Nossa Senhora do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Imagem de Nossa Senhora do Brasil. Ao fundo teto da Igreja Nossa Senhora do Brasil em São Paulo

Nossa Senhora do Brasil é uma imagem atribuída a Maria, mãe de Jesus, cujo nome original é Nossa Senhora dos Divinos Corações. No Brasil, passou a ser venerada como padroeira primeiramente em Pernambuco, tendo seu culto sido posteriormente disseminado pelo resto do país.

A imagem[editar | editar código-fonte]

A imagem de Nossa Senhora do Brasil já existia em 1725 com o nome de Nossa Senhora dos Divinos Corações. Naquele ano, ela foi escolhida para padroeira da prefeitura apostólica dos missionários capuchinhos em Pernambuco, tendo seu altar na igreja de Nossa Senhora da Penha, em Recife.

Existem registros de que já em 1710 a imagem era conhecida e venerada por índios em Pernambuco. A imagem teria ficado em uma das aldeias indígenas até o ataque dos calvinistas e outros protestantes em torno de 1630, quando desapareceu por um período, até ser descoberta pelos capuchinhos italianos em 1710 e por eles entronizada em 1725.

Em 1828, por causa das profanações de templos, Frei Joaquim de Afrágola, capuchinho e fervoso devoto da milagrosa imagem, remeteu-a secretamente para o convento de sua origem em Nápoles, Itália, onde foi recebida com grandes honras. Lá a imagem recebeu a nome de "Madonna del Brasile" e foi colocada na igreja de Santo Efrém, no mencionado convento, onde tornou-se famosa por inúmeros milagres de caráter público – como a cessação de uma epidemia de "cholera morbus", a preservação de suas vestes em meio a um incêndio que destruiu a igreja e numerosas curas.

A imagem foi redescoberta pelos brasileiros somente em 1924, quando o Bispo Dom Frederico Benício de Souza Costa, ouvindo falar dela em Nápoles, quis conhecê-la.

Desde então, várias tentativas foram feitas para trazer a imagem original de volta ao Brasil, sem sucesso. O nome de seu autor provavelmente nunca será conhecido, mas a crença não comprovada atribui aos primeiros jesuítas a origem da escultura. Também se admite que a inspiração tenha sido ditada pelo Beato Padre José de Anchieta, durante sua visita a Pernambuco.

Esculpida em madeira, a imagem representa uma Virgem de feições nitidamente índias, muito formosa, tendo ao colo um Menino mestiço, ostentando cada um, ao peito, um coração.

Quando foi criada a Paróquia do Jardim América em 1940, por Dom José Gaspar de Affonseca e Silva, segundo Arcebispo de São Paulo, foi instituído que a padroeira seria Nossa Senhora do Brasil.

A imagem original de Nossa Senhora do Brasil, conhecida como Madonna dei Sacri Cuori é venerada na Paróquia dos Santos Efebo e Fortunato na cidade de Nápoles, localizada na Piazza Sant Efremo Vecchio. No Brasil, há cinco paróquias principais dedicadas a Nossa Senhora do Brasil, a Igreja do Bairro da Urca no Rio de Janeiro, a Paróquia do Jardim América em São Paulo e a Paróquia do Jardim Brasil em Americana-SP e a Paróquia do Bairro São Deoclécio em São José do Rio Preto-SP, além de uma capela pertencente a Paróquia de Santo Antônio da Granja Vianna em Cotia-SP.

A padroeira[editar | editar código-fonte]

Imagem de Nossa Senhora do Brasil no altar principal da Igreja Nossa Senhora do Brasil em São Paulo.

Poucos países têm o privilégio de terem seu nome ligado ao de Nossa Senhora, como Nossa Senhora da Áustria, de Luxemburgo, do Líbano e do Brasil.

A denominação de Nossa Senhora do Brasil surgiu informalmente entre o povo napolitano, conhecido por sua devoção mariana, na época em que a imagem esteve na cidade de Nápoles. Foi o povo napolitano que começou a invocar “Madonna del Brasile”. E isso ocorreu na primeira metade do século XIX, quando não havia se estabelecido ainda uma relação mais estreita entre Brasil e Itália, pois a grande imigração proveniente da região ainda não tinha começado.

O culto a Nossa Senhora do Brasil ainda não se tornou muito conhecido no território nacional. Apesar disso, Ela é venerada nas cidades do Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo, Americana e São José do Rio Preto, onde existem paróquias a ela dedicadas.

Oração a Nossa Senhora do Brasil[editar | editar código-fonte]

Pai de bondade, nesta hora importante, confiantes fazemos esta prece por nossa Terra.
Aflige-nos a miséria material e espiritual de milhões de irmãos.
Angustia-nos ver suas justas aspirações inatendidas.
Entristece-nos a falta de grandeza ética e religiosidade, na vida particular e no procedimento público.
Pedimos, pois, vossa graça, para que governantes e governados unam suas forças em busca do bem comum.
Renovai os corações para que surjam mulheres e homens novos, capazes de construir uma grande sociedade cristã, enraizada no trabalho, na justiça e na austeridade.
Isso vos pedimos pelos Sagrados Corações de Jesus e de Maria, aqui invocados sob o título de Nossa Senhora do Brasil, vossa e nossa Mãe querida, Amém.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]