Expedição 16

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Expedição 16
Insígnia da missão
Informações da missão
Estação espacial Estação Espacial Internacional
Espaçonave Soyuz TMA-11
STS-117
STS-120
STS-122
STS-123
STS-124
Número de tripulantes 6
Início 21 de outubro de 2007, 07:14:17 UTC[1]
Término 19 de abril de 2008, 05:08:27 UTC[1]
Duração 180d, 21h e 54m
Imagem da tripulação
Expedition 16 Portrait.jpg
Navegação
ISS Expedition 15 patch.svg Expedição 15
Expedição 17 ISS Expedition 17 patch.svg

Expedição 16 foi a décima-sexta expedição humana de longa permanência na Estação Espacial Internacional. Os primeiros membros foram Yuri Malenchenko e Peggy Whitson, que partiram em 10 de outubro de 2007 a bordo da nave Soyuz TMA-11 juntos com o viajante espacial Sheikh Muszaphar Shukor, o primeiro astronauta da Malásia.[2][3] Iniciando-se oficialmente em 21 de outubro, ela encerrou-se em 19 de abril de 2008 com a desaclopagem da TMA-11, que trouxe seus integrantes de volta à Terra.[4]

O engenheiro de voo Clayton Anderson não aterrissou na cápsula Soyuz TMA-10, e foi considerado parte da Expedição 16 até à chegada da missão STS-120.[5] A missão STS-120 foi lançada em 23 de outubro e atracou na estação dois dias depois, quando então ocorreu a troca entre Anderson e o novo engenheiro de voo, o astronauta Daniel Tani.[6] Após a acoplagem do ônibus espacial, foi feito o ajuste dos assentos na cápsula Soyuz para o perfil de Tani e Anderson tornou-se membro da tripulação da missão STS-120. O francês Léopold Eyharts, que veio a bordo da missão STS-122, juntou-se à Expedição 16 em 9 de fevereiro de 2008, sucedendo Tani.[1] A tripulação também recebeu posteriormente Garrett Reisman, que chegou através do ônibus espacial Endeavour na missão STS-123 em 11 de março de 2008 sucedendo Eyharts. Após esta expedição Reisman continuou na Estação como parte da Expedição 17.

O retorno dos dois principais membros da Expedição 16 (junto com a primeira astronauta da Coreia, Yi So-yeon) na cápsula Soyuz TMA-11, foi arriscado. Devido a uma falha, a espaçonave fez uma reentrada na atmosfera através de uma trajetória balística. Como resultado disso, a tripulação foi exposta a forças equivalente a 10 G, aterrissando 418 km a oeste do local previsto, mas sem danos físicos aos tripulantes.[7]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Posição[3] Primeira parte
(Outubro de 2007)
Segunda parte
(Outubro de 2007 até fevereiro de 2008)
Terceira parte
(Fevereiro até março de 2008)
Quarta parte
(Março até abril de 2008)
Comandante Estados Unidos Peggy Whitson
Engenheiro de voo 1 Rússia Yuri Malenchenko
Engenheiro de voo 2 Estados Unidos Clayton Anderson Estados Unidos Daniel Tani França Léopold Eyharts Estados Unidos Garrett Reisman

Missão[editar | editar código-fonte]

A Expedição 16 foi a primeira a incorporar dois astronautas que já haviam participado de expedições anteriores e a primeira vez que um ex-comandante (Malenchenko) retorna como engenheiro de voo. A astronauta Peggy Whitson foi a primeira mulher a comandar a ISS e com a missão STS-120 Discovery, que acoplou-se a ISS, comandada por Pamela Melroy, esta foi a primeira vez que duas mulheres estiveram no espaço ao mesmo tempo no comando de suas espaçonaves.[8] Durante a permanência da Discovery atracada à estação, o astronauta italiano Paolo Nespoli, um de seus integrantes, realizou a missão Esperia, um conjunto de experiências em benefício da comunidade científica europeia.[4]

O principal objetivo desta missão foi a instalação do módulo Harmony na estação, transportado até ela no depósito de carga do ônibus espacial Discovery. A acoplagem foi feita com sucesso no dia 25 de outubro, numa localização temporária no módulo Unity. O novo módulo aumentou o espaço de uso dentro da ISS em 73 m³.[9] As duas tripulações, da estação e da Discovery, também moveram o truss P6 (uma seção do esqueleto estrutural da estação) do topo da ISS para sua posição final ao lado do porto de acoplagem, durante uma das caminhadas espaciais. Após a partida da Discovery, uma série de caminhadas espaciais e atividades robóticas foram realizadas para mover o adaptador pressurizado de acoplagem do laboratório Destiny para o Harmony, recém-instalado.[10]

Esta expedição recebeu o primeiro ATV europeu, o Jules Verne, a visita de mais duas missões do ônibus espacial, a STS-122 Atlantis e a STS-123 Endeavour e teve a presença na ISS da primeira astronauta coreana, Yi So-yeon, por uma semana, transportada até ela na nave russa Soyuz TMA-12.[11]

Entre as centenas de experiências científicas feitas a bordo, destacam-se 26 experimentos nas áreas de educação, medicina, tecnologia espacial, ciência da vida, medições solares e testes físicos, num trabalho criado e acompanhado por mais de cem cientistas na Terra. Experiências no campo da Tribologia também foram realizadas. Esta foi também a primeira vez que imagens das atividades na estação foram mostradas pela NASA TV em formato digital.[12]

Atividades Extra-Veiculares - AEV[editar | editar código-fonte]

  • AEV 1: 9 de Novembro de 2007 - Whitson/ Malenchenko: 6h 55min
  • AEV 2: 20 de Novembro de 2007 - Whitson/Tani: 7h 16min
  • AEV 3: 24 de Novembro de 2007 - Whitson/Tani: 7h 04min
  • AEV 4: 18 de Dezembro de 2007 - Whitson/Tani: 6h 56min
  • AEV 5: 30 de Janeiro de 2008 - Whitson/Tani: 7h 10 min
  • Tempo Total da Expedição 16: 35 horas, 21 minutos.[13]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «ISS: Expedition 16». spacefacts. Consultado em 4 de março de 2016 
  2. «Expedition 16 Crew To Launch From Baikonur». space-travel.com. Consultado em 4 de março de 2016 
  3. a b NASA (2007). «NASA Announces Three International Space Station Crews». NASA. Consultado em 9 de outubro de 2007 
  4. a b «Expedition Report». spacefacts.com. Consultado em 4 de março de 2016 
  5. Malik, Tarik. «Space Station Astronauts Prepare for Crew Swap». space.com. Consultado em 4 de março de 2016 
  6. «STS-120». NASA. Consultado em 4 de março de 2016 
  7. «Soyuz crew endures severe G-forces on re-entry». CNN. Consultado em 4 de março de 2016 
  8. «Female commanders set for landmark mission». NBC. Consultado em 4 de março de 2016 
  9. «Astronauts Attach Space Station Addition». ABC News. Consultado em 4 de março de 2016 
  10. «Station Spacewalk Prepares for PMA, Harmony Moves». NASA. Consultado em 4 de março de 2016 
  11. «South Korea swaps first astronaut». BBC News. Consultado em 4 de março de 2016 
  12. «Expedition 16» (PDF). NASA. Consultado em 4 de março de 2016 
  13. «Index». NASA. Consultado em 4 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]