Acoplamento de maré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Duas esferas orbitando uma mais ao centro. A próxima do centro está em acoplamento, enquanto a outra não.

Em astrodinâmica, Acoplamento de maré[1] é um mecanismo que afecta dois corpos ligados pela força da gravidade. O atrito interno provocado pelas forças de maré recíprocas tende a modificar a velocidade de rotação dos corpos intervenientes, bem como a órbita e o período de translação de um satélite em redor do corpo principal, e a estabilizar o eixo de rotação de ambos. Embora outros processos possam ser responsáveis ou concorram simultaneamente para o efeito descrito em seguida, uma das consequências mais notáveis do processo de acoplamento de maré é a rotação sincronizada, que leva a que um corpo mostre sempre a mesma face para o outro. No caso do sistema Terra-Lua, por exemplo, o nosso satélite natural exibe este efeito, enquanto que a Terra ainda levará vários bilhões de anos para se mostrar da mesma forma a partir da Lua.[2]

Referências

  1. Fatos sobre a Lua
  2. Tides and Gravitational Locking (em Inglês) Astronomy 161 Departamento de Física e Astronomia da Universidade do Tennessee. Visitado em 7 de setembro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.