Fernando Salem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra n° 6 da eliminação rápida.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde dezembro de 2016). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

Fernando Salem (São Paulo, 13 de setembro de 1960) é um compositor e roteirista brasileiro.

Biografia  [editar | editar código-fonte]

Década de 80- Início da carreira musical.[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Música Popular, pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, em 1980.

Em 1981 a 1983 fez em turnês pela Europa com o grupo Xoro Roxo ao lado dos músicos Joel TimonerSkowaSwami Jr. e Adriano Busko. De volta ao Brasil, juntou-se a Paulo Miklos (Titãs) fazendo shows pelo país.[1][1]

Em 1986, lançou o álbum Clínica,[2] pela gravadora WEA, com composições suas e teve a canção Trauma[3] na trilha sonora da novela Sassaricando da Rede Globo.[4] Nesse ano também criou as trilhas-sonoras para os filmes de Cao HamburgerFrankstein Punk[5]Caçada ao Pantanal.[6] Em 1987, seguiu em turnê pelo Brasil com a banda Clínica e no ano seguinte fez o roteiro e a trilha sonora para o filmes A Garota das Telas[7]  de Cao Hamburger.[7] O trabalho lhe rendeu os Candangos de Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Roteiro de Curta-Metragem no Festival de Brasília.[7]

Década de 90- Direção musical e roteiros.[editar | editar código-fonte]

Em 1990, fundou a banda Vexame com Marisa Orth e, ao lado do músico André Abujamra produziu disco Vexame pela Sony Music.[8]

De 1992 a 1994 atuou como Diretor Musical do programa Fanzine, na TV Cultura, com apresentação de Marcelo Rubens Paiva [2][3] e compôs as trilhas de abertura dos programas Tom Jobim, NascenteTropicália a 2 e Cartão Verde; entre outras. Nesse período compôs canções e trilhas para série infantil Castelo Rá-Tim-Bum. 13 canções suas estão do CD do programa.[9]

Em 1993, trabalhou como diretor dos shows Roupa de Artista, com Cauby Peixoto; e Falsos e Brilhantes, com Erasmo CarlosJoão Penca e Sidney Magal, no SESC Pompéia.[10] No jornal a Folha de S.Paulo escreveu a coluna Tecla Sap, sobre música na TV.[11]

Entre 1996 e 2000, compôs e participou dos CDs infantis dos programas CRUJ-Disney Club,[12] Vila Esperança[13] e Debby; criou as canções do álbum Criança é Vida, para a Fundação Abrinq;[14] e teve suas canções gravadas por Ed MottaPaulo MiklosMoskaAndré AbujamraRosa MaryaRoger MoreiraPena Branca & XavantinhoJerry Adriani, Toquinho, Sidney Magal, Jair de Oliveira, entre outros.[14]

Década de 2000- Carreira solo musical e roteiros para TV.[editar | editar código-fonte]

No ano 2000, lançou o CD Disco com produção de Luiz Macedo, capa de Gringo Cardia, fotos de Willy Biondani e parcerias com André Abujamra e Luiz Macedo.[1] Nesse ano, fez uma longa turnê nacional com a banda Vexame no show Jardim das Delícias, dirigido por Gringo Cardia.[15][16]

Entre 2001 e 2010, fez roteiros e trilhas-sonoras para diversos programas como Peixonauta,[17] Circo do Edgard,[18] Vila Sésamo,[19] Lugar Incomum,[20] De Onde Vem?,[21] Escola pra Cachorro,[11] Cocoricó[22] para diversos canais como TV CulturaTV GloboMultishowTV Record e Canal Futura.[23] Foi o roteirista e autor da trilha sonora da peça teatral Como Chegamos Até Aqui?- A História do Brasil Segundo Ernesto Varela, com Marcelo Tas.[24]

Década de 2010- Produção de discos e direção de eventos e premiações.[editar | editar código-fonte]

