Setor secundário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Product’s lifecycle.svg

O setor secundário é o setor da economia que transforma matéria-prima, extraídas e/ou produzidas pelo setor primário, em produtos de consumo, ou em máquinas industriais (produtos a serem utilizados por outros estabelecimentos do setor secundário).

Geralmente apresenta percentagens bastante relevantes nas sociedades desenvolvidas. É neste setor, que podemos dizer que a matéria-prima é transformada em um produto manufaturado. A indústria e a construção civil são, portanto, atividades deste setor.

A indústria é a atividade mais importante do setor secundário. Também é importante neste setor o fornecimento de água, gás e eletricidade.

O IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) calcula o PIB(produto interno bruto) dos municípios brasileiros a partir de três setores da atividade econômica (Agropecuária, Indústria e Serviços) e estabelece que o setor Indústria é formado pelos seguintes subsetores (IBGE, 2004, p. 15):[1]

  • Extrativa Mineral
  • Transformação
  • Construção civil
  • Serviços industriais de utilidade pública

Divisões[editar | editar código-fonte]

- Fábricas automobilísticas;

- Indústria alimentícia;

- Indústria naval;

- Indústria de tecnologia avançada

- Fábricas aeroespaciais;

- Indústria química;

- Fábricas de confecções;

- Indústria de cigarros;

- Indústria de maquinaria;

- Indústria de aço;

- Indústria de energia, como petróleo, gás e energia elétrica;

- Indústria de aeronaves

Referências

  1. "[http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/pibmunicipios/srmpibmunicipios.pdf Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produto Interno Bruto dos Municípios. Série Relatórios Metodológicos. Vol. 29. Rio de Janeiro, IBGE, 2004. 49 p. Acesso em 23 de outubro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.