Jubileu (Marvel Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Jubileu (Marvel Comics)
Jubileu X-Men.jpg

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Uncanny X-Men #244 (Agosto 1989)
Criado por Chris Claremont
Marc Silvestri
Características do personagem
Alter ego Jubilation Lee
Espécie Humano Mutante
Afiliações X-Men
Novos Mutantes
Geração X

Novos Guerreiros
Tropa X

Parceria Wolverine
Habilidades Sem poderes;
Anteriormente:
Capacidade para projetar de energia plasmática;

Rajadas Concussivas;
Capacidade de fugir de detecção por telepatas;
Capacidade para sobrecarregar objetos eletrônicos;
Com dispositivos tecnológicos:
Força sore-humana, capaz de levantar de carga dos comboios e automóveis com facilidade. Discos Hover que permite para voar com controle mental.

Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Jubileu (Jubilee em inglês) é o alter-ego de Jubilation Lee, uma personagem de história em quadrinhos da editora Marvel Comics. A primeira aparição de Jubileu foi em Uncanny X-Men número 244 de agosto de 1989.

De certa forma, seu papel nas histórias dos X-Men era substituir o lugar que Kitty Pryde ocupou durante os anos 1980 de ícone adolescente. Tanto uma como a outra criaram laços com Wolverine. Mesmo a saída dessas duas personagens do grupo foi parecida: considerou-se que Kitty estaria melhor com mutantes de sua idade e foi transferida para os Novos Mutantes; Jubileu também foi transferida, para a Geração X, e também por ser jovem. Sua característica principal era o humor sarcástico juvenil, que davam uma leveza para os momentos mais sérios, e sempre apareciam de forma natural, como em X-Men #72 da editora Abril quando ela conhece o professor e diz: "Grande coisa, é só um velho careca. Do jeito que o veteranos falam, achei que fosse mais."

Durante sua época nos X-Men, Jubileu usava shorts e um sobretudo amarelo. Seus traços mais característicos eram o cabelo curto e os enormes óculos escuros cor-de-rosa. Quando foi para a Geração X adotou o uniforme padrão do grupo e deixou o cabelo crescer.

No confronto histórico DC vs Marvel em que as duas grandes editoras, ou como no enredo, os dois universos, se enfrentaram, foi colocado 11 campeões de cada universo para se enfrentarem em 11 categorias. Jubileu foi escolhida a campeã da Marvel na categoria herói-teen e lutou contra Robin, o famoso parceiro do Batman, e acabou se apaixonando por ele durante a luta, ocasionando em sua derrota para ele. Mesmo assim a Marvel venceu da DC por 6 vitórias a 5, porém ao invês de ser eliminado o universo perdedor, eles se uniram formando o universo Amálgama onde lugares e personagens foram fundidos. A Jubileu se fundiu com o Robin formando o personagem Pardal, uma garota parceira do Garra das Trevas, mistura de Wolverine com Batman.

Em outro crossover, Jubileu vai ao encontro de Robin e tenta namorar com ele, porém esse ato ocaciona outros eventos, culminando no confronto entre a equipe da Liga da Justiça com os X-Men, dessa vez a Jubileu enfrentou o Flash vencendo-o.

Ela participou da equipe dos Novos Guerreiros, após perder seus poderes e usou o codenome de Wondra, lutando com suas habilidades ensinadas por seu parceiro Logan.

Atualmente ela é uma vampira e retornou sua parceiria com o Wolverine, que possui o sangue para estabilizar o vampirismo da adolescente. O desfecho dessa etapa está ocorrendo na mini-série "Wolverine and Jubilee"

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

Seu poder mutante é o de produzir descarregar energia plásmica ("fogos de artifício") que são projetados de suas mãos. Essa energia é comandada mentalmente por ela até o local onde deva ir e o momento em que deve explodir; ela pode fazer com que seja um ataque energético, cegante ou apenas ilumine. Jubileu, como foi mostrado em X-men Abril n° 100, tem um potencial enorme de energia, porém ela tem medo de usá-lo totalmente. Ela, não se fere ao manipular seus plasmas e ao ser atingida por algo energético, como todos os mutantes com esse tipo de mutação, reabsorve parte da energia, evitando se ferir muito, como ocorreria com uma pessoa humana. Atualmente, após perder seus poderes na saga Dinastia M, ela se tornou uma vampira e depende do sangue do Wolverine para não depender sugar sangue humanos, já que o factor de cura de Logan, impede o desenvolvimento do vampirismo. Hoje ela possui dons de um vampiro.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Jubileu aparece em quase todos os filmes que abordam o tema mutante (da Marvel). Ela tem participação em:

  • Em Geração X, ela é a protagonista. Foi interpretada por Heather McComb. Filme feito para TV, em 1995;
  • Em X-Men: O Filme, produzido no ano 2000, tem uma ponta pequena; Porém nas cenas deletadas, ela conversa com Kitty, Vampira e Tempestade na sala de aula. Foi interpretada por Katrina Florense;
  • Em X-Men 2 ela possui outras duas cenas bem curtas, ela é uma das crianças capturadas, e a Tempestade (Halle Berry) grita seu nome quando vai resgatá-la. Jubileu participa do último diálogo do filme, ela conversa com o professor X. Nas cenas deletadas, ela aparece caminhando pelo museu e usando seus poderes.
  • E em X-Men: O Confronto Final, ela aparece rapidamente na sala de aula. Tanto neste como em X-men 2, ela é interpretada por Kea Wong;

Desenhos Animados[editar | editar código-fonte]

Em X-Men: Animated Series, ela aparece como um dos personagens centrais onde conta um pouco de sua história e seus relacionamentos, principalmente com seu parceiro Wolverine. No desenho X-Men Evolution ela aparece na segunda temporada como um dos novos recrutas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]