TV Canção Nova Aracaju

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Canção Nova SE
Fundação João Paulo II
R. Paulo Henrique M. Pimentel, 95
Bairro Inácio Barbosa
Cidade de concessão Itabaiana, SE
Canais Digital: 41 UHF
Virtual: 3 PSIP
Outros canais Digital: 41 UHF
Virtual: 13 PSIP (Aracaju, SE)

7 - Estância e 42 HD Em implantação
13 - Lagarto e 41 HD Em implantação
7 - Propriá e 41 HD Em implantação
4 - Tobias Barreto e 41 HD Em implantação
(essas retransmissoras foram arrendadas ao SBT) 3 - Itabaiana (TV Canção Nova Rede)
Analógico:
13 VHF (1997-2018)

Rede TV Canção Nova (apenas na capital)
SBT (no interior)
Pertence a Fundação João Paulo II
Proprietário Fundação João Paulo II
Fundação 7 de agosto de 1997 (22 anos)
Prefixo ZYB 833
Nome(s) anteriore(s) TV Jornal (1987-1997)
Cobertura Maior parte de Sergipe
Potência 31,6 Kw

TV Canção Nova de Sergipe é uma emissora de televisão brasileira concessionada em Itabaiana, porém situada na cidade de Aracaju, cidade e capital do estado de Sergipe respectivamente. Opera no canal 3 (41 UHF digital) e é uma emissora própria da TV Canção Nova.

História[editar | editar código-fonte]

O processo de venda da TV Jornal para a Canção Nova, não foi fácil, o valor já havia sido acertado com a comunidade católica, mas a Igreja Universal havia oferecido para os donos da emissora uma oferta maior. Na época, a receita da Canção Nova era insuficiente para a compra de uma geradora comercial desse porte, mas a dona da antiga emissora, a então senadora Maria do Carmo, disse que iria vender a emissora para o grupo católico. Porém, a senadora pediu pelo menos um sinal de R$ 500 mil. Para ajudar na compra do canal, o diretor do Colégio Arquidiocesano de Aracaju, o Monsenhor Carvalho atendeu a solicitação de empréstimo feita pelos menbros da Canção Nova. O pagamento foi feito em 24 prestações.[1]

A emissora entrou no ar em 1997, no lugar da TV Jornal. Atualmente a emissora conta com uma ampla sede, onde concentra todas as atividade da Comunidade Canção Nova em Aracaju, onde acontecem Acampamentos de Oração e Missas. Foi a primeira emissora da rede a contar com o sinal digital, com a previsão de possuir conteudo em Alta Definição entre agosto e setembro de 2011.

A torre de transmissão do sinal encontra-se no antigo prédio da TV Jornal. A emissora transmite a programação da Canção Nova para as retransmissoras no Nordeste do Brasil. Em 2009, a emissora colocou no ar o canal 41 transmitindo a programação da emissora também pelo sinal digital. Mas, ainda sem programação em Alta Definição e não há previsão para implantação. Em 12 de Novembro de 2009 a emissora colocou no ar em fase de testes o sinal digital. Recebendo a consignação oficial do Ministério das Comunicações no dia seguinte. No mesmo ano, a emissora recebeu o 2° lugar do Prêmio Setransp de Jornalismo, na catégoria de "Midia Eletronica - Televisão". Através da reportagem "Motorista Superação", produzida pelo reporter Rosalvo Nogueira e sua equipe.[2]

Em 13 de fevereiro de 2010, a emissora teve a concessão renovada por mais 15 anos.[3] Em 6 de dezembro de 2010, a TV Canção Nova Aracaju conquistou o segundo lugar do 2° Prêmio Setransp de Jornalismo, com a reportagem "Transporte Coletivo/Prioridades" e o terceiro lugar com a reportagem "Ciclovia/Integração Modal" , ambas do reporter Rosalvo Nogueira e sua equipe.

Referências

  1. Larissa Sene (2 de dezembro de 2014). «TV Canção Nova comemora 18 anos em Aracaju (SE)». Canção Nova. Consultado em 3 de setembro de 2016 
  2. «Vencedores». SETRANSP. Consultado em 12 de março de 2010. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2009 
  3. «Lula outorga concessões de rádio e TV». Digital Satélite. 13 de fevereiro de 2010. Consultado em 12 de março de 2010 


Precedido por
TV Jornal
Canal 13 VHF de Aracaju
Desde 1997
Sucedido por
No ar