Expedição 13

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Expedição 13
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 3
Lançamento 30 de março de 2006
02:30 UTC
Cosmódromo de Baikonur
Aterrissagem 28 de setembro de 2006
21:53 UTC
estepes do Casaquistão
Órbitas 2.886
Duração 182d 23h 44 min
Imagem da tripulação
 Reiter, Vinogradov e Williams.
Reiter, Vinogradov e Williams.
Navegação
ISS Expedition 12 patch.svg Expedição 12
Expedição 14 ISS Expedition 14 patch.svg

Expedição 13 foi uma missão de longa duração na Estação Espacial Internacional, realizada entre março e setembro de 2006. Dela participaram três astronautas e também contou com a presença, por nove dias, do primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes. O alemão Thomas Reiter foi o primeiro não-russo e não-americano a participar de uma missão de longa duração na ISS.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

A expedição usou a Soyuz TMA-8 como veículo de lançamento, partindo de Baikonur em 30 de março de 2006 comandada por Vinogradov e com Williams e Pontes como engenheiros de voo. Durante nove dias dividiu a ISS com os integrantes da Expedição 12, os tripulantes da Soyuz TMA-7 Valery Tokarev e William McArthur, que ao final deste período retornaram trazendo com eles o brasileiro Pontes, que completou a Missão Centenário – cem anos do voo de Alberto Santos Dumont – acordo firmado entre a Agência Espacial Brasileira e a Roskosmos para levar um brasileiro ao espaço.[1]

O alemão Reiter, da Agência Espacial Europeia, juntou-se a tripulação da Expedição em 13 de julho de 2006. Reiter chegou à estação a bordo do ônibus espacial Discovery (missão STS-121) que havia sido lançado em 4 de julho, tornando-se o primeiro astroonauta a participar de uma tripulação de longa-duração na ISS que não pertencia nem à NASA nem a Roskosmos. Sua chegada também reestabeleceu a primeira tripulação com três membros desde maio de 2003. A tripulação havia sido reduzida em decorrência do desastre com a Columbia em fevereiro de 2003. Após a partida de Williams e Vinogradov em setembro, Reiter ainda participou da Expedição 14 retornando na Discovery, missão STS-116, permanecendo no espaço por 171 dias.[1]

Duas atividades extraveiculares foram realizadas nesta missão. A primeira por Vinogradov e Williams em 1 de junho, onde os astronautas fizeram reparos numa válvula de escape da produtora de oxigênio Elektron da estação e recolheram experimentos científicos acoplados à extrutura externa.[2] A segunda em 3 de agosto, com Williams e Reiter instalando diversos novos equipamentos e trocando uma antena GPS que estava com defeito.[3]

Também estava previsto que um dos astronautas fizesse uma tacada de golfe no espaço, mas a atividade foi adiada para a expedição seguinte enquanto a NASA ainda avaliava os riscos da bola atingir alguma parte da estrutura externa.[4]

Durante os dias iniciais desta expedição uma potencial situação de emergência aconteceu quando o alarme de incêndio soou enquanto a tripulação dormia, o que poderia ser fatal. Após uma investigação foi descoberto que o alarme soou por um problema em seu sensor. Não era fogo.[5]

A missão encerrou-se em 28 de setembro de 2006 com a partida de Williams e Vinogradov na Soyuz TMA-8, levando consigo a turista espacial Anousheh Ansari, que havia subido uma semana antes com a tripulação da Soyuz TMA-9, aterrizando em segurança nas estepes do Casaquistão.[1]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Expedition 13». NASA. Consultado em 17 de novembro de 2014 
  2. «Station Crew Winds Up Successful Spacewalk». NASA. Consultado em 17 de novembro de 2014 
  3. «Station Crewmen Back Inside After Spacewalk». NASA. Consultado em 17 de novembro de 2014 
  4. Cowing, Keith. «Golf or Science: What is NASA's Plan for the Space Station?». SpaceRef. Consultado em 17 de novembro de 2014 
  5. Pontes, Marcos (2011). «79». Missão Cumprida. A História completa da primeira missão espacial brasileira 1 ed. [S.l.]: McHilliard. p. 337. 559 páginas. ISBN 978-85-65213-01-2 Verifique |isbn= (ajuda) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências