Galinhos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Galinhos
Farol de Galinhos

Farol de Galinhos
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 26 de março de 1963
Gentílico galinhense
Prefeito(a) Josineide Cunha de Medeiros (Neidinha) (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Galinhos
Localização de Galinhos no Rio Grande do Norte
Galinhos está localizado em: Brasil
Galinhos
Localização de Galinhos no Brasil
05° 06' 50" S 36° 16' 48" O05° 06' 50" S 36° 16' 48" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Central Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Macau IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Caiçara do Norte, Guamaré, Jandaíra e Oceano Atlântico
Distância até a capital 166 km[2]
Características geográficas
Área 342,442 km² [3]
População 2 150 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 6,28 hab./km²
Clima Litorâneo Úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,564 baixo PNUD/2010[5]
PIB R$ 35 779,473 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 16 124,14 IBGE/2008[6]
Página oficial

Galinhos é um município brasileiro do Litoral Norte do estado do Rio Grande do Norte. Localiza-se na Península de Galinhos na região centro-norte do estado as margens do Oceano Atlântico rodeado por dunas, salinas, manguezais, praias e um rio[7]. Galinhos tem seu acesso feito pela BR-406 e pela RN-402, distando cerca 166 km da capital estadual, Natal.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2009 sua população era estimada em 2.264 habitantes.

O nome do povoado de Galinhos surgiu naturalmente na boca do povo, em referência ao pequeno tamanho dos peixes-galos existentes na área. Foi por causa da abundante quantidade de peixe-galo daquela área, que um grande número de pescadores abandonou suas terras de origem, armou suas tendas na localidade e começaram a formar pequenas aldeias, tornando-se os pioneiros do povoamento. O desenvolvimento da povoação deu-se a partir de uma produtividade econômica baseada no pescado de peixes-galos e de voadores, na facilidade em produzir salinas naturais, onde o sal é bastante farto, e também, na cultura de algodão e sisal. Em 26 de março de 1963, Galinhos desmembrou-se de São Bento do Norte, através da Lei n° 2.838, tornando-se município do Rio Grande do Norte.

Atualmente, Galinhos vem despontando como um novo destino turístico devido as suas praias desertas e a paisagem preservada da região. Sua principal atração é a Praia do Farol juntamente com o Farol de Galinhos. Também pode-se destacar a Praia do Capim, onde a alta salinidade proporciona uma flutuação incomum. Nesta mesma praia, existe um parque Eólico que proporciona uma paisagem incrivelmente insólita. No trajeto entre Galinhos e a Praia do Capim, ainda é possível avistar alguns exemplares da Ararinha-Azul.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. FEMURN. «Distâncias dos Municípios do Rio Grande do Norte a Natal-RN». Consultado em 31 de outubro de 2010 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 4 de setembro de 2013 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.