Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo
FMVZ-USP
Universidade Universidade de São Paulo
Fundação 18 de dezembro de 1919 (100 anos)
Nomes anteriores Instituto de Veterinária (1919-1928)
Escola de Medicina Veterinária (1928-1934)[1]
Tipo de instituição pública
Professores 104[2]
Diretor(a) Prof. Dr. José Soares Ferreira Neto
Vice-diretor(a) Profa. Dra. Denise Tabacchi Fantoni
Alunos 1049
Graduação 440[3]
Pós-graduação 609[4]
Localização São Paulo, SP Brasil
Campus São Paulo
Pirassununga
Site fmvz.usp.br

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP) é uma instituição pública de ensino superior localizada em São Paulo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

As origens da Faculdade de Medicina Veterinária encontram-se no ano de 1919, quando foi criado o Instituto de Veterinária (Lei Estadual nº 1695, de 18 de dezembro de 1919), que fazia parte da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo; ministra-se curso em três séries, de um ano escolar cada uma. O referido Instituto transformou-se em Escola de Medicina Veterinária (Lei Estadual nº 2354, de 1928), cujo curso passou a ter duração de quatro anos, ficando subordinada à Diretoria de Instituto de Indústria Animal da Secretaria da Agricultura.

Em 1934, a Escola de Medicina Veterinária foi transferida para a Secretaria de Educação, retornando novamente à Secretaria da Agricultura ( Decreto Estadual nº 6809 de 5 de novembro de 1934). Posteriormente, o Governador Armando de Salles Oliveira resolveu extinguí-la (Decreto Estadual nº 8806 de 13 de novembro de 1934), para, como Faculdade, incorporá-la à Universidade de São Paulo. Finalmente foi criada a Faculdade de Medicina Veterinária (Decreto Estadual nº 6874 ,de 19 de dezembro de 1934 - modificado pelo de nº 7016, de 15 de março de 1935), passando a integrar a Universidade de São Paulo.

O primeiro Regulamento da Faculdade foi aprovado pelo Decreto Estadual de nº 7204 de 11 de junho de 1935, sendo seu primeiro Diretor o Senhor Professor Doutor Altino Augusto de Azevedo Antunes. Graduou a primeira turma de Médicos Veterinários em 1938, tendo, até a presente data, formado 59 turmas, totalizando 2.696 profissionais.

Em novembro de 1997 , o curso de graduação em Medicina Veterinára desta Faculdade foi avaliado pelo Ministério de Educação e Cultura através dos "Exames Nacionais de Cursos". A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP recebeu, nesta avaliação o nível "A" sendo, portanto, uma das 5 (cinco) possuidoras deste conceito no país.

Além disso, desde 1996, o curso de graduação recebe 5 estrelas pelo Guia do Estudante Abril.

Em 06/12/2017 recebe o Selo de Acreditação do CFMV com vigência até 05/12/2022[5].

Em 2019 completa 100 anos do oferecimento de seu curso de graduação considerando o inicio das atividades do Instituto de Veterinária[6]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo tem por finalidade:

  • Formar e aperfeiçoar profissionais nos diversos ramos da Medicina Veterinária, através de cursos de graduação e de pós-graduação.
  • Realizar pesquisas científicas e tecnológicas de interesse para o desenvolvimento do país, na área de conhecimento da Medicina Veterinária.
  • Prestar colaboração científica a órgãos do serviço público, a empresas privadas e a centros científicos do país e do exterior.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A Faculdade atua em dois campos: um na cidade de São Paulo, localizada dentro da Cidade Universitária, e outro em Pirassununga. No campus de São Paulo é composto pelos departamentos de Cirurgia; Clínica Médica; Patologia e Reprodução Animal, além do Hospital Veterinário (que é aberto ao público externo da Universidade). Já no campus de Pirassununga atuam os departamentos de Nutrição e Produção Animal; Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, junto com o Centro de Biotecnologia de Reprodução Animal e o Centro Experimental em Pesquisas Toxicológicas.

Além da significativa produção científica, a Faculdade também publica o Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science. A biblioteca da FMVZ, Virginie Buff D'Ápice, é um importante centro de consultas, contendo mais de 130 mil obras em seu acervo.

A Faculdade também dá grande valor as atividades culturais e de extensão universitária. No campus de São Paulo há o Museu de Anatomia Veterinária (com um importante acervo que envolve várias espécies de animais) e o Museu Histórico da Faculdade. Também há a promoção de cursos práticos profissionalizantes e de difusão. E não podemos deixar de lembrar das Feiras, tais como a Feira Internacional de Caprinos e Ovinos; a Feira Internacional de Gado de Corte e a Feira Internacional da Cadeia do Leite.

Referências

  1. «Histórico». Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Consultado em 15 de Outubro de 2014. Arquivado do original em 24 de outubro de 2014 
  2. «Anuário Estatístico - 2014». Sistemas USP. 2014. Consultado em 13 de março de 2017 
  3. «Anuário Estatístico - 2014». Sistemas USP. 2014. Consultado em 13 de março de 2017 
  4. «Anuário Estatístico - 2014». Sistemas USP. 2014. Consultado em 13 de março de 2017 
  5. CFMV, Ascom. «Cursos Acreditados». Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional. Consultado em 6 de setembro de 2020 
  6. «Criado há 100 anos, curso de Veterinária da USP vai além do cuidado com animais – Jornal da USP». jornal.usp.br. Consultado em 6 de setembro de 2020