Expedição 26

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Expedição 26
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 6
Lançamento 26 de novembro de 2010
04:46 UTC
Soyuz TMA-01M/Soyuz TMA-20
Cosmódromo de Baikonur
Aterrissagem 16 de março de 2011
08:54 UTC
estepes do Casaquistão
Imagem da tripulação
Da esq. p/ dir.Skripochka, Kaleri, Kondratyev, Nespoli, Coleman e Kelly
Da esq. p/ dir.
Skripochka, Kaleri, Kondratyev, Nespoli,
Coleman e Kelly
Navegação
Último
Último
ISS Expedition 25 Patch.png Expedição 25
Expedição 27 ISS Expedition 27 Patch.png
Próximo
Próximo

Expedição 26 foi a 26ª expedição humana de longa duração na Estação Espacial Internacional, realizada entre 26 de novembro de 2010 e 10 de março de 2011. Contou com seis astronautas, três russos, dois norte-americanos e um italiano.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

A missão começou com o lançamento de três astronautas, dois russos e um norte-americano, do Cosmódromo de Baikonur, em 26 de novembro de 2010, na nave Soyuz TMA-01M, com metade da missão anterior, a Expedição 25, retornando à Terra na Soyuz TMA-19. O restante da expedição, um norte-americano, um russo e um italiano, foram lançados em dezembro na Soyuz TMA-20, juntado-se ao trio inicial.

Em 25 de fevereiro de 2011, a tripulação recebeu a vista dos astronautas integrantes da STS-133[1] , a última viagem espacial da nave Discovery, que instalaram na ISS o módulo de múltipla utilidade Leonardo, construído pela Agência Espacial Italiana e batizado em homenagem à Leonardo Da Vinci, que ficou permanentemente acoplado à estrutura da estação.[1] Durante sua estadia a bordo, a tripulação recebeu suprimentos levados pela nave não-tripulada Johannes Kepler ATV, de fabricação européia.

A missão do astronauta italiano da Agência Espacial Européia Paolo Nespoli na expedição, foi chamada de MagISStr. O nome combina a palavra "Magistra" (professora em latim), com o acrônimo ISS, como sugerido por Antonella Pezzani, uma italiana que venceu a competição realizada pela ESA para nomear a missão de Nespoli.[2]

Entre as diversas experiências realizadas pela tripulação, foram feitos estudos sobre os efeitos da microgravidade sobre o corpo humano, biologia, física e observação da Terra, além dos primeiros testes num robô com formato humano na microgravidade.[3]

A missão encerrou-se em 16 de março de 2011, com o retorno de Kelly, Kalery e Skripochka na Soyuz TMA-01M e a chegada dos cosmonautas Aleksandr Samokutyayev, Andrei Borisenko e do astronauta Ronald Garan Jr. na Soyuz TMA-21, para comporem com Kondratyev, Coleman e Paolo Nespoli, a Expedição 27.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b What is MPLM? NASA Marshall Space Flight Center. Visitado em 17 May 2010.
  2. Counting down for ESA’s MagISStra mission to Space Station European Space Agency (2010-10-08). Visitado em 2010-11-27.
  3. PRESS KIT/OCTOBER 2010 (em inglês) NASA. Visitado em 24/04/2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]