Comitê Olímpico do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de COB)
Comitê Olímpico do Brasil
Brazilian Olympic Committee logo.svg Brasil Olympic Committee crest.svg
Sede Rio de Janeiro, RJ
Filiação ODEPA
Presidente Paulo Wanderley Teixeira
Sítio oficial www.cob.org.br
www.timebrasil.com.br

O Comitê Olímpico do Brasil ou simplesmente COB é a entidade máxima do esporte no Brasil. Foi fundado em 8 de Junho de 1914, na sede da Federação Brasileira das Sociedades de Remo, por iniciativa da Liga Metropolitana de Sports Atléticos. Por causa da I Guerra Mundial, apenas em 1935 a entidade entrou em funcionamento de facto. Tem por objetivo representar o Olimpismo e difundir o ideal olímpico no território brasileiro. Anualmente, desde 1999, o COB organiza o Prêmio Brasil Olímpico, que premia os melhores atletas do Brasil. O atual presidente do COB, desde o dia 11 de outubro de 2017, é o judoca Paulo Wanderley Teixeira.[1]

A sede do COB se situa na Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro.

Arrecadação das Loterias Federais[editar | editar código-fonte]

Desde 2001, a principal fonte de recursos do COB para o cumprimento de seus objetivos estratégicos é oriunda da arrecadação das Loterias Federais ao esporte (Lei Federal 13.756/2018). O COB repassa parte desse dinheiro às Confederações Nacionais de cada esporte. A Confederação Brasileira de Futebol não recebe estes repasses[2].

Repasse às Confederações[editar | editar código-fonte]

Para 2023, o COB destinou às Confederações cerca de R$ 201 milhões[3]:

  • Atletismo: R$8.300.000,00
  • Badminton: R$4.960.000,00
  • Basquete: R$4.693.000,00
  • Boxe: R$8.208.000,00
  • Breaking: 3.045.000,00
  • Canoagem: R$7.961.000,00
  • Ciclismo: R$6.082.000,00
  • Desportos Aquáticos: R$12.025.000,00
  • Desportos na Neve: R$4.849.000,00
  • Desportos no Gelo: R$4.623.000,00
  • Escalada Esportiva: R$3.980.000,00
  • Esgrima: R$4.453.000,00
  • Ginástica: R$10.633.000,00
  • Golfe: R$4.370.000,00
  • Handebol: R$5.004.000,00
  • Hipismo: R$7.291.000,00
  • Hóquei sobre Grama: R$4.286.000,00
  • Judô: R$7.983.000,00
  • Levantamento de Pesos: R$5.167.000,00
  • Pentatlo Moderno: R$4.245.000,00
  • Remo: R$4.730.000,00
  • Rugby: R$4.501.000,00
  • Skate: R$7.448.000,00
  • Surfe: R$7.233.000,00
  • Taekwondo: R$6.357.000,00
  • Tênis: R$5.264.000,00
  • Tênis de Mesa: R$5.904.000,00
  • Tiro com Arco: R$5.362.000,00
  • Tiro Esportivo: R$5.218.000,00
  • Triatlo: R$5.301.000,00
  • Vela: R$7.118.000,00
  • Vôlei: R$9.820.000,00
  • Wrestling: R$4.586.000,00

Confira os critérios (e seus respectivos pesos) de repasse:

  • Medalhista na última edição de Jogos Olímpicos (15,75%)
  • Multimedalhista na última edição de Jogos Olímpicos (13,39%)
  • Medalhista na penúltima edição dos Jogos Olímpicos (4,72%)
  • Top 8 nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos (2,36%)
  • Número de eventos com participação brasileira na última edição dos Jogos Olímpicos (2,36%)
  • Top 8 no último Campeonato Mundial adulto (4,72%)
  • Medalhista no último Campeonato Mundial Adulto (12,6%)
  • Top 8 no último Campeonato Mundial Sub-21 (2,36%)
  • Medalhista no último Campeonato Mundial Sub-21 (9,45%)
  • Aproveitamento de medalhas na última edição de Jogos Pan-americanos (7,48%)
  • Medalhista de ouro na última edição de Jogos Pan-americanos (8,27%)
  • Prestação de Contas – Qualifica a performance das Confederações nos processos de prestação de contas da Lei Agnelo/Piva no ano corrente (8,27%)
  • Programa Gestão, Ética e Transparência (8,27%)

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Presidente Período
Fernando Mendes de Almeida 1914 – 1935
Antônio Prado Júnior 1935 – 1947
Arnaldo Guinle 1947 – 1950
José Ferreira do Santos 1950 – 1963
Áttlia Ache 1963
Sylvio de Magalhães Padilha 1963 – 1990
André Richer 1990 – 1995
Carlos Arthur Nuzman 1995 – 2017
Paulo Wanderley Teixeira 2017 – atual

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «CONHEÇA O NOVO PRESIDENTE DO COB». Comitê Olímpico do Brasil. 11 de outubro de 2017. Consultado em 12 de outubro de 2017 
  2. «Por que a CBF não receberá Por que a CBF não receberá repasse financeiro do COB financeiro do COB». O Globo. 17 de dezembro de 2022. Consultado em 18 de dezembro de 2022 
  3. «COB vai repassar valor recorde de R$ 201 milhões para modalidades olímpicas». ge.com. 16 de dezembro de 2022. Consultado em 18 de dezembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]