Centro de Computação Eletrônica da Universidade de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Entrada do CCE na USP

O Centro de Computação Eletrônica da USP (CCE) é o órgão responsável pelas funções principais de coordenadoria executiva de informática e comunicação de dados da Universidade de São Paulo, sendo um centro prestador de serviços de informática para toda a comunidade universitária da USP.

História[editar | editar código-fonte]

O CCE foi oficialmente criado pela Portaria GR USP nº 260 de 1966. Sua origem vem de 1962, quando o professor J. O. Monteiro de Camargo da Escola Politécnica da USP cria o Centro de Cálculo Numérico para abrigar o computador IBM 1620.

Este computador instalado nas dependências da POLI, foi o primeiro de universidades paulistas e segunda em universidades brasileiras. Em 1963, o Centro de Cálculo Numérico foi desligado da da Escola Politécnica e passou ao Instituto de Pesquisas Matemáticas (IPM). Em 1971 tornou-se um órgão autônomo ligado diretamente à Reitoria da USP sendo dirigido, até 1988, por uma Comissão Supervisora formada por docentes e servidores, e por um Diretor Executivo.

Em 1988, a Comissão Supervisora foi dissolvida e o CCE foi passou ao status de unidade autônoma, como Coordenadoria de Informática da USP, passando então a ser dirigida por um Coordenador. Com a criação a CTI em 2004, o CCE passa a ser dirigido por um diretor que responde para este órgão.

Em outubro de 2013 o CCE passa a integrar o DTI(*) - Departamento de Tecnologia da Informação, vinculado a VREA - Vice-Reitoria Executiva de Administração da Universidade de São Paulo.

(*) As Resoluções USP nº 6.567 de 17 de junho de 2013 e a 6.642 de 17 de outubro de 2013, estabeleceram a integração dos processos de TI na Universidade de São Paulo com o objetivo de alinhar as diretrizes estratégicas da área, dar maior racionalização dos recursos humanos e financeiros, facilitar a capacitação dos profissionais de TI e facilitar um gerenciamento eficaz do projeto Nuvem USP, ficando estabelecido:

1. A criação do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), vinculado à Vice-Reitoria Executiva (VREA).

2. Fica integrado ao DTI o Centro de Computação Eletrônica (CCE), o Centro de Informática de Ribeirão Preto(CIRP), Centro de informática de São Carlos (CISC) e o Centro de Informática Luiz de Queiroz (CIAGRI) e Departamento de informática (DI).

3. Com isso, ficam extintos o CCE e o DI. Os centros de informáticas do interior passam a ser escritórios regionais


Dirigentes do CCE[editar | editar código-fonte]

Presidente da Comissão Supervisora[editar | editar código-fonte]

  • Profº Dr. Oswaldo Fadigas Fontes Torres (1972 - 1988)

Diretores Executivos[editar | editar código-fonte]

  • Otávio Gennari (1972)
  • Paulo de Souza Moraes (1972 - 1982)
  • Geraldo Lino de Campos (1982 - 1988)

Coordenadores[editar | editar código-fonte]

  • Geraldo Lino de Campos (1988)
  • Heraldo Luiz Marin (1988 - 1990)
  • Carlos Antonio Ruggiero (1990 - 1991)
  • Antonio Marcos de Aguirra Massola (1991 - 1994)
  • Marília Junqueira Caldas (1994 - 2000)
  • Edson dos Santos Moreira (2000 - 2006)
  • Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho (2006-2010)
  • Jaime Simão Sichman (2010 - 2013)
  • Jairo Carlos Filho (julho 2013 - outubro 2013)

Organização do CCE[editar | editar código-fonte]

Divisões do CCE[editar | editar código-fonte]

O CCE está organizado em 5 Divisões:

Divisão Administrativa e Financeira - DVADMFIN

Responsável pela contabilidade, finanças e compras tanto do CCE como da CTI (Coordenadoria de Tecnologia de Informação). Além disso, tem serviço de apoio a Recursos Humanos (RH), de infra-estrutura para manutenção elétrica e predial e serviços gerais.

Divisão de Apoio Tecnológico - DVAPTEC

Oferece serviços de atendimento ao usuário, incluindo tele-suporte e abertura de chamados para as demais divisões, serviços de vídeo, incluindo transmisão de vídeo-conferência ponto-a-ponto e multi-ponto, transmissão de audio e vídeo pela Internet, produção de vídeo-clips para suporte a Ensino à Distância, produção para IPTV-USP e desenvolvimento de software para atendimento de demanda interna.

Divisão de Equipamentos de Microinformática - DVEMIC

Oferece serviços de manutenção de bens de informática (por exemplo, microcomputadores, impressoras) e montagem de microcomputadores.

Divisão de comunicações - DVCOM

Presta serviços de projeto, instalação e manutenção de redes locais, metreopolitanas e de longa distância e de telecomunicação em geral. É responsável pela operação da USPnet, que inclui a rede metropolitana (backbone) que interconecta todas as unidades do campus de São Paulo e pelos equipamentos de rede usados na interconexão dos diversos campuses da USP. Cuida também da USPnet sem fio.

Divisão de operações -DVO

Presta serviços 7 x 24 horas referentes à monitoração e controle da operação do Data Center, que abriga um supercomputador IBM, cluster diverso e outros servidores corporativos. Além disso, é responsável pelo serviço de e-mail oferecido para a comunidade USP, incluindo docentes, funcionários, alunos de pós-graduação e mais recente alunos de graduação. Cuida dos serviços de segurança da informação.

Fonte:www.cce.usp.br

Ligações externas[editar | editar código-fonte]