Huambo (província)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Huambo
Localidade de Angola Angola
(Província)
Angola Provinces Huambo 250px.png

província de Huambo
Dados gerais
Província Huambo
Município(s) Huambo, Bailundo, Ekunha, Caála, Catchiungo (ex-Bela Vista), Londuimbale, Longonjo, Mungo, Tchicala-Tcholoanga (ex-Vila Nova), Tchindjenje e Ucuma (ex-Cuma)
Características geográficas
Área 35.771 km²
População 2.301.524 hab.
Densidade 58 hab./km²

Dados adicionais
Prefixo telefónico +244
Projecto Angola  • Portal de Angola

Huambo é uma província de Angola. Tem de área 35 771 km² e sua população aproximada é de 2.301.524 habitantes de etnia predominantemente umbundo. A sua capital é a cidade de Huambo, que está distante de Luanda por 600 km.

Os seus onze municípios são: Huambo, Bailundo, Ekunha, Caála, Catchiungo (ex-Bela Vista), Londuimbale, Longonjo, Mungo, Tchicala-Tcholoanga (ex-Vila Nova), Tchindjenje e Ucuma (ex-Cuma).

É limitada pelas províncias de Kwanza-Sul (Norte), Bié (Este), Huíla (Sul) e Benguela (Oeste).

Economia[editar | editar código-fonte]

Essencialmente voltada para a área de extrativismo mineral e agro-pecuária, que representa 76% da actividade económica da província, enquanto que a área industrial ainda tenta se recuperar após a Guerra Civil.

As principais produções de agro-pecuária são: citrinos, batata, batata-doce, arroz, feijão, trigo, hortícolas de toda a sorte, gado bovino, cavalar, caprino, suíno e ovino.

Na área de mineração existem: manganês, diamante, volfrâmio, ferro, ouro, prata, cobre, urânio, entre outros.

Estrada entre Ucuma e Huambo

Huambo possui indústria de Metalomecânica, Química, Materiais de Construção, Têxtil, Confecções, Couro e calçado, Alimentar, Bebidas e tabaco, Madeira e mobiliário. Mas todas as áreas não estão funcionando a plenas capacidades. A província luta para voltar a ter o segundo maior parque industrial do país, caso toda a sua capacidade industrial volte a ser utilizada como foi no passado.

A maior altitude da província (e do país) situa-se no Morro Moco, com mais de dois mil metros de altitude, e desta zona irradiam numerosos rios e riachos em direcção ao litoral e países vizinhos.

Por ela passa o extenso caminho de ferro de Benguela (CFB), vindo do litoral (Lobito) e indo até à fronteira com a República Democrática do Congo. Antes da independência nacional, esta era a via preferida para o escoamento dos minérios e mercadorias vindas do Congo e Zâmbia.

História[editar | editar código-fonte]

A maioria da população de Huambo é de origem Ovimbundu, sendo Wambo Kalunga fundador do reino de Wambo.

Huambo foi a província com maior população de Angola até antes da Guerra Colonial (na época chamava-se Nova Lisboa), lugar que passou posteriormente a ser ocupado pela província de Luanda.

Vegetação e Fauna[editar | editar código-fonte]

Nas suas extensas florestas abundam predominantemente árvores de médio porte, que alimentam a indústria da madeira e derivados, grande plantação de árvores xerófilas, com relevo para o eucalipto, ao longo dos caminhos de ferro em mais de mil quilómetros de extensão, muitos perímetros florestais de cedro e pinheiro, muitas flores de rara beleza, plantas comestíveis, medicamentosas e de adorno e frutos silvestres muito apreciados pelas populações locais.

A fauna é bastante diversificada com relevo para animais de grande porte, como o elefante, o hipopótamo, o rinoceronte cinzento, a girafa, os felinos como o leão, a onça e os gatos selvagens, e um sem número de antílopes de grande, médio e pequeno portes, lebres.

Sáurios e répteis extremamente perigosos pela sua voracidade e veneno, como o jacaré, a cobra mamba e surucucú, habitam os lagos e os rios da região. Um sem número de pequenos animais da família dos insectos e aves exóticas pululam pelos céus da província, como os tchimbanduas, o célebre canário amarelo de olho vermelho da anhara (savana), as borboletas exóticas, os matrindindes, e, do conhecimento histórico que temos, também as aparições em catadupas de nuvens de gafanhotos saltões que tudo devoram à sua passagem.

Porém, atualmente, devido a devastação causada pela guerra esses animais não existem mais na região, somente os répteis.

A província do Huambo pretende voltar a ser a principal produtora e exportadora de batata e milho do país.

Referências[editar | editar código-fonte]

Governo do Huambo

Portal São Francisco - Huambo

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.