João Calvão da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Calvão da Silva
João Calvão da Silva
Ministro(a) de Administração Interna de Portugal
Período 30 de outubro de 2015
26 de novembro de 2015
Antecessor Anabela Rodrigues
Sucessor Constança Urbano de Sousa
Dados pessoais
Nascimento 20 de fevereiro de 1952
Solveira, Montalegre
Morte 20 de março de 2018 (66 anos)
Coimbra, Portugal
Partido PSD
Profissão Professor

João Calvão da Silva GOIH (Solveira, Montalegre, 20 de fevereiro de 1952[1]Coimbra, 20 de março de 2018[2]) foi um professor universitário e jurisconsulto português, que foi brevemente ministro da Administração Interna do XX Governo Constitucional de Portugal.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Professor universitário de carreira, licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em 1975; terminou o curso complementar (equivalente ao mestrado) em Ciências Jurídicas, em 1986, e o doutoramento em direito civil, em 1990. Era professor na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra desde esse ano.[4]

Entre 1983 e 1985, foi secretário de Estado adjunto do vice-primeiro-ministro do IX Governo Constitucional, Carlos Alberto da Mota Pinto, que conheceu na Universidade de Coimbra.

Depois da experiência governativa, entre 1985 e 1992, foi presidente da Comissão de Fiscalização da TAP Air Portugal; e entre 1992 e 1995 foi membro do Conselho Superior do Ministério Público. Em 2005, foi eleito membro do Conselho Superior da Magistratura, até 2009.

Voltou à política ao ser eleito deputado, pelo PPD/PSD, nas legislativas de 1995, integrando a Comissão de Assuntos Constitucionais, até 1999.

Entretanto, foi, sucessivamente, administrador do Banco Totta e Açores, do Crédito Predial Português e da SIC.

Em novembro de 2013, emitiu um parecer, enquanto jurista, atestando a idoneidade de Ricardo Salgado enquanto presidente do Banco Espírito Santo.[5]

Em 2015, foi nomeado ministro da Administração Interna do XX Governo Constitucional. Foi presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD até fevereiro de 2018.[6]

Faleceu no dia 20 de março de 2018, em Coimbra, vítima de doença prolongada. [7]

A 4 de abril de 2018, foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, a titulo póstumo.[8]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências



Precedido por
Anabela Rodrigues
Ministro da Administração Interna
XX Governo Constitucional
2015
Sucedido por
Constança Urbano de Sousa