Expedição 43

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.png
Este artigo ou seção contém material sobre uma missão espacial atual.
As informações podem mudar durante o progresso da missão.
CELstart-rocket.png
Expedição 43
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Soyuz TMA-15M
Soyuz TMA-16M
Número de tripulantes 6
Início 11 de março de 2015
Imagem da tripulação
esq/dir:Padalka, Kelly, Shkaplerov, Cristoforetti, Kornienko, Virts
esq/dir:Padalka, Kelly, Shkaplerov, Cristoforetti, Kornienko, Virts
Navegação
Último
Último
ISS Expedition 42 Patch.png Expedição 42
Expedição 44 ISS Expedition 44 Patch.png
Próximo
Próximo

Expedição 43 é a atual expedição humana de longa duração na Estação Espacial Internacional. Ela teve início em 11 de março de 2015, com a desacoplagem da nave Soyuz TMA-14M que levou de volta à Terra três integrantes da Expedição 42, sendo completada em seus seis tripulantes em 27 de março, com a acoplagem da Soyuz TMA-16M. É formada por três russos, dois norte-americanos e uma italiana. Tem duração prevista até 11 de setembro de 2015.[1]

Dois dos integrantes desta expedição, o norte-americano Scott Kelly e o russo Mikhail Kornienko, participarão de mais três expedições consecutivas, perfazendo uma estadia de um ano no espaço, a mais longa já realizada na ISS, como teste para futuras expedições humanas à Marte.[1]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Insígnia da missão[editar | editar código-fonte]

A insígnia desta missão tem a forma de um hexágono, representando os seis tripulantes, cosmonautas e astronautas, que viverão e trabalharão na ISS. Dentro do hexágono, que tem o nome dos tripulantes em cada um de seus seis lados, a estação aparece em órbita terrestre, representado a parceria multinacional que construiu, desenvolveu e continua a operar a ISS em benefício da Humanidade. O nascer do Sol marca o início de um novo dia, refletindo o fato de que a Humanidade ainda se encontra no amanhecer da pesquisa espacial. A Lua e os planetas mostrados representam a futura exploração espacial. Finalmente, as cinco estrelas homenageam as cinco tripulações humanas que pereceram durante a exploração espacial.[2]

Missão[editar | editar código-fonte]

Algumas das principais pesquisas desta expedição incluem o estudo de meteoros que penetram na atmosfera terrestre e a realização da testes de um novo material sintético feito com características humanas – um músculo sintético – quando exposto às duras condições da microgravidade no espaço. Ela também marca o início de uma série de longas pesquisas sobre a saúde humana feita em Kelly e Kornienko durante todo seu período de um ano em órbita, que entrará pelas três próximas expedições.[2] O norte-americano Kelly, que tem um irmão gêmeo também ex-astronauta, Mark Kelly, será submetido a testes na ISS ao mesmo tempo que seu irmão na Terra, de maneira a estudar as possiveis diferenças que surjam entre os dois gêmeos, em ambientes diferentes.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Expedition 43 NASA. Visitado em 05/04/2015.
  2. a b Mission summary NASA. Visitado em 05/04/2015.
  3. Kelly Astronaut Twins Meet on Eve of 1-Year Mission Launch Space.com. Visitado em 05/04/2015.