Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, FEARP/USP
Logotipo da Faculdade de Economia,Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto.
Universidade Universidade de São Paulo (USP)
Fundação 1992
Tipo de instituição Universidade pública
Professores 95
Graduação 1348
Pós-graduação 193
Localização Ribeirão Preto, SPBrasil
Campus Ribeirão Preto
Site www.fearp.usp.br

Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEARP/USP) é uma instituição pública de ensino superior localizada na cidade universitária de Ribeirão Preto, fundada em 1992. Considerada uma das melhores instituições de ensino do país.

História[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEA-RP/USP) foi criada em 1992 como uma extensão da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) de São Paulo. A Aula Magna Inaugural foi proferida pelo então secretário de Política do Ministério da Economia, Planejamento e Fazenda, da Presidência da República, professor Roberto Brás Matos Macedo. Durante os dez primeiros anos de sua existência, a preocupação maior da Faculdade foi implantar e consolidar os cursos de graduação noturnos, com padrões de qualidade que os tornassem referência no país. A falta de recursos iniciais não desanimou os professores, funcionários e alunos, que com empenho conseguiram levar os cursos da FEA-RP a terem nota máxima nas avaliações realizadas pelo Ministério da Educação.

A autonomia da Faculdade aconteceu em 2002, quando deixou de ser uma extensão da Unidade de São Paulo. Essa nova fase trouxe uma expansão das atividades e a presença de professores titulares emprestados da FEA de São Paulo. Nessa mesma fase, foram criados os cursos diurnos de graduação em Administração e Economia Empresarial e Controladoria, além dos programas de mestrado em Administração das Organizações, Controladoria e Contabilidade e também Economia – Área: Economia Aplicada.

A FEA-RP passou a participar de cursos de outras unidades, como por exemplo, o de Ciências da Informação e da Documentação (CID) e o de Matemática Aplicada a Negócios (MAN), de responsabilidade da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP).

Com os novos cursos, o número de alunos da faculdade se expandiu de forma significativa. As vagas no vestibular saltaram de 135 para 265 e o número de alunos na graduação passou de 690, em 2002, para 1626, em 2012. Além disso, o número de alunos de pós-graduação, já incluindo o curso de doutorado em Administração de Organizações, iniciado em 2010, passou para 185, em 2012. Em 2010, também tiveram início os cursos de especialização (MBAs), sendo oferecidos 11 cursos com mais de mil alunos matriculados. Em 2013 teve início o Curso de Doutorado em Controladoria e Contabilidade.

Também acompanhando esse processo, houve um aumento expressivo no número de docentes, que passou de 41, em 2002, para 95, em 2012. O número de funcionários, no mesmo período, passou de 22 para 66.

Atualmente a FEA-RP é dirigida pelo professor Dante Pinheiro Martinelli, tendo como vice-diretor o professor Walter Belluzzo Júnior.

Cursos oferecidos[editar | editar código-fonte]

Atualmente dirigida pelo Prof. Dr. Sigismundo Bialoskorski Neto, a unidade oferece 45 vagas em cada um dos cursos de graduação em Administração, Ciências Contábeis e Economia no período noturno, e, no período diurno, implantado em 2006, mais 60 vagas em Administração e 70 em Economia Empresarial e Controladoria. Os cursos noturnos possuem duração mínima de cinco anos, e diurnos, quatro anos, e objetivam garantir aos alunos uma formação técnico-profissional, aliada a uma formação humanística.

O curso de Administração de Empresas proporciona a seus alunos capacitação nos diversos ramos do conhecimento ligados à área: organização empresarial, finanças, marketing, recursos humanos, operações, métodos quantitativos, informática, política de negócios e economia de empresas. O ensino tem sido enriquecido por pesquisas realizadas pelos docentes, na própria faculdade, e por defesas nacionais e internacionais de artigos, conjugando esforços de alunos em iniciação científica.

O curso de Ciências Contábeis oferece aos alunos um elenco de disciplinas obrigatórias e optativas. Obrigatórias: disciplinas de formação humanística e social, disciplinas básicas nas áreas de Administração Geral, Economia e Informática e disciplinas de formação específicas nas áreas de Contabilidade Geral, Contabilidade e Análise de Custos, Controladoria e Gestão Financeira, Auditoria e Sistemas de Informações Contábeis; Optativas: abrangem os domínios de conhecimento mais relevantes e atuais na área, possibilitando ao aluno direcionar a sua formação para áreas de exercício profissional pelas quais ele possua particular interesse. A Controladoria de Empresas do Setor Terciário e Agroindustrial e o Controle de Empresas Públicas Municipais são as principais áreas de concentração e de pesquisa do Departamento de Contabilidade e Atuária. Os alunos podem atuar nos laboratórios de pesquisa, realizando projetos de iniciação científica, que fornecem a base para a elaboração do trabalho de formatura exigido para a conclusão do curso.

