Guerra dos Aimorés

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conflitos na História do Brasil
Período Colonial
Movimentos Nativistas
Aclamação de Amador Bueno: 1641
Revolta da Cachaça: 1660-1661
Conjuração de "Nosso Pai": 1666
Revolta de Beckman: 1684
Guerra dos Emboabas: 1708-1709
Revolta do Sal: 1710
Guerra dos Mascates: 1710-1711
Motins do Maneta: 1711
Revolta de Filipe dos Santos: 1720
Movimentos Emancipacionistas
Inconfidência Mineira: 1789
Conjuração Carioca: 1794
Conjuração Baiana: 1796
Conspiração dos Suassunas: 1801
Revolução Pernambucana: 1817
Guerras indígenas
Confederação dos Tamoios: 1555-1567
Guerra dos Aimorés: 1555-1673
Guerra dos Potiguares: 1586-1599
Levante dos Tupinambás: 1617-1621
Confederação dos Cariris: 1686-1692
Revolta de Mandu Ladino : 1712-1719
Guerra dos Manaus: 1723-1728
Resistência Guaicuru: 1725-1744
Guerrilha dos Muras: todo o século XVIII
Guerra Guaranítica: 1753-1756

A Guerra dos Aimorés foi um conflito entre colonizadores e ameríndios que ocorreu entre os anos de 1555 e 1673.[1] nos territórios atuais da Bahia e do Espírito Santo. Foi resultado de conflitos iniciais de tentativa de escravização das populações indígenas e das entradas e bandeiras para extração e ocupação[2] Fernão de Sá, comandando bandeira no território capixaba, lutava contra os aimorés, cujos hábitos nômades os espalhavam desde as bacias dos rios Jaguaripe e Paraguaçu aos atuais municípios de Ilhéus e Porto Seguro.[3] Os aimorés venceram e as feitorias do bandeirantes foram destruídas por volta de 1558.[4]

Referências

  1. BOMFIM, Erivaldo Bomfim (5 de julho de 2013). «ESTUDANTES DESFILARAM PELOS 190 DE INDEPENDÊNCIA NA BAHIA». Consultado em 21 de fevereiro de 2014 
  2. Ricardo Henriques, Kleber Gesteira, Susana Grillo, Adelaide Chamusca (abril de 2007). «Educação Escolar Indígena:diversidade socioculturalindígena ressignificandoa escola» (PDF). Cadernos Secad. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC). Consultado em 21 de fevereiro de 2014 
  3. [1]
  4. Assessoria Estudantil. «História». Consultado em 21 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]