Michel Bastos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michel Bastos
Michel Bastos
Michel Bastos em 2009
Informações pessoais
Nome completo Michel Fernandes Bastos
Data de nasc. 2 de agosto de 1983 (34 anos)
Local de nasc. Pelotas (RS), Brasil
Nacionalidade brasileira
francês[1]
Altura 1,79 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras
Número 15
Posição Lateral-esquerdo, Meia, Ponta
Clubes de juventude
1994–2001 Pelotas
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002
2002–2003
2002–2003
2003–2006
2004
2005
2006–2009
2009–2013
2013
2013–2014
2014
2014–2016
2017–
Pelotas
Feyenoord
Excelsior (emp.)
Atlético Paranaense
Grêmio (emp.)
Figueirense (emp.)
Lille
Lyon
Schalke 04 (emp.)
Al Ain
Roma (emp.)
São Paulo
Palmeiras
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0028 0000(0)
0010 0000(0)
0019 0000(4)
0035 000(10)
0113 000(29)
0142 000(40)
0016 0000(5)
0019 0000(6)
0017 0000(1)
0123 000(21)
0030 0000(2)
Seleção nacional3
2009–2010 Brasil 0010 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de julho de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 14 de dezembro de 2010.

Michel Fernandes Bastos, mais conhecido como Michel Bastos (Pelotas, 2 de agosto de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como meia, ponta ou lateral-esquerdo. Atualmente joga pelo Palmeiras.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Michel Bastos no Lyon.

Michel Bastos começou nas categorias de base do Pelotas, onde se profissionalizou, após jogar o Brasileiro da série C em 2001, a Copa Sul Minas e o Campeonato Gaúcho em 2002 foi vendido para o Feyenoord. Foi emprestado ao Excelsior em 2003 e depois da passagem pelos Países Baixos, foi contratado pelo Atlético Paranaense e emprestado ao Grêmio, em 2004. Teve um bom início no clube gaúcho, ficando conhecido por seus chutes potentes. Foi dispensado do clube depois de problemas extra-campo. Em 2005 foi emprestado ao Figueirense, onde fez uma excelente temporada, se tornando um dos principais jogadores do país na posição. Terminado o empréstimo, retornou ao Atlético Paranaense e foi vendido ao Lille em meados de 2006. Em 2009, assinou contrato com o Lyon, onde permaneceu por 3 anos.

Em janeiro de 2013, acertou com o Schalke 04, da Alemanha.[2]

No dia 19 de janeiro de 2014, foi acertado o empréstimo de Michel, do Al Ain para a Roma por um ano.[3]

No dia 13 de agosto de 2014, viajou para o Brasil para acertar negociação com o São Paulo Futebol Clube, noticiado durante a madrugada pelo site Globo Esporte[4].

Em 13 de abril de 2016, completou 100 jogos com a camisa do São Paulo, em partida contra o River Plate, pela Libertadores.[5]

Em 1º de novembro de 2016, após vários acontecimentos, como a invasão da torcedores ao CT do São Paulo,[6] a relação de Bastos com o clube foi se deteriorando, o que culminou com a declaração do presidente do Tricolor, Leco, de que o a intenção é utilizar o atleta, em 2017, como "moeda de troca"[7] Desse modo, o meio-campista encerrou seu ciclo no clube.

Em 31 de dezembro de 2016, após rescindir com o São Paulo, acertou com o Palmeiras, assinando por duas temporadas.[8]Marcou seu primeiro gol pelo Palmeiras em 19 de fevereiro de 2017, na goleada por 4 a 0 sobre o Linense, pelo Campeonato Paulista.[9]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Brasileira principal em 14 de novembro de 2009 em partida amistosa contra a Inglaterra. Na Copa do Mundo FIFA 2010 atuou como titular.[10]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Lyon

Individuais[editar | editar código-fonte]

  • Seleção do Campeonato Brasileiro 2005, Troféu de Prata como Lateral-esquerdo
  • Ligue 1 2008-09, líder em assistências
  • Seleção da Ligue 1 2008-09
  • Melhor volante da Ligue 1 2008-09
  • Troféu UNFP 2008-09
  • Eleito melhor jogador do São Paulo no Campeonato Paulista de 2015

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]