Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Instituto de Física de São Carlos
da Universidade de São Paulo
Universidade Universidade de São Paulo
Fundação 1994 (27 anos)
Tipo de instituição Unidade de ensino, pesquisa e extensão
Localização São Carlos, SPBrasil
Campus Campus USP de São Carlos
Site www.ifsc.usp.br

O Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC) é uma unidade da Universidade de São Paulo, localizada no campus de São Carlos.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) foi fundada em 1954, possuindo um Departamento de Física. Em 1971, com o advento da reforma universitária houve a criação do Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC). O Instituto de Física de São Carlos (IFSC) foi criado em 1994, com a separação Instituto de Física e Química de São Carlos, surgindo na mesma oportunidade o Instituto de Química de São Carlos (IQSC).[2][3]

O instituto faz parte do Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) da Universidade de São Paulo (USP) criado em 1985 na cidade de São Carlos. O Centro colabora na formação de profissionais do ensino médio e fundamental na área das Ciências, assim como aproxima a comunidade a universidade através de atividades educativas.[4][5]

Graduação[editar | editar código-fonte]

O IFSC disponibiliza os seguintes cursos em seu programa de graduação:[1]

  • Ciências Exatas com habilitação em Física
  • Ciências Exatas com habilitação em Matemática
  • Ciências Exatas com habilitação em Química
  • Ciências Físicas e Biomoleculares
  • Ciências Físicas e Biomoleculares - ênfase tecnológica
  • Física com habilitação em Óptica e Fotônica
  • Física com habilitação Teórico - Experimental
  • Física Computacional

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

O Instituto de Física da USP de São Carlos disponibiliza programas pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado.[6][7][8]

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

O Instituto de Física de São Carlos possibilita o acesso a bolsas de estudo no Brasil e no exterior e o desenvolvimento de pesquisa apoiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Até o início de 2021 já tinham sido realizados e publicados 857 trabalhos científicos, e outros 44 estavam em andamento. Foram concedidas até o mesmo período 1297 bolsas no Brasil e outras 136 em outros países.[9]

O IFSC mantem parcerias com empresas disponibilizando seus laboratórios para pesquisas de desenvolvimento de produtos, sistemas e processos.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior - Cadastro e-MEC». Ministério da Cultura (MEC). Consultado em 3 de abril de 2021. Cópia arquivada em 31 de março de 2021 
  2. «História e Números». Portal USP São Carlos. Consultado em 3 de abril de 2021. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2021 
  3. Verónica Savignano (28 de novembro de 2014). «20º aniversário da criação do Instituto de Física de São Carlos, e seis décadas participando da história da pesquisa em Materiais no Brasil». Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais. Consultado em 3 de abril de 2021. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2020 
  4. «Parceiros CDCC Projeto Acessa Física». MEC - Ministério da Educação e MCT - Ministério da Ciência e Tecnologia. Consultado em 3 de abril de 2021 
  5. «Educação inclusiva». Prefeitura Municipal de São Carlos. 3 de março de 2008. Consultado em 3 de abril de 2021 
  6. «Pós-graduação». IFSC - USP. Consultado em 3 de abril de 2021 
  7. «CELEBRAÇÃO MILÉSIMA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO IFSC/USP». Centro de pesquisa educacionalInstituto de Física de São Carlos - USP. Consultado em 3 de abril de 2021 
  8. Djalma Mirabelli Redondo. «O Instituto de Física de São Carlos». Scientific Electronic Library Online. Consultado em 3 de abril de 2021 
  9. «Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP)». Biblioteca Virtual da FAPESP. Consultado em 3 de abril de 2021. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2020 
  10. «Unidade EMBRAPII de Biofotônica e Instrumentação». Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações(MCTI). Cópia arquivada em 3 de maio de 2021 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A física em São Carlos: primeiras décadas. Francisco Rolfsen Belda e Roberto Mendonça Faria. São Carlos: Editora Casa da Árvore, 2012. [1]
  • A Física a serviço da sociedade. Osvaldo Novais de Oliveira Junior e, Rui Jorge Sintra, organizadores. São Carlos: IFSC, 2014. [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]