Em 2010 fundou o selo Vidal Records.[25] Através dele produziu seu segundo álbum solo Rugas na Pele do Samba com as participações de Caetano VelosoArnaldo Antunes e Paulo Miklos.[26] Também lançou nesse ano, o CD Cocoricó na Cidade com composições suas para a série infantil da TV Cultura.[27][28] O CD Rugas na Pele do Samba foi oficialmente lançado em agosto de 2010 no Auditório Ibirapuera com banda integrada por Emerson Leal, James Muller, Patrícia Ribeiro e Marcos Bowie. No mesmo ano, o álbum ganhou o Troféu Catavento promovido por Solano Ribeiro e a Rádio Cultura como Melhor CD do ano de 2010;[29] e foi o 11o no ranking Os 100 Melhores Da Música Brasileira segundo o juri da revista Manuscrita.[30][31]

De 2010 até 2016, escreveu e dirigiu grandes eventos, entre eles várias edições dos Prêmios Abril de Publicidade, Multishow, Comunique-se, Contigo, Claudia, Santander Universidades, Veja Comer e Beber e Museu do Futebol [4]

Em 2011, participou do programa Grêmio Recreativo da MTV ao lado de Arnaldo Antunes, Caetano Veloso, Augusto de Campos, Banda Cê, Jonas Sá, Péricles Cavalcanti, Nina Beker e Leo Cavalcanti.[32] Lançou 26 canções e trilha sonora para a temporada Cocoricó na Cidade 2 da TV Cultura. Produziu o repertório para a temporada da série que estreou em 2012.[22]

Dirigiu e participou do Prêmio Bravo 2011 ao lado de Lázaro Ramos, Veronica Ferriani, Fernando Nunes, Kuki Stolarski, Emerson Leal, James Muller, Patrícia Ribeiro e Orquestra Voadora.[33]

Em 2012 estreou o show Creme na Pele do Samba com direção de André Abujamra, que também participou do espetáculo ao lado da cellista Patrícia Ribeiro.[34]

Em 2014, criou e produziu a trilha sonora para série Incluir Brincando/ TV Cultura e Sesame Workshop. Finalista no Emmy Award.[35] Participou do programa Almanaque Musical com Marisa Orth no Canal Brasil.[36]

Em 2015, com a parceria o cineasta Tadeu Jungle, criou e dirigiu a série Pressione Verde para o Greenpeace.[37] E deu a largada na produção o primeiro álbum do cantor Matheus Braga, Eu Não Sou da Sua Rua, com participações de Arnaldo Antunes, Branco Mello, André Abujamra, Lucila Novaes, Tomaz Paoliello (Garotas Suecas), Patrícia Ribeiro e Verônica Ferriani.[38]

