Rui Pereira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rui Pereira
Rui Pereira
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período XVII e XVIII Governos Constitucionais
  • Ministro da Administração Interna
Antecessor António Costa
Sucessor Miguel Macedo
Dados pessoais
Nascimento 24 de março de 1956 (63 anos)
Duas Igrejas, Miranda do Douro, Portugal Portugal
Partido PS
Profissão Jurista

Rui Carlos Pereira GCIHComL (Miranda do Douro, Duas Igrejas, 24 de março de 1956) é um jurista e político português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Direito e mestre em Ciências Jurídicas, foi assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, entre 1981 e 1997, onde regeu as disciplinas de Direito Penal e Direito Processual Penal. Foi membro do Conselho Pedagógico e participou no Conselho de Redacção da Revista da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Foi admitido na Ordem dos Advogados Portugueses em 1983, exercendo a advocacia até 1990. Também dirigiu o Departamento de Contencioso do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, entre 1988 e 1990. Entre 1990 e 1994 foi assessor do Gabinete dos Juízes do Tribunal Constitucional. Entre 1997 e 2000 foi diretor-geral do Serviço de Informações de Segurança.

Participou desde 1995 em reformas legislativas que envolveram, nomeadamente, o Código Penal, o Código de Processo Penal e o Código da Estrada, assumindo a coordenação da Unidade de Missão para a Reforma Penal, entre 2005 e 2007.

Até à sua posse como juiz conselheiro do Tribunal Constitucional, em 2007, lecionou, como professor convidado, nas Faculdades de Direito da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade Lusíada.Atualmente leciona no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

Secretário de Estado da Administração Interna do XIV Governo Constitucional, o segundo de António Guterres, foi membro do Conselho Superior do Ministério Público, eleito pela Assembleia da República, entre 2003 e 2007. No último desses anos (e apesar da posse como juiz do Constitucional), a saída de António Costa para a Câmara Municipal de Lisboa foi motivo da sua nomeação como ministro da Administração Interna do XVII Governo Constitucional, prosseguindo com a mesma pasta no XVIII Governo, ambos chefiados por José Sócrates.

Entre as restantes funções que desempenhou, integrou a Direcção da Sociedade Portuguesa de Filosofia, entre 1992 e 1994, e presidiu ao Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, no período 2003-2007 e actualmente. Nesse âmbito presidiu ao Conselho de Redacção da revista Segurança e Defesa, entre 2006 e 2007, e colabora na Revista Portuguesa de Ciência Criminal.

Membro da Maçonaria[1], é Mestre do Grande Oriente Lusitano, foi membro da R∴L∴ Convergência[2][3] e é past-venerável mestre R∴L∴ Nunes de Almeida.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

A 30 de Janeiro de 2006 foi feito Comendador da Ordem da Liberdade.[4]

A 12 de Fevereiro de 2016 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[4]

Referências

  1. «Mais de 80 maçons em cargos influentes, Diário de Notícias, 12 novembro 2011». Consultado em 10 de junho de 2014. Arquivado do original em 27 de junho de 2014 
  2. «Nomes de 1438 maçons revelados na Internet, Correio da Manhã, 30 de Agosto 2012». Consultado em 10 de junho de 2014. Arquivado do original em 5 de julho de 2014 
  3. A Maçonaria em Portugal- Uma História de Corrupção e Conspiração, por João Silva Jordão, Casa das Aranhas, 19 de Julho de 2012
  4. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Rui Pereira". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 20 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
António Costa
(como ministro de Estado e
da Administração Interna)
Ministro da Administração Interna
XVII e XVIII Governos Constitucionais
2007 – 2011
Sucedido por
Miguel Macedo
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.