BMG Rights Management

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
BMG Rights Management GmbH
BMG Rectange Logo Red RGB.png
Controladora Bertelsmann
Fundação outubro de 2008 (2008-10)
Gênero(s) Música
País de origem  Alemanha
Localização Berlin
Página oficial www.bmg.com

BMG Rights Management GmbH é uma empresa internacional de música focada no gerenciamento de publicação musical, direitos de gravação e distribuição de música. A empresa atua como uma divisão do conglomerado de mídia internacional Bertelsmann. A empresa foi fundada em 2008 como uma joint-venture entre a Bertelsmann e a empresa global de investimento de capital Kohlberg Kravis Roberts (KKR). Em março de 2013, a Bertelsmann assumiu a BMG, mediante a aquisição de ações da KKR, tornando-a uma subsidiária integral do grupo Bertelsmann.[1][2] A sede da empresa fica em Berlim e opera escritórios regionais em Nova York, Nashville, Los Angeles, Londres, Madri, Paris, Estocolmo, Hilversum, Pequim, Toronto, Sydney e São Paulo. A BMG é a mais nova e quarta maior empresa internacional do setor de música, com mais de 2,5 milhões de composições e gravações em sua biblioteca.[3]

Subsidiárias e artistas[editar | editar código-fonte]

A empresa comprou muitas editoras de música e gravadoras. Também assinou com vários artistas.

Editoras de música[editar | editar código-fonte]

  • Bug Music[4]
  • Crosstown Songs
  • Cherry Lane Music Publishing
  • Chrysalis Music Group[5]
  • Evergreen Copyrights
  • Famous Music UK[6]
  • Minder Music
  • R2M[7]
  • Sony/ATV Music Publishing (alguns compositores)
  • Stage Three Music
  • Virgin Music

Produção de música[editar | editar código-fonte]

A BMG possui uma biblioteca significativa de músicas de produção (músicas de biblioteca), para uso em filmes, televisão, publicidade e outras mídias. Este foi adquirido através de várias aquisições na década de 2010, incluindo a MusicDIRECTOR (parte da Talpa Music), Music Beyond, X-Ray Dog, Beds & Beats, Immediate Music,[8] AXS Music,[9] Altitude Music e Must Save Jane.[10]

Acordos de sub-edições[editar | editar código-fonte]

Gravadoras[editar | editar código-fonte]

Assinaturas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Bertelsmann Buys Out BMG for $390M: Sources». Billboard. 1 de março de 2013. Consultado em 16 de julho de 2013. 
  2. «Thomas Rabe, CEO of BMG parent Bertelsmann, signs new deal». Music Business Worldwide. 27 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  3. «Billboard Power 100: Hartwig Masuch». Billboard. 26 de janeiro de 2012. Consultado em 16 de julho de 2013. 
  4. «BMG Rights Management to Purchase Bug Music». Billboard. 12 de setembro de 2009 
  5. «BMG and Warner Music Said to Weigh Bid for Chrysalis». The New York Times. 4 de novembro de 2010 
  6. Roxborough, Scott (21 de dezembro de 2012). «BMG Buys Virgin, Famous Music Catalog From Sony/ATV». The Hollywood Reporter. Consultado em 16 de julho de 2016. 
  7. «BMG Rights Management Purchases R2M Music Lux SARL Catalog». Billboard. 2 de março de 2012 
  8. Parisi, Paula (23 de outubro de 2017). «BMG Production Music Expands With Acquisition of Movie Marketing Mainstay» 
  9. Staff, Variety (13 de setembro de 2017). «BMG Production Music Beefs Up: Acquires AXS, Makes Two Key Hires» 
  10. «BMG BRINGS TOGETHER 400,000 PRODUCTION MUSIC TRACKS UNDER ONE BRAND». Music Business Worldwide. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 6 de junho de 2017. 
  11. «BMG signs Emerson, Lake & Palmer global catalogue deal - Music Business Worldwide». musicbusinessworldwide.com. 26 de novembro de 2015. Consultado em 1 de março de 2017. 
  12. «Buddy Holly's Widow Entrusts BMG With the Rock Icon's Catalog, Image». billboard.com. Consultado em 1 de março de 2017. 
  13. «Nickelback Ink New Deal With BMG, Ready Next Album». Loudwire 
  14. Faughnder, Ryan. (2013-06-26) BMG to represent Rolling Stones' publishing post-1983. latimes.com. Retrieved on 2013-07-16.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]