Expedição 25

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Expedição 25
Insígnia da missão
Informações da missão
Estação espacial Estação Espacial Internacional
Espaçonave Soyuz TMA-19
Soyuz TMA-01M
Número de tripulantes 6
Início 25 de setembro de 2010, 02:02:12 UTC[1]
Término 26 de novembro de 2010, 01:23:13 UTC[1]
Duração 61d 23h 21m
Imagem da tripulação
Skripochka, Kaleri, Kelly, Wheelock, Walker e Yurchikhin
Skripochka, Kaleri, Kelly, Wheelock, Walker e Yurchikhin
Navegação
ISS Expedition 24 Patch.svg Expedição 24
Expedição 26 ISS Expedition 26 Patch.png

Expedição 25 foi a vigésima quinta expedição de longa duração à Estação Espacial Internacional. A missão foi realizada entre 25 de setembro e 26 de novembro de 2010 e contou com seis astronautas, três russos e três norte-americanos.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Posição Primeira parte
(Setembro de 2010)
Segunda parte
(Outubro[2]
até novembro de 2010)
Comandante Estados Unidos Douglas Wheelock
Engenheira de voo 1 Estados Unidos Shannon Walker
Engenheiro de voo 2 Rússia Fyodor Yurchikhin
Engenheiro de voo 3 Estados Unidos Scott Kelly
Engenheiro de voo 4 Rússia Alexander Kaleri
Engenheiro de voo 5 Rússia Oleg Skripochka

Missão[editar | editar código-fonte]

Durante a Expedição, a Estação recebeu a visita da nave não-tripulada Progress M-08M, que acoplou com a ISS em 30 de outubro, levando 2,5 toneladas de mantimentos e equipamentos para a tripulação. Um problema durante a aproximação para a acoplagem automática da nave forçou os astronautas a intervirem manualmente. A partir de 194m de distância, o cosmonauta Alexander Kaleri, de dentro do módulo Zvezda, trabalhou manualmente com um joystick e um monitor de televisão para levar a espaçonave de carga a uma acoplagem segura com a estação.[3]

Os cosmonautas russos Yurchikhin e Skripochka realizaram uma caminhada espacial de mais de seis horas de duração em 15 de novembro, durante a qual instalaram uma estação de trabalho portátil multiuso no exterior do módulo Zvezda e escoras entre os módulos Zvezda e Poisk. Também realizaram uma experiência chamada "Test", que teve como objetivo verificar a existência de micro organismos ou de contaminação sob o isolamento do segmento russo na ISS.[4] Eles também removeram uma câmera de televisão do exterior do módulo Rassvet para conserto, mas não puderam instalá-la de volta por causa de interferências no isolamento do local onde ela se encontrava.[5]

Entre os 41 experimentos científicos realizados, alguns dos mais notáveis incluíram o estudo dos efeitos de microbactérias e fungos em materiais estruturais usados na construção da ISS, a medição de raios gama e radiação ótica durante a ocorrência de raios na atmosfera terrestre, e um teste para a medição do conteúdo de metano e dióxido de carbono na atmosfera.[6]

A missão encerrou-se em 26 de novembro de 2010, após a desacoplagem e aterrissagem da Soyuz TMA-19 nas estepes do Casaquistão.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «ISS: Expedition 25» 
  2. http://www.nasa.gov/mission_pages/station/structure/iss_manifest.html
  3. «Cargo Ship Delivers Healthy Halloween Treats to Space Station». space.com. Consultado em 23 de junho de 2012 
  4. «Russian Cosmonauts Commence Space Walk». Roskosmos. 15 de novembro de 2010. Consultado em 16 de novembro de 2010 
  5. NASA (15 de novembro de 2010). «Crew completes spacewalk». Consultado em 16 de novembro de 2010 
  6. Roskosmos (8 de outubro de 2010). «ISS-25/26: Scientific Program in the Russian Segment». Consultado em 20 de outubro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]