Michel Bastos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Michel Bastos
Michel Bastos
Michel Bastos em 2013, pelo Schalke 04
Informações pessoais
Nome completo Michel Fernandes Bastos
Data de nasc. 2 de agosto de 1983 (39 anos)
Local de nasc. Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,79 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição meio-campista ou lateral-esquerdo
Clubes de juventude
1994–2001 Pelotas
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002
2002–2003
2002–2003
2003–2006
2004
2005
2006–2009
2009–2013
2013
2013–2014
2014
2014–2016
2017–2018
2018
2019
Pelotas
Feyenoord
Excelsior (emp.)
Atlético Paranaense
Grêmio (emp.)
Figueirense (emp.)
Lille
Lyon
Schalke 04 (emp.)
Al Ain
Roma (emp.)
São Paulo
Palmeiras
Sport (emp.)
América Mineiro
00016 0000(1)
00000 0000(0)
00032 0000(0)
00011 0000(0)
00021 0000(4)
00036 000(10)
00113 000(29)
00142 000(40)
00016 0000(5)
00019 0000(6)
00017 0000(1)
00120 000(22)
00043 0000(2)
00023 0000(4)
00001 0000(0)
Seleção nacional
2009–2010 Brasil 00010 0000(1)

Michel Fernandes Bastos (Pelotas, 2 de agosto de 1983) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como meio-campista ou lateral-esquerdo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Pelotas[editar | editar código-fonte]

Michel Bastos começou nas categorias de base do Pelotas, onde se profissionalizou. Após jogar o Campeonato Brasileiro - Série C de 2001, a Copa Sul Minas e o Campeonato Gaúcho, em 2002 foi vendido para o Feyenoord, da Holanda.

Futebol holandês e retorno ao Brasil[editar | editar código-fonte]

Emprestado ao Excelsior para a temporada 2002–03, foi titular e atuou em 32 jogos pelo clube, mas não conseguiu evitar o rebaixamento na Eredivisie. Depois da rápida passagem pela Holanda, Michel Bastos foi contratado pelo Atlético Paranaense em julho de 2003 e atuou em 10 partidas no Campeonato Brasileiro.

Emprestado ao Grêmio em janeiro de 2004, teve um bom início na equipe gaúcha, ficando conhecido por seus chutes potentes. No entanto, depois de problemas extracampo, não teve o seu contrato renovado em dezembro.[1]

Em 2005 foi emprestado ao Figueirense, onde fez uma excelente temporada e figurou na seleção dos melhores do Campeonato Brasileiro.

Futebol francês[editar | editar código-fonte]

Michel Bastos atuando pelo Lyon em 2010

Terminado o empréstimo ao Figueira, retornou ao Atlético Paranaense e foi vendido ao Lille em meados de 2006.

Em 2009 assinou contrato com o Lyon, onde permaneceu por três anos e viveu o melhor momento da sua carreira, chegando a ser convocado por Dunga para a Seleção Brasileira.

Schalke 04[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado como novo reforço do Schalke 04, da Alemanha, no dia 29 janeiro de 2013.[2][3]

Al Ain e Roma[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de janeiro de 2014, foi acertado o empréstimo de Michel, do Al Ain para a Roma por um ano.[4] Durante a apresentação à torcida, no dia 21 de janeiro, o brasileiro envolveu-se em uma confusão ao erguer um cachecol com os dizeres "Lazio merda".[5] A Lazio, que é a maior rival da Roma, possui torcedores conhecidos pela xenofobia e pelo racismo.[6]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

No dia 13 de agosto de 2014, viajou para o Brasil para acertar negociação com o São Paulo, noticiado durante a madrugada pelo site do Globo Esporte.[7]

No dia 13 de abril de 2016, completou 100 jogos com a camisa do Tricolor num jogo contra o River Plate, válido pela Copa Libertadores da América.[8]

Já no dia 1 de novembro, após vários acontecimentos, como a invasão da torcedores ao CT do São Paulo[9], a relação de Bastos com o clube foi se deteriorando, o que culminou com a declaração do presidente do Tricolor, Leco, de que a intenção era utilizar o atleta, em 2017, como "moeda de troca".[10]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de dezembro de 2016, após rescindir com o São Paulo, acertou com o Palmeiras, assinando por duas temporadas.[11] Marcou seu primeiro gol pelo Palmeiras em 19 de fevereiro de 2017, na goleada por 4 a 0 sobre o Linense, pelo Campeonato Paulista.[12]

Sport[editar | editar código-fonte]

Em 27 de abril de 2018, acertou por empréstimo com o Sport.[13] Seu primeiro gol pelo Leão foi marcado no dia 30 de maio, na vitória de 3 a 2 sobre o Atlético Mineiro pelo Brasileirão.[14]

Tendo alternado entre boas e más atuações, não conseguiu evitar o rebaixamento da equipe para a Série B. Ao final do ano, não teve o seu contrato renovado pelo Palmeiras e nem foi procurado pelo Sport.

América-MG[editar | editar código-fonte]

No dia 22 de maio de 2019, assinou com o América Mineiro para a Série B de 2019.[15] Entretanto, após apenas três meses e apenas um jogo disputado pelo clube, rescindiu seu contrato de maneira amigável.[16]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Aos 36 anos e sem clube após deixar o América-MG, anunciou oficialmente sua aposentadoria dos gramados no dia 7 de outubro de 2019.[17][18][19]

Michel Bastos pela Seleção Brasileira em 2010

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Brasileira no dia 14 de novembro de 2009, num amistoso contra a Inglaterra realizado no Estádio Internacional Khalifa, no Catar.[20] O Brasil venceu por 1 a 0, com boa atuação de Michel Bastos e gol de Nilmar.[21]

Embora atuasse como meia no Lyon, foi convocado como lateral-esquerdo por Dunga[22] e assumiu a titularidade na Copa do Mundo FIFA de 2010, na África do Sul.[23]

Após a eliminação do Brasil na Copa, não voltou a ser chamado. No total, disputou 10 partidas com a camisa da Seleção Brasileira e marcou um gol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Lyon
Palmeiras

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Seleção do Campeonato Brasileiro: 2005 - Troféu de Prata como lateral-esquerdo
  • Líder de Assistências da Ligue 1: 2008–09 e 2010–11
  • Equipe do Ano da Ligue 1: 2008–09
  • Melhor Meia da Ligue 1: 2008–09
  • Troféu UNFP: 2008–09

Referências

  1. Roberto Junior (15 de junho de 2016). «Michel Bastos relembra rebaixamento do Grêmio e diz: "fazia muita m…"». Torcedores.com. Consultado em 22 de março de 2020 
  2. «Schalke contrata Michel Bastos para substituir Holtby». Terra. 29 de janeiro de 2013. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  3. «Schalke reforça-se com Bastos». UEFA.com. 29 de janeiro de 2013. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  4. «Roma dribla mais uma vez o Napoli e contrata brasileiro Michel Bastos». GloboEsporte.com. 19 de janeiro de 2014. Consultado em 24 de maio de 2022 
  5. «Novo reforço da Roma, Michel Bastos provoca rival em apresentação: 'Lazio m...'». ESPN Brasil. 21 de janeiro de 2014. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  6. Fernando Duarte (22 de janeiro de 2014). «Michel Bastos e o cachecol polêmico em Roma: "Levantei sem ver"». UOL. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  7. Alexandre Lozetti e Marcelo Braga (13 de agosto de 2014). «Michel Bastos chega a SP nesta quarta para assinar com o Tricolor». GloboEsporte.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  8. Érico Leonan (12 de abril de 2016). «'Cenário' que deixa a marca ainda mais especial!». Site oficial do São Paulo. Consultado em 31 de maio de 2021 
  9. «Invasão ao CT do São Paulo tem agressão aos jogadores e furto». ESPN Brasil. 27 de agosto de 2016. Consultado em 31 de maio de 2021 
  10. «Leco quer Michel Bastos como moeda de troca e fala em trazer protagonistas». UOL. 1 de novembro de 2016. Consultado em 31 de maio de 2021 
  11. Felipe Krüger (31 de dezembro de 2016). «Michel Bastos acerta e é o novo reforço do Palmeiras para 2017». Site oficial do Palmeiras. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  12. «Michel Bastos comemora primeiro gol pelo Palmeiras e acredita em vitória em Itaquera». ESPN Brasil. 20 de fevereiro de 2017. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  13. Fellipe Lucena (27 de abril de 2018). «Palmeiras empresta Juninho para o Galo e Michel Bastos para o Sport». LANCE!. Consultado em 31 de maio de 2021 
  14. «Em jogo com duas viradas, Sport bate o Atlético-MG na Ilha do Retiro e encosta no G-4». GloboEsporte.com. 30 de maio de 2018. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  15. «América-MG confirma a contratação de Michel Bastos para a Série B». LANCE!. 27 de maio de 2019. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  16. «Com apenas um jogo pelo América-MG, Michel Bastos deixa o clube». LANCE!. 13 de setembro de 2019. Consultado em 31 de maio de 2021 
  17. «Com passagens por clubes grandes e Seleção, Michel Bastos anuncia aposentadoria do futebol». GloboEsporte.com. 7 de outubro de 2019. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  18. «Ex-São Paulo e Palmeiras, Michel Bastos anuncia sua aposentadoria no futebol». Terra. 8 de outubro de 2019. Consultado em 22 de março de 2020 
  19. «Aos 36 anos, Michel Bastos anuncia aposentadoria: 'Obrigado, futebol'». TNT Sports. 7 de outubro de 2019. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  20. «Com gol de Nilmar, Brasil bate a Inglaterra em amistoso». Correio Braziliense. 14 de novembro de 2009. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  21. Carlos Augusto Ferrari (14 de novembro de 2009). «À sombra de Robinho, Nilmar brilha e dá vitória ao Brasil sobre a Inglaterra». GloboEsporte.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  22. «Há 7 anos, Dunga anunciava lista para Copa 2010; veja por onde andam os convocados». Jovem Pan. 11 de maio de 2017. Consultado em 24 de maio de 2022 
  23. Alexandre Sinato e Bruno Freitas (8 de junho de 2010). «Brasil deve começar a Copa com formação titular nunca usada por Dunga». UOL. Consultado em 24 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]