Gareth Mallory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gareth Mallory
Personagem da série James Bond
RalphFiennes-M.jpg
Organização Governo de Sua Majestade
MI6
Profissão Chefe do Comitê de Segurança e Inteligência do Reino Unido
Categoria aliado de James Bond
Status ativo
Interpretado(a) por Ralph Fiennes
Filmes Skyfall (2012)

Gareth Mallory é uma personagem fictícia do filme 007 Operação Skyfall, 23º filme oficial da franquia cinematográfica do espião britânico James Bond. Assim como o próprio filme e sua história, a personagem não existe em qualquer dos livros de Ian Fleming e foi criada pelos roteiristas do longa-metragem de 2012. É interpretada nas telas pelo ator britânico Ralph Fiennes.

Chefe do Comitê de Inteligência e Segurança do Reino Unido, ao final do filme transforma-se no novo M, o chefe do MI-6.

Características[editar | editar código-fonte]

Um ex-militar integrante das SAS e ex-prisioneiro do IRA na Irlanda do Norte que nunca teve o espírito quebrado mesmo cativo, o que lhe faz ser admirado por James Bond [1], Mallory é um alto-funcionário do governo especializado em Inteligência (espionagem), e chefe do Comitê de Inteligência e Segurança. Ele é o homem que supervisiona o trabalho de M à frente do MI-6. Apesar de considerá-la brilhante e durona, é quem cobra dela, duramente para despertar seus brios, a falha do Serviço no roubo do drive que contém a identidade de diversos espiões britânicos por toda Europa.[2]

Apesar da aparência charmosa e do modo cortês que tem na superfície, seu interior é feito de aço. A cobrança que faz de M não impede que esteja firmemente lado-a-lado com ela durante os eventos que se desenrolam, protegendo-a fisicamente inclusive, e é quem também supervisiona a requalificação e reintegração de Bond ao serviço após seu desaparecimento, depois de dado como morto em Istambul.[2]

No filme[editar | editar código-fonte]

Mallory aparece em cena num encontro com M em Londres. Na reunião, ele diz a M que a Coroa pretende lhe conceder a maior comenda possível à serviço de Sua Majestade e que isso deverá coincidir com sua aposentadoria "voluntária" da direção do MI6 em dois meses. M recusa-se a renunciar ao cargo em tal situação e é cobrada por Mallory do roubo do hard drive contendo os segredos do MI6. Ele lhe lembra que essa foi uma falha muito grande para ser perdoada, mas M recusa-se a continuar a reunião e deixa o prédio.[3]

Por trás de tudo está o ex-agente e agora terrorista cibernético Raoul Silva, que procura vingança contra M por fatos ocorridos no passado e que, logo depois desta reunião, para deixar a situação de M com Mallory ainda pior, explode o próprio quartel-general do MI6 na cidade.

Com o retorno de Bond ao MI6 depois de desaparecido, Mallory supervisiona sua requalificação como agente nos subterrâneos da cidade, para onde o MI6 se mudou após o atentado, e é enganado por M com relação às notas de 007 nos testes a que teve que se submeter para ser readmitido no serviço ativo. Quando Bond é mandado para Xangai, Mallory envia a agente Eve - a mesma que acidentalmente quase o matou na Turquia - para apoiá-lo e enviar relatórios de seus movimentos.[3]

Em Londres, M se apresenta perante um comitê de investigação dos fatos ocorridos com o MI6 onde, entre outros políticos, Mallory está presente representando o governo. De repente, Silva, que estava preso e havia conseguido fugir de Bond, irrompe no lugar com seus capangas, usando uniforme de policiais, e começam um tiroteio tentando atingir M, que é protegida por Mallory com seu próprio corpo e recebe um balaço no braço dirigido a ela. Durante a confusão, Mallory faz M e Bond - que surgiu no lugar em perseguição ao vilão - a fugirem por uma porta lateral da sala.

Na Escócia, para onde os dois fugiram, Bond mata Raoul Silva e M, ferida durante um tiroteio, acaba morrendo nos braços do espião. Dias depois, de volta ao serviço no MI6, Eve − agora retirada do serviço ativo e transferida para Serviços Internos − lhe recebe nos escritórios centrais da agência e lhe introduz na sala do novo diretor para receber nova missão. Lá está instalado, ainda com o braço na tipóia por causa do ferimento à bala, Gareth Mallory, o novo M do MI6.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Skyfall – review». The Guardian. Consultado em 15 de novembro de 2012 
  2. a b «Ralph Fiennes & Albert Finney Interview For 'Skyfall'». Flicks and Bits. Consultado em 15 de novembro de 2012 
  3. a b c «Skyfall». themoviespoiler.com. Consultado em 14 de novembro de 2012. Arquivado do original em 13 de novembro de 2012