Aleksandr Ivanovitch Herzen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aleksandr Ivanovitch Herzen
Nome nativo Александр Иванович Герцен
Nascimento 25 de março de 1812
Moscou
Morte 9 de janeiro de 1870 (57 anos)
Paris
Sepultamento cemitério do Père-Lachaise
Cidadania Império Russo, Suíça
Etnia Russos
Alma mater Universidade Estatal de Moscou
Ocupação filósofo, escritor, jornalista, autobiógrafo, crítico literário, prosista, jornalista opinativo, pedagogo
Causa da morte Pneumonia
Assinatura
БСЭ1. Автограф. Автографы. 8.svg

Aleksandr Ivanovitch Herzen, em em russo: Александр Иванович Герцен (Moscou, greg. 6 de abril/ jul. 25 de março de 1812Paris, greg. 21 de janeiro/ jul. 9 de janeiro de 1870), foi um filósofo, escritor, jornalista e político russo.

Conhecido como o pai do socialismo russo, é considerado como um inspirador do clima político que conduziu à emancipação dos servos, em 1861. Foi também um dos mais importantes escritores do país no século XIX, por sua prosa original.

Sua autobiografia Passado e meditações (Byloïé i Doumy) revela uma educação aristocrática, ao lado de uma sensibilidade precoce para os ideais revolucionários, e um caráter impetuoso.

Seu nome "Herzen" ("que vem do coração", do alemão Herz, "coração") foi inventado por ocasião do seu nascimento. Sua mãe, Henriette Wilhelmina Luisa Haag , era uma jovem criada protestante de Stuttgart, enquanto seu pai, Ivan Alekseïevitch Iakovlev, pertencia à alta aristocracia russa.

Instala-se em Paris em 1847, onde colabora com Proudhon e vive os acontecimentos de 1848. Parte de Paris para Londres em 1852. Posteriormente viveu entre Genebra, Nice et Paris. Entretanto, Herzen ocupou-se principalmente de combater o regime tsarista por seus artigos no L'étoile polaire (1857-1865) ou La Cloche (1857-1865). Apesar da censura, seus artigos tiveram grande impacto na Rússia.

Morrerá pouco antes da Comuna de Paris.

Influenciou Isaiah Berlin no gosto pela história das ideias sociais e políticas.

Os ideais de Herzen[editar | editar código-fonte]

Dado que, à época, quase não existia um proletariado na Rússia, Herzen estava convencido de que graças às comunidades camponesas seria possível passar diretamente do regime de servidão ao socialismo, evitando o capitalismo. Herzen idealizava o camponês russo.

Herzen foi um dos primeiros críticos russos do capitalismo e burguesia. Também criticou as idéias defendidas por Jean-Baptiste Say e Malthus. Embora sustentasse as idéias do socialismo utópico e a luta dos camponeses contra os proprietários de terras, passou à história como um democrata revolucionário que lutou ativamente contra a autocracia e a servidão na Rússia.

Obras políticas[editar | editar código-fonte]

  • Sobre o desenvolvimento das idéias revolucionárias na Rússia (1851)
  • O povo russo e o socialismo (1855)
  • Quem é culpado? (romance, 1845-1847)

Autobiografia[editar | editar código-fonte]

  • Passado e meditações.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aleksandr Ivanovitch Herzen