O curso de Ciências Econômicas oferece uma série de disciplinas, das quais várias são eletivas, cabendo ao aluno promover uma combinação que melhor satisfaça suas aspirações e pretensões de qualificação acadêmica e profissional. Entre as ênfases disponíveis encontram-se, por exemplo, disciplinas nas áreas de Comércio Internacional, Finanças e Mercado de Trabalho. Orientado por um professor, o aluno deve desenvolver um trabalho para apresentação de monografia.

O curso de Economia Empresarial e Controladoria oferece dupla formação profissional: habilitações em Ciências Econômicas e/ou Ciências Contábeis, além da opção por três áreas de ênfase: Finanças, Negócios Internacionais ou Políticas Públicas.[1]

A faculdade também oferece o curso de Matemática Aplicada a Negócios, em parceria com a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Internacionalização[editar | editar código-fonte]

Convênios[editar | editar código-fonte]

O número de convênios acadêmicos internacionais na FEA-RP vem aumentando ano a ano e hoje atende um grande número de países e de diferentes universidades conveniadas, de excelente reputação e qualificação internacional. Com isso, professores e alunos possuem uma gama diversa de oportunidades para intercâmbio e pesquisa. Atualmente a FEA-RP possui convênios acadêmicos internacionais em quase todos os continentes, mas a maioria deles é concentra na Europa e logo depois na América Latina, que podem compreender apenas pesquisa conjunta, como convênios acadêmicos internacionais, que compreendem intercâmbio de alunos, funcionários e docentes, assim possibilidades de realizar eventos e pesquisa conjunta. Clique e veja os convênios

Entidades[editar | editar código-fonte]

Centro Acadêmico Flaviana[editar | editar código-fonte]

A principal entidade da FEARP/USP é o Centro Acadêmico Flaviana Condeixa Favaretto, que tem como função principal representar os interesses dos alunos da faculdade.

Além disso, realiza anualmente o BixoFolia, trote solidário com a função de arrecadar alimentos pela cidade de Ribeirão Preto e também a Semana Cultural, uma semana temática com diversas atividades culturais, concurso de talentos e exposições para todos os alunos. Também organiza o FEA Viva, em parceria com a Júnior FEA-RP, evento que visa a conscientização para a doação de sangue.

Ainda, é responsável pelo Cursinho Social que oferece um curso pré-vestibular a baixos preços a pessoas de baixa renda e a Escola de Idiomas, que oferece curso de línguas para alunos do campus USP de Ribeirão Preto.

iTeam USP-RP[editar | editar código-fonte]

É um entidade sediada na FEA-RP mas aberta a todos estudantes da universidade, que realiza a recepção, integração e adaptação dos intercambistas. Além de oferecer consultoria para os interessados em realizar intercâmbios e cursos de idiomas tanto para brasileiros quanto estrangeiros. Assim como a organização de eventos, palestras e festas como nossas principais atividades.

Júnior FEA-RP[editar | editar código-fonte]

Como veículo de prática profissional aos alunos da FEA-RP, a Júnior FEA Consultoria & Planejamento é uma associação civil sem fins lucrativos foi iniciada junto às atividades da faculdade. Inteiramente gerida pelos próprios alunos, presta consultoria a diversas empresas através de projetos nas áreas de Finanças, Marketing, Estratégia e Recursos Humanos.

Além das consultorias para as empresas de Ribeirão Preto, a empresa também organiza eventos voltados ao público universitário, como o Espaço Empresa e Projeto CEO.

Atlética[editar | editar código-fonte]

A FEARP conta ainda com a Associação Atlética Acadêmica Flaviana Condeixa Favaretto, entidade responsável pela estruturação dos treinos esportivos e times da faculdade, assim como organização e realização de eventos esportivos e de lazer, visando sempre a integração e a promoção da pratica esportiva entre os alunos da FEARP e entre as universidades.

A faculdade realiza diversas festas, tais quais a FEA Junina, Back as Aulas, Último Porre, Churras da FEA, Libertação dos Bixos, além de vários Bares da FEA.

A Atlética conseguiu parte dessa estrutura graças às parcerias construídas com empresas.

Enactus FEA-RP (USP)[editar | editar código-fonte]

Fundado em 6 de Junho de 2014 por dois estudantes da FEA-RP/USP, hoje, o time Enactus FEA-RP/USP mesmo com o pouco tempo de vida já é uma entidade referência na cidade de Ribeirão Preto e modelo para outros times Enactus do Brasil que se trata de uma organização sem fins lucrativos que identifica regiões em situação de vulnerabilidade econômica, social ou ambiental e, através do empreendedorismo social, leva o progresso e o emponderamento às comunidades e seus membros.

Atualmente é a maior entidade do campi de Ribeirão Preto.

Núcleo de Empreendedores[editar | editar código-fonte]

Por fim, o Núcleo de Empreendedores, criado em 1998 com o apoio do Prof. Dr. Alberto Borges Matias atua como agente propagador do espírito empreendedor nos alunos e na sociedade. Entre as atividades mais comuns desenvolvidas pelo NE estão a orientação para elaboração de planos de negócios, análise de viabilidade de projetos, assessoria para busca de financiamentos e consultoria para implementação de novas empresas. Outro segmento de atuação do Núcleo é o de promoção de eventos voltados para a discussão da cultura empreendedora, como o “Empreender”, seminário que apresenta palestras e estudos de caso de empreendimentos de sucesso.

O Núcleo de Empreendedores também se dedica a projetos de extensão de grande impacto sócio-econômico na comunidade, como o “Programa Integrado de Capacitação Empreendedora”, que tem como finalidade desenvolver a consultoria gratuita em gestão de pequenos negócios, voltada à comunidade carente, ONGs e micro-empresários.

Em 2006, o Núcleo de Empreendedores iniciou as atividades do CenPE, o Centro de Pesquisa em Empreendedorismo, sendo assim o primeiro grupo discente de pesquisa em empreendedorismo, sua missão é auxiliar os pesquisadores do tema com um grande banco de dados no assunto, permitindo assim o desenvolvimento dessa área academicamente que ainda é muito fraca.

Clube de Mercado Financeiro.jpg

'Clube de Mercado Financeiro (CMF)' [2][editar | editar código-fonte]

Com o objetivo de difundir conhecimentos sobre mercado financeiro entre os estudantes, surgiu também na FEA-RP o Clube de Mercado Financeiro (CMF). Os membros da entidade se reúnem quinzenalmente em Grupos de Estudos para discutir temas da economia e de finanças. Além disso promove anualmente a Semana do Mercado Financeiro, evento aberto ao público que traz importantes nomes do Mercado Financeiro para tratar de temas variados, além da realização da tradicional Mesa Redonda entre professores e profissionais do mundo dos negócios.

O CMF é também o realizador do Pé de Meia, um projeto de extensão universitária que leva conhecimentos de finanças pessoais e investimentos para a população. O projeto foi reconhecido em 2015 como o melhor na categoria Humanidades do 5º Simpósio Aprender com Cultura e Extensão Universitária da USP e já alcançou quase 5 mil pessoas em seis estados e dezesseis cidades do país.

Núcleo para Desenvolvimento de Tecnologias e Ambientes Educacionais (NACE-NPT)[editar | editar código-fonte]

O NPT-USP foi criado no ano de 2002 pelos professores Dr. José Dutra de Oliveira Neto, Dra. Adriana Backx Noronha Viana e Dra. Irene Kazumi Miura, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão – FEA-RP/USP. Inicialmente atuava apenas no desenvolvimento de pesquisa na área de tecnologias educacionais e educação a distância. Em 2007 tornou-se um Núcleo de Apoio à Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo[3] (primeiro núcleo oficial da USP na FEA-RP), passando a atuar também no oferecimento de cursos certificados pela USP. Desde sua criação, os estudos desenvolvidos pelos pesquisadores do NPT-USP têm sido publicados em Congressos e Periódicos Acadêmicos reconhecidos na área. O NPT-USP está cadastrado como grupo de pesquisa no CNPq[4]. O grupo realiza anualmente o Workshop NPT-USP que tem como objetivo disseminar as pesquisas na área de EAD na região. Fonte: www.npt.com.br

Portaria PRP-388, de 5-5-2014[editar | editar código-fonte]

A Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo, tendo em vista o deliberado pelo Conselho de Cultura e Extensão Universitária, em sessão realizada em 13 de março de 2014 e pela Comissão de Atividades Acadêmicas, em sessão realizada em 29 de novembro de 2013, baixa a seguinte Resolução:

Artigo 1º – Fica prorrogado, por mais 5 (cinco) anos, a contar de 7 de abril de 2014, o prazo para funcionamento do Núcleo de Apoio às Atividades de Cultura e Extensão Universitária denominado Núcleo para Desenvolvimento de Tecnologias e Ambientes Educacionais (NACE-NPT), criado pela Resolução 5438, de 5 de março de 2008.[5]

REA[editar | editar código-fonte]

O NACE-NPT lançou oficialmente o primeiro REA real da USP. Por REA real, entendemos como sendo recursos educacionais abertos que permitem o uso, distribuição, remixagem e alteração sem custo para o usuário. Isto significa que outros educadores podem usar e alterar estes recursos livremente desde que citem a fonte. O canal NPT Educacional foi lançado no mês de Abril de 2014 e conta atualmente com 34 vídeos para auxílio ao ensino e aprendizagem de alunos do ensino superior. Os recursos públicos estão beneficiando a comunidade.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]