온차트와 함께하세요 (em coreano) GAON. Visitado em 21 de janeiro de 2011 2011.
  64. Danishcharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me. Tracklisten. Hung Medien. Página visitada em 20 de janeiro de 2011.
  65. de janeiro de 2011 Archive Chart (em inglês). Scottish Singles Top 40.
  66. SNS IFPI (em eslovaco). Hitparáda – Radio Top100 Oficiálna. IFPI Czech Republic. Nota: inserir 201104 na pesquisa. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  67. Spanishcharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês) Canciones Top 50. Hung Medien.
  68. Britney Spears Album & Song Chart History (em inglês) Billboard Hot Dance/Club Play para Britney Spears.
  69. Finnishcharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês). Suomen virallinen lista. Hung Medien. Página visitada em 20 de janeiro de 2011.
  70. Lescharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em francês). Les classement single. Hung Medien. Página visitada em 20 de janeiro de 2011.
  71. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége (em húngaro). Single (track) Top 10 lista. Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Página visitada em 13 de fevereiro de 2011.
  72. Chart Track (em inglês). Irish Singles Chart. GfK. Página visitada em 16 de janeiro de 2011.
  73. Federazione Industria Musicale Italiana – Classifiche (em italiano) FIMI. Visitado em 21 de janeiro de 2011.
  74. Japan Hot 100 - Week of February 12, 2011 (em inglês) Billboard Prometheus Global Media (12 de fevereiro de 2011). Visitado em 4 de abril de 2012.
  75. Charts.org.nz – Britney Spears – Hold It Against Me. (em inglês). Top 40 Singles. Hung Medien. Página visitada em 17 de janeiro de 2011.
  76. Norwegiancharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês). VG-lista. Hung Medien. Página visitada em 18 de janeiro de 2011.
  77. Dutchcharts.nl – Britney Spears – Hold It Against Me (em neerlandês). Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 16 de janeiro de 2011.
  78. ZPAV :: Listy bestsellerów, wyróżnienia :: Związek Producentów Audio-Video (em polonês/polaco) ZPAV (16 de março de 2011). Visitado em 14 de outubro de 2011.
  79. de janeiro de 2011 Top 40 Official UK Singles Archive (em inglês) UK Singles Chart.
  80. ČNS IFPI (em tcheco). Hitparáda – Radio Top100 Oficiální. IFPI República Checa. Nota: inserir 201106 na pesquisa. Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  81. Swedishcharts.com – Britney Spears – Hold It Against Me (em inglês). Singles Top 60. Hung Medien.
  82. Britney Spears – Hold It Against Me swisscharts.com (em inglês). Swiss Singles Chart. Hung Medien.
  83. ARIA Charts - Accreditations - 2011 Singles (em inglês) ARIA. Visitado em 21 de abril de 2014.
  84. Certificaciones [ligação inativa] (em espanhol) Amprofon.com.mx. Visitado em 21 de abril de 2014. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2013.
  85. Certificaciones 2012 (em espanhol) Facebook.com/CertificacionesAmprofon AMPROFON. Visitado em 21 de abril de 2014. Cópia arquivada em 19 de abril de 2014.
  86. Latest Gold / Platinum Singles [ligação inativa] (em inglês) RadioScope (17 de julho de 2011). Visitado em 21 de abril de 2014. Cópia arquivada em 24 de julho de 2011.
  87. Sveriges Officiella Toplista (Certifikat) (em sami setentrional) Sverigetopplistan. Visitado em 21 de abril de 2014.