Em 2016, com parceria do produtor e compositor Xuxa Levy cria as canções para o longa de Newton Canitto, Magal e Os Formigas, gravadas por Sydney Magal.[39] Estreou o show Eu Segundo Eu com participações especiais de André Abujamra, Paulo Miklos e Matheus Braga na primeira versão. E, em seguida, com as participações de Marcos Bowie, Matheus Braga e Carneiro Sândalo.[40] Participou do Projeto em homenagem ao músico paulistano Skowa ao lado de músicos como Nando Reis, Mauricio Pereira, Andre Jung, Adriano Busko, Che Leal, Izzy Gordon e Marisa Orth, entre outros.[41]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Fernando Salem». www.mpbnet.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  2. «DISCOS». www.fernandosalem.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  3. «Trauma - Fernando Salem - LETRAS.MUS.BR». www.letras.mus.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  4. «SASSARICANDO - TRILHA SONORA». memoriaglobo.globo.com. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  5. «FILMOGRAFIA - FRANKSTEIN PUNK». bases.cinemateca.gov.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  6. PortaCurtas. «Caçada no Pantanal». Porta Curtas. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  7. a b c d PortaCurtas. «A Garota das Telas». Porta Curtas. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  8. «Folha de S.Paulo - Banda Vexame homenageia a música cafona - 15/06/2006». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  9. «Cultura Brasil - A música do Castelo». cmais+ 
  10. «Biografia - Fernando Salem». LetradaMusica.Net. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  11. a b «BIO». www.fernandosalem.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  12. http://www.infantv.com.br. «::: InfanTv ::: - Trilha Sonora - Disney Club - Tv Cruj». www.infantv.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  13. http://www.infantv.com.br. «::: InfanTv ::: -  Trilha Sonora - Vila Esperança». www.infantv.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  14. a b «"Criança é Vida" ensina crianças com música - Cultura - Estadão». Estadão 
  15. «Terra - ISTOÉ GENTE - Diversão e Arte - No Jardim das Delícias». www.terra.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  16. «Cliquemusic : Matéria : Marisa Orth e o Vexame iniciam turnê nacional». cliquemusic.uol.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  17. «Produções brasileiras independentes estrelam campanha publicitária da ANCINE | Notícias | ANCINE | Agência Nacional do Cinema | Ministério da Cultura | Governo Federal». www.ancine.gov.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  18. «Mixer anuncia renovação de contrato para Circo do Edgard - propmark». propmark 
  19. «Vila Sésamo, grande sucesso dos anos 1970, volta à TV Cultura | Notícias | Portal do Governo do Estado de São Paulo». Portal do Governo do Estado de São Paulo 
  20. «"O jornalista tem que ser ousado", declara diretor do Prêmio Comunique-se – Portal Comunique-se». portal.comunique-se.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  21. Segundos, Web em. «TV PinGuim transforma desenhos animados em coleção de livros educativos». Repórter News 
  22. a b c «Fernando Salem assume posto de Hélio Ziskind em novo CD do "Cocoricó"». BOL 
  23. «ROTEIRO TV». www.fernandosalem.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  24. «Site do MarceloTas». www.marcelotas.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  25. «VIDAL RECORDS». www.fernandosalem.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  26. «Fernando Salem – Rugas na pele do samba | PMB». www.premiodamusica.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  27. «Personagem do "Cocoricó" fala sobre lançamento de CD da série - Novidades - UOL Crianças» 
  28. «COCORICÓ NA CIDADE». www.fernandosalem.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  29. a b Weber, Eduardo (6 de dezembro de 2010). «Troféu Cata-Vento: o melhor da produção independente Confira dos 12 vencedores do prêmio idealizado por Solano Ribeiro.». Rádio Cultura Brasil. Consultado em 13 de Setembro de 2014 
  30. «Os 100 Melhores Álbuns da Música Brasileira em 2010». www.melhoresdamusicabrasileira.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  31. a b «[11] Fernando Salem - Rugas Na Pele Do Samba». Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  32. «Arnaldo Antunes grava programa com Caetano Veloso e Nina Becker». Guia Folha. 23 de junho de 2011 
  33. «TV Cultura exibe o Prêmio Bravo Prime de Cultura em que Manoel de Barros foi vencedor». www.midiamax.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  34. Cultural, Instituto Itaú. «Fernando Salem em». www.itaucultural.org.br. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  35. «Incluir Brincando - Vila Sésamo 2013 - cmais+ O portal de conteúdo da Cultura». cmais+ 
  36. «Marisa Orth cantar e fala de música em \». Magazine. 12 de setembro de 2014 
  37. «Pressione Verde: na semana da Mobilidade, vídeo retrata caos urbano». Brasil 
  38. B!, Redação (3 de agosto de 2016). «Ator Matheus Braga reúne grandes nomes da música em seu primeiro CD». A Broadway É Aqui!. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  39. AdoroCinema, Magal e os Formigas : Elenco, atores, equipe técnica, produção, consultado em 29 de dezembro de 2016 
  40. «Fernando Salem: Eu Segundo Eu». Sampa Ingressos. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  41. «Nando Reis, Fernando Salém, Izzy Gordon e Marisa Orth se reúnem para homenagear o músico, cantor e compositor Skowa, em festa que celebra os anos 80 e 90, no Centro Cultural Rio Verde, na Vila Madalena. | Notas | Glamurama». Glamurama. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  42. «Biografia de Fernando Salem no Letras.com.br». www.letras.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  43. «Banda Vexame». www.letras.mus.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  44. «www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/11/16/ilustrada/8.html» 
  45. «Fernando Salem: um mergulho no universo do samba com humor afiado». www.carloscalado.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  46. «Vila Esperança (programa de televisão)». Wikipédia, a enciclopédia livre. 24 de dezembro de 2016 
  47. «Folha de S.Paulo - TV: Cultura ganha em Nova York Prêmio Emmy Internacional (com foto) - 25/11/98». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 29 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.