Queijo azul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os queijos azuis têm uma produção mais elaborada, resultando assim numa massa macia e quebradiça, permeada por veios azulados que dão uma característica peculiar que dá nome a esse tipo de queijo. Na Itália e na França nasceram os mais famosos queijos azuis.

Os seus veios azulados vêm da injecção de culturas de Penicillium, o que também lhe confere um sabor característico.

Entre os queijos azuis destacam-se o Gorgonzola, o Roquefort e o Stilton.

Tipos de queijo azul[editar | editar código-fonte]

O Stilton é um exemplo de queijo azul.
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Harbutt, J. (2015). World Cheese Book. [S.l.]: DK Publishing. p. pt249. ISBN 978-1-4654-4372-4 
  2. Michelson, P.; Linder, L. (2010). Cheese: Exploring Taste and Tradition. [S.l.]: Gibbs Smith. p. pt107. ISBN 978-1-4236-0651-2 
  3. Jenkins, S.W. (1996). Cheese Primer. [S.l.]: Workman Pub. p. pt189. ISBN 978-0-89480-762-6 
  4. Jenkins, S.W. (1996). Cheese Primer. [S.l.]: Workman Pub. p. pt139. ISBN 978-0-89480-762-6 
  5. Scott, A.K. (2015). Authentic Norwegian Cooking: Traditional Scandinavian Cooking Made Easy. Col: EBL-Schweitzer. [S.l.]: Skyhorse Publishing Company, Incorporated. p. 213. ISBN 978-1-63220-775-3. Consultado em 6 de setembro de 2016 
  6. Raichlen, S. (2003). BBQ USA: 425 Fiery Recipes from All Across America. [S.l.]: Workman Pub. p. 75. ISBN 978-0-7611-2015-5 
  7. Out, Editors of Time; Howarth, E.; Norman, A. (2009). Great Days Out from London: More Than 100 Fantastic Getaways Within Two Hours of London. Col: Time Out Guides. [S.l.]: Ebury Publishing. p. 217. ISBN 978-1-84670-116-0 
  8. Waite, Debbie (16 de abril de 2013). «Baron hopes Oxford Blue cheese change will not be in vein». Oxford Mail. Consultado em 6 de setembro de 2016 
  9. Smith, A.F. (2007). The Oxford Companion to American Food and Drink. Col: Oxford Companions. [S.l.]: Oxford University Press, USA. p. pt133. ISBN 978-0-19-530796-2 
  10. Wilbey, R.A.; Scott, J.E.; Robinson, R.K. (2012). Cheesemaking Practice. [S.l.]: Springer US. p. 434. ISBN 978-1-4615-5